R.B. 11/SET/17 "O dono do Brasil"



"O dono do Brasil"

São Paulo, 11 de setembro de 2017 (SEGUNDA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve subir, ampliando a valorização acumulada no mês (3,2%) e no ano (21,3%), acompanhando o movimento ascendente das principais bolsas mundiais e beneficiada pela redução dos “temores” políticos diante da prisão de Joesley Batista, porém é importante ficar atento às as “flechadas” que Rodrigo Janot prometeu desferir contra Temer em seus últimos dias à frente da PGR e (2) o DÓLAR pode seguir em queda, influenciado pela esperada melhora do “humor” na bolsa brasileira e também seguindo a trajetória internacional da moeda norte-americana.

Sexta-feira, no BRASIL, (1) a BOVESPA caiu -0,4%, devolvendo os ganhos da abertura (0,3%) e realizando lucros após ter fechado perto da máxima histórica, influenciada pela retração das commodities, como o petróleo (-3,3%), e das principais bolsas mundiais e (2) o DÓLAR caiu -0,3% à R$ 3,09, para fechar o dia no menor patamar desde 21/MAR/17, seguindo a trajetória internacional da moeda norte-americana, diante da redução das “apostas” de elevação dos juros nos EUA, em um pregão marcado pelo baixo volume de negócios.

Também sexta-feira, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão -0,6% e China -0,1%, prejudicadas pela divulgação de dados mistos da balança comercial chinesa e com investidores também monitorando riscos geopolíticos e climáticos, (2) da EUROPA, Inglaterra -0,3%, França -0,1% e Alemanha -0,1%, com destaques de queda para as exportadoras, diante da desvalorização do dólar frente às moedas locais e (3) dos EUA, próximas da estabilidade e sem uma tendência única, S&P -0,1%, DJ 0,1% e NASDAQ -0,6%, influenciados pela aproximação do furacão Irma e pela crescente tensão entre Washington e Pyongyang.

Como o governo Temer, quebrado, só tem dinheiro para comprar parlamentares, nos 7 primeiros meses deste ano os investimentos do governo federal somaram apenas R$ 16,3bi, valor quase R$ -10bi a menos do que o mesmo período de 2016 e o menor valor desde 2008, quando começa a série disponibilizada pelo Tesouro Nacional, com dados corrigidos pela inflação.

Estimulado por Meirelles a garimpar boas notícias, o Ministério da Fazenda divulgou cálculos que sugerem que, principalmente por conta de dados de compra de máquinas e equipamentos, o investimento não está tão ruim quanto indicam as estatísticas oficiais, o que alimenta projeções de que o PIB poderá crescer mais do que o previsto em 2017 e nos próximos anos.

Fazendo a coisa certa, a nova lei de Recuperação Judicial, apresentada ontem por Meirelles, ministro da Fazenda, ao presidente Temer, pretende dar mais poder aos credores da companhia, que poderão apresentar um plano de recuperação judicial, retirando poder dos donos e assim evitando que eles tomem decisões que retirem valor da companhia quando ainda é possível salvá-la.

Ampliando uma tendência que deve se intensificar nos próximos anos, se digitalizando cada dia mais rápido, para cortar custos e ganhar eficiência, os bancos abriram 218 novas agências no Brasil no ano passado, contra 1.031 em 2015.

Com o setor calçadista tupiniquim investindo em qualidade, nos 8 primeiros meses deste ano o faturamento brasileiro com as exportações de calçados subiu 13,3% na comparação com o mesmo período de 2016, porem na mesma base de comparação o volume exportado teve uma alta de apenas 0,5%.

Sem causar grandes estouros de bolhas, principalmente por conta da ainda enorme demanda reprimida, o setor brasileiro de construção civil, prejudicado pela contração nos gastos públicos e pela crise econômica, já encolheu -21% desde o início da atual recessão, que começou no segundo trimestre de 2014.

Dando mais um sinal de recuperação da economia tupiniquim, no segundo trimestre deste ano as vendas de celulares cresceram 5,9% na comparação com o mesmo período do ano passado e 3,7% na comparação com o primeiro trimestre do ano.

Testando sua força e os limites da elasticidade da demanda, amanhã a Apple lançará seu novo iPhone e, segundo “rumores”, o novo telefone não estará só oferecendo novas funções, como reconhecimento facial a infravermelho e carga sem fio, mas também entrará em um novo patamar de preços, já que custará, nos EUA, cerca de US$ 1.000, contra os US$ 769 de seu melhor aparelho atual, o iPhone 7 Plus.

Diante da queda da taxa básica de juros, atualmente em 8,25% ao ano, cada dia mais investidores, em busca de maiores rentabilidades, estão avaliando a possibilidade de investir em ações, porém é importante ressaltar que o mercado bursátil é volátil e que a recomendação é que, em sua primeira experiência em bolsa, se aloque no máximo 5% dos seus recursos.

Desde sua criação em 2009 a moeda virtual Bitcoin, que em 2017 já se valorizou 400%, tem atraído cada vez mais a atenção de investidores e curiosos, porem antes de se arriscar investindo nesta novidade é importante avaliar a (1) sua enorme volatilidade, (2) competição entre as moedas e (3) ausência de regulamentação do setor.

Política:

Naufragando abraçada com seu líder máximo, a cúpula da organização criminosa do PT decidiu que na próxima quarta-feira, quando Lula será interrogado por Sergio Moro sobre o pacote de propinas que recebeu da Odebrecht, vai acompanhá-lo a Curitiba.

Especialista em defender bandidos, Gilmar Mendes, ministro do Supremo, já jogou fora, no TSE, as provas da Odebrecht contra a ex-presidenta Dilma e agora vai tentar repetir a dose no STF, jogando fora as provas da JBS contra o presidente Temer.

Tentando tumultuar e ganhar tempo, os advogados do presidente Temer acreditam que, com a prisão de Joesley Batista, podem reverter na Justiça a derrota do presidente em ação contra o referido dono da Friboi por calúnia e difamação.

Conhecidas como linhas auxiliares do PT, as siglas que são aliadas históricas do PT decidiram, após o depoimento bombástico de Palocci, iniciar, ainda em reserva, discussões sobre o rumo que tomarão em 2018.

Acusando, assim como já tinha feito o procurador geral Rodrigo Janot, os meliantes petistas de crime de obstrução de justiça, Edson Fachin, Ministro do Supremo Tribunal Federal, enviou denúncia contra os ex-presidentes Lula e Dilma e o ex-ministro Aloizio Mercadante para a primeira instância do Distrito Federal.

Como os bandidos se unem na adversidade, as denúncias de Rodrigo Janot contra a cúpula do PT surtiram efeito no Congresso, já que deputados petistas agora endossam ofensiva antes protagonizada só por aliados de Temer para a criação de uma CPI para investigar o acordo de delação da JBS com o Ministério Público.

Aliados e adversários de Temer admitem que, no cenário atual, só a descoberta de um vínculo direto entre o presidente e a dinheirama atribuída ao seu ex-ministro Geddel Vieira Lima reacenderia o desejo do Congresso de aceitar a segunda denúncia de Janot contra o presidente.

O ex-doleiro e atualmente presidiário Lúcio Funaro afirmou ter ouvido do ex-deputado federal Eduardo Cunha que Temer, o presidente da República, participava de um esquema de arrecadação de propina dentro do PMDB.

Confirmando que é uma piada falar em ideologia partidária no Brasil, cerca de 25% dos atuais deputados federais eleitos em 2014 já trocaram de partido.

Sem nenhum respeito às instituições e ao estado democrático de direito, Rodrigo Janot, procurador-geral da República, e Pierpaolo Bottini, que é advogado de Joesley Batista, se encontraram no sábado em um bar de Brasília.

Crítica:

Ajudando o meio ambiente, os consumidores e os varejistas, a start-up Ndays, que está em operação desde DEZ/17, usa a internet para vender com descontos, para consumo rápido, produtos que estão chegando mais perto do fim de vida útil, reduzindo assim o desperdício.

Provando que a desigualdade de renda no Brasil não caiu entre 2001 e 2015 e permanece em níveis "chocantes", foi divulgado um estudo da World Wealth and Income Database que mostra que no referido período os 10% mais ricos da população brasileira aumentaram sua fatia na renda nacional de 54% para 55%, enquanto os 50% mais pobres ampliaram sua participação de 11% para 12% no período.

Sem saber que nem em casa ele manda mais e acreditando que continua sendo “o dono do Brasil”, após admitir aos investigadores que tem, sim, outras gravações ainda inéditas armazenadas no exterior, Joesley “avisou” que só repassará o material à PGR se o acordo de delação não for rescindido.

PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil


Nenhum comentário:

Postar um comentário