R.B. 18/SET/17 "Escândalos do Brasil não amortecem espírito dos investidores"



"Escândalos do Brasil não amortecem espírito dos investidores"

São Paulo, 18 de setembro de 2017 (SEGUNDA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve seguir em alta, acompanhando o movimento ascendente das principais bolsas mundiais e com o “mercado” comemorando os sinais de que a Lava Jato perderá força com a saída de Rodrigo Janto, que foi substituído por uma Procuradora Geral indicada e alinhada com Temer e (2) o DÓLAR pode voltar a cair, podendo inclusive “testar o suporte” dos R$ 3,10, influenciado pelos mesmos motivos que devem animar a bolsa tupiniquim.

Sexta-feira, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 1,5%, para fechar em alta pela oitava semana consecutiva, nas quais acumulou valorização de 17,1%, e renovando seu recorde histórico de pontos, agora em 7.756pts, com ótimo volume de negócios (R$ 15,7bi) e com os investidores minimizando as novas denúncias contra o presidente Temer e (2) o DÓLAR caiu -0,1% à R$ 3,11, devolvendo os ganhos da abertura, quando na máxima chegou a avançar 0,5%, para fechar o dia seguindo o “bom humor” da bolsa tupiniquim, em meio a uma entrada acentuada de dólares no País.

Também sexta-feira, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, sem uma tendência única, Japão 0,5%, se recuperando das perdas da abertura, causadas pelo novo teste de míssil da Coreia do Norte, e beneficiadas pelo bom desempenho das exportadoras e China -%, -0,5, ainda sob o impacto de indicadores domésticos de indústria, varejo e investimentos que vieram aquém do esperado e geraram temores de que a segunda maior economia do mundo está perdendo força, (2) da EUROPA, Inglaterra -1,1%, França -0,2% e Alemanha -0,7%, afetadas negativamente pela explosão de mais uma bomba em Londres e por um discurso de um dirigente do BC da Inglaterra, que impulsionou a libra e derrubou as ações de bancos, como Lloyds (-1,6%), HSBC (-1,8%), Deutsche Bank (-1,7%) e BNP (-0,8%) e (3) dos EUA, recuperando as perdas da abertura, para o DJ e o S&P fecharem novamente nos maiores patamares da história, S&P 0,2%, DJ 0,3% e NASDAQ 0,3%, impulsionadas pela avaliação de que os estragos provocados pelo furacão Irma foram memores do que o esperado e com destaques de alta para as ações das petrolíferas, diante da redução nos estoques e da perspectiva de aumento na demanda global.

Segundo matéria do "Financial Times", publicada neste fim de semana com o título "Escândalos do Brasil não amortecem espírito dos investidores", o investimento estrangeiro no país está descolado das crises políticas de Temer e o “mercado” também ficou satisfeito porque o ex-presidente Lula está enfrentando mais processos de corrupção e tem chances bastante reduzidas de se eleger presidente do país em 2018.

Como o consumidor brasileiro é conivente com casos de corrupção, inclusive porque a corrupção está no seu DNA, depois de passar poucos meses em uma espécie de ostracismo, a marca Friboi, principal nome da linha de produtos da JBS, voltou a aparecer nos folhetos de ofertas que supermercados e atacarejos distribuem a seus clientes.

Com o objetivo de arrecadar R$ 140 mi e assim zerar o déficit primário de R$ 137 mi previsto para este ano, a Prefeitura de Santos, ciente de que a iniciativa privada pode gerar mais riqueza o Estado, planeja leiloar dois terrenos, sendo que um deles fica na zona portuária, em certames que estão previstos para o dia 31/OUT/17 na sede da B3.

“Apostando no Brasil”, a Hypred, multinacional francesa do setor químico, anunciou que vai investir R$ 28 mi para ampliar a sua operação brasileira e assim nacionalizar toda a produção, que atualmente é importada.

Tentando desinflar com cuidado a bolha imobiliária tupiniquim, que ao que tudo indica não vai estourar, nos 7 primeiros meses deste ano os lançamentos e as entregas do setor imobiliário no segmento de médio e alto padrão caíram respectivamente -13,7% e -55%, ambos na comparação com o mesmo período de 2016.

Indicando que “a era do petróleo como combustível automotivo está caminhando à passos largos para o seu fim”, a batalha sobre como e onde os europeus recarregam seus carros elétricos está se expandindo das cidades para as autoestradas do continente, com concessionárias de energia, start-ups de tecnologia e grandes empresas de petróleo lutando para dominarem o negócio de estações de recarga.

Se o governo Temer fosse sério, o BNDES já tinha vendido os 21% de participação que tem na JBS, porem Paulo Rabello de Castro, presidente do referido banco de fomento, preferiu ir à imprensa para dizer que não aprovou a escolha de José Batista Sobrinho, pai de Joesley e Wesley, para ser o novo “Manda-Chuva” do grupo.

De carona no bom momento do agronegócio brasileiro, a indústria de máquinas e equipamentos para o setor agrícola viu sua produção aumentar quase 25% nos primeiros 8 meses deste ano na comparação com o mesmo período do ano passado.

Com o objetivo de atrair mais investidores para o Tesouro Direto, onde são vendidos, de forma bastante custosa, os títulos do governo para pessoas físicas, será lançado hoje um simulador que permite ao investidor calcular em quanto tempo consegue alcançar um objetivo financeiro aplicando em títulos públicos, inclusive comparando o retorno com o oferecido por outros produtos populares na renda fixa.

Política:

Roubar, matar e mentir pode, mas Palocci, que desta vez apenas falou parte da verdade ao Juiz Serio Moro, pode ser expulso do PT, já que o diretório do partido de Lula em Ribeirão Preto se reunirá hoje para abertura de processo no seu conselho de “ética” contra o referido ex-ministro e ex-queridinho dos banqueiros do Itaim Bibi, que provavelmente será expulso.

Criticada por uma série de entidades ambientais e de direitos humanos, o que indica que a ideia é ótima, a proposta que prevê ampliar as possibilidades de venda de terras para estrangeiros deve ser votada pela Câmara ainda este ano.

A “união de todos os políticos contra a Lava-Jato”, foi o que conseguiu Rodrigo Janot, agora ex-Procurador Geral da República, com sua última denuncia na qual jogou flechas contra Temer, Lula, Sarney, Aécio e vários outros líderes dos principais partidos do país.

Sem nenhuma vergonha em sua cara de pau, o deputado federal Luiz Lauro Filho, do PSB de SP, apresentou um projeto de Lei que tem o objetivo de impedir que cidadãos possam criticar políticos na internet.

Claramente escalada por Temer para acabar com a Lava Jato, Raquel Dodge, nova Procuradora Geral da República, disse em seu discurso de posse que “a harmonia entre poderes é requisito para estabilidade da nação”.

Segundo o sistema de propinas da empresa, que finalmente foi acessado no computador de Marcelo Odebrecht, no dia 15/JUL/10 a Odebrecht se reuniu com Temer, Eduardo Cunha e Henrique Alves e acertou pagar-lhes 4% de propina sobre um contrato de Setor Internacional da Petrobras.

Agora também ex-presidiário, já que deixou a cadeia no dia 1/AGO/17, o ainda procurador da República Ângelo Goulart Villela, afirmou que Rodrigo Janot fez o acordo de delação com a JBS com o objetivo de derrubar o presidente Temer e impedir a nomeação de Raquel Dodge para substituí-lo no comando da Procuradoria-Geral da República.

No reflexo mais explícito do estrago que a ofensiva judicial fez às pretensões do ex-presidente Lula, o PC do B, parceiro histórico do PT em eleições nacionais, decidiu iniciar consulta aos seus dirigentes para buscar uma alternativa para 2018.

Pouco antes da meia-noite de ontem, nos seus últimos minutos como chefe do Ministério Público, Rodrigo Janot mandou a última mensagem aos procuradores, na qual afirma que "escroques" ainda ocupam cargos no país.

Crítica:

Mostrando porque os irmãos metralhas Joesley e Wesley saíram do “exilio” nos EUA, onde a Lei funciona, e voltaram ao Brasil, onde com muito dinheiro se consegue comprar até juiz do Supremo, a JBS começa a enfrentar percalços na terra de Trump, pois as propinas pagas pela empresa em qualquer lugar do mundo são uma violação da lei norte-americana que proíbe empresas de lá de pagar suborno.

Com apenas o inexpressivo e corrupto Temer para aplaudir, amanhã Trump, sem a presença de Xi, Putin e Merkel, respectivamente presidentes da China, da Rússia e da Alemanha, fará sua estreia na ONU e deve confirmar que seu país vai abandonar mesmo o acordo de Paris, sobre o clima.

PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil


Nenhum comentário:

Postar um comentário