R.B. 12/SET/17 "A bolsa está ainda mais barata"



"A bolsa está ainda mais barata"

São Paulo, 12 de setembro de 2017 (TERÇA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve cair, realizando lucros após avançar (4,9%) no mês de SET/17 e 23,40% no ano de 2017, diante da intensificação das “flechadas”, de Rodrigo Janot e da Polícia Federal, contra o presidente Temer e (2) o DÓLAR pode seguir em alta, acompanhando a esperada piora do “humor” na bolsa brasileira e recuperando mais uma parte das perdas acumuladas no ano (-4,6%).

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 1,7%, para fechar o dia no maior patamar da história (aos 74.319pts) pela primeira vez desde 20/MAI/08 (quando fechou aos 73.516pts), acompanhando o movimento ascendente das principais bolsas mundiais e beneficiada internamente pela redução dos “temores” políticos e pela melhora das perspectivas econômicas e (2) o DÓLAR subiu 0,4% à R$ 3,10, recuperando as perdas da abertura, quando na mínima recuou -0,8%, em um “ajuste técnico” após 7 pregões seguido de queda, causado pela entrada massiva de importadores na ponta compradora e pela trajetória internacional da moeda norte-americana.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão 1,4% e China 0,8%, “aliviadas” com a redução da tensão geopolítica entre EUA e Coreia do Norte e com destaques de alta para as fabricantes de carros elétricos, em meio a “rumores” de que Pequim poderá lançar um plano para gradualmente retirar veículos mais poluentes, movidos a gasolina ou diesel, de circulação, (2) da EUROPA, Inglaterra 0,5%, França 1,2% e Alemanha 1,4%, recuperando parte das perdas de sexta-feira e com destaques de alta para as ações das companhias ligadas ao setor de seguros, como Swiss Re (4,3%) e Hannover Re (5,4%) e (3) dos EUA, com o S&P fechando no maior patamar da história pela 31ª vez no ano, S&P 1,1%, DJ 1,2% e NASDAQ 1,1%, influenciadas positivamente pelo enfraquecimento do furacão Irma, que causou menos danos do que o esperado, e com destaques de alta para as ações dos bancos, como Goldman Sachs (1,8%), Citigroup (2,3%), Morgan Stanley (2,6%) e Wells Fargo (2,2%).

Mostrando um crescimento gradual do otimismo, o “mercado”, já influenciado pelo último corte da taxa básica de juros, elevou, desta vez de 0,50% para 0,60%, suas “apostas” para o desempenho da economia brasileira este ano e diminuiu razoavelmente, agora de 3,38% para 3,14%, suas projeções para a inflação oficial do país medida pelo IPCA em 2017.

Atendendo a um pedido do Tesouro Nacional, que quer reduzir o rombo fiscal e ao que tudo indica também quer ter mais dinheiro para Temer “comprar apoio parlamentar”, o BNDES confirmou que se prepara para antecipar o pagamento de R$ 180bi em empréstimos feitos para sustentar programas de financiamento nos governos petistas.

Ajudando a reduzir os índices de desemprego, em JUL/17, registrando o primeiro resultado positivo após 33 meses seguidos de retração, a diferença entre as contratações e as demissões no setor de construção civil no país ficou positiva em 0,07% na comparação com JUN/17.

Dando mais um sinal de recuperação da economia brasileira, no primeiro semestre de 2017 o comércio varejista no Estado de SP, após 3 seguidos anos sem crescimento, registrou uma receita 3,6% maior que no mesmo período de 2016 e, segundo projeções do setor, deverá terminar este ano com uma expansão de 5,0% na comparação com o ano passado.

Apesar do recorde de pontos em reais atingido ontem (74.319pts), em dólares o Ibovespa, principal índice da bolsa tupiniquim, ainda está em 24.089pts, patamar -46,01% menor do que os 44.616pts atingidos em 19/MAI/08, isto também e ainda sem levar em consideração a inflação acumulada nos últimos 9 anos, o que mostraria que “a bolsa está ainda mais barata”.

Com exportações 21,1% maiores e importações 11,5% superiores, ambas na comparação com o mesmo período de 2016, nos 10 primeiros dias de SET/17 a balança comercial brasileira acumulou um saldo positivo de US$ 1,37bi.

Saindo dos setores que não são sua especialidade, o que e ótimo e prepara a empresa para uma eventual e fundamental privatização, ontem a Petrobras iniciou oficialmente o processo de venda de duas unidades de fertilizantes, uma delas ainda em construção.

-    A Apple subiu 1,8% na bolsa de NY, no dia anterior à divulgação de seus novos produtos de tecnologia, incluindo um novo iPhone.
-    O Santander subiu 1,7, mesmo após o banco, que já tinha sito alvo de críticas ao demitir em 2014 um analista que teve coragem de dizer que o governo Dilma era péssimo para a economia, desta vez decidiu, usando dinheiro público da lei Rouanet, patrocinar uma exposição de “arte” com cenas de pedofilia.

Política:

Apresentando mais uma grave denúncia, ontem a Polícia Federal enviou ao Supremo Tribunal Federal um relatório no qual acusa o presidente Temer de comandar, ao lado de Eduardo Cunha, uma organização criminosa formada por membros do PMDB da Câmara e de ter recebido no mínimo R$ 31,5mi em propinas e vantagens indevidas.

Tentando passar um ar de normalidade ao seu governo, que é bombardeado diariamente por denúncias, ontem o presidente Temer “aviou” que pretende editar em OUT/17 a medida provisória com ajustes na reforma trabalhista, cujas regras passarão a valer em NOV/17.

Mais otimista do que nunca, Meirelles, ministro brasileiro da Fazenda, afirmou na tarde de ontem que espera que a reforma da Previdência seja votada no Congresso em OUT/17, o que contraria a opinião de Rodrigo Maia, presidente da Câmara, que no final da semana passada alertou que o tema ainda não tem votos para ser aprovado.

Morrendo agarrado com seu mito, o PT usará seu horário eleitoral “gratuito” na TV, que é pago com o dinheiro dos impostos, para repetir exaustivamente várias vezes que Lula é inocente e que todas as provas e delações contra ele, inclusive do ex-companheiro Palocci, são falsas e mentirosas.

Complicando ainda mais a vida do peemedebista que governa o Brasil, o ex-doleiro e agora presidiário Lúcio Bolonha Funaro afirmou, em acordo de delação premiada, que presenciou em 2012 um telefonema no qual o então vice-presidente Temer avalizou pagamentos eleitorais como um "pedágio" por liberação de créditos da Caixa Econômica Federal.

Atualmente presidiário e delator, Francisco de Assis, que já foi diretor jurídico da JBS, disse a pessoas próximas que armazenou mensagens trocadas com a ex-sócia de Gilmar Mendes no Instituto Brasiliense de Direito Público.

Apesar da declarada trégua com o governo Temer, dos 4 deputados indicados pelo PSDB para compor a CPMI da JBS, 3 votaram a favor da denúncia contra o presidente, o que pode ser bastante perigoso ao Planalto.

Crítica:

Benjamin Netanyahu, primeiro-ministro de Israel, se tornará o primeiro chefe de Governo do referido país a realizar uma visita diplomática à América Latina, porém, assim como fez recentemente o vice presidente dos EUA, o Brasil ficará de fora do roteiro, que será composto por Buenos Aires (Argentina), Bogotá (Colômbia) e Cidade do México (México), indicando mais uma vez que com Temer na presidência o maior país da região segue sendo uma insignificante republiqueta.

Para desafiar a pioneira Tesla no desenvolvimento de um mercado de massa, a Volkswagen está intensificando sua migração para carros elétricos e planeja investir mais de 20bi de euros em veículos que não emitem poluentes até 2030.

PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário