R.B. 6/JUL/17 "Estimulando a perpetuação da tese estupida de se dividir os humanos em raças"


"Estimulando a perpetuação da tese estupida de se dividir os humanos em raças"

São Paulo, 6 de julho de 2017 (QUINTA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve cair, acompanhando o movimento descendente das principais bolsas mundiais e prejudicada pelos sinais de que a instabilidade política brasileira está bem longe do fim e (2) o DÓLAR pode subir, recuperando as perdas do pregão anterior, influenciado pela esperada piora do “humor” na bolsa tupiniquim e seguindo a trajetória internacional da moeda norte-americana.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA caiu -0,1%, com baixo volume de negócios (R$ 5,5bi), pressionada pelo forte recuo do petróleo (-4,0%) e cada dia mais prejudicada pela intensificação da crise política tupiniquim e (2) o DÓLAR caiu -0,4% à R$ 3,30, devolvendo os ganhos da abertura, influenciado por fluxo vendedor de recursos e após a vitória do governo na véspera com a aprovação da urgência para a votação da reforma trabalhista no Senado.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão 0,2%, diante das “apostas” de que a mais recente onda de tensões na península coreana vai desaparecer como tantas outras antes e China 0,8%, reagindo após uma série de 3 dias de perdas, impulsionadas por um documento do gabinete do país promovendo o uso do dinheiro de pensões nos mercados de capital, (2) da EUROPA, sem uma direção única e próximas da estabilidade, Inglaterra 0,1%, França –o,1% e Alemanha 0,1%, com perdas das ações do setor de energia, diante da queda do petróleo (-4,0%) e valorização das ações do setor de consumo, após o anuncio de que as vendas do varejo da zona do euro avançaram 0,4% em MAI/17, patamar acima das expectativas (0,3%) e (3) dos EUA, recuperando as perdas da abertura, S&P 0,1%, DJ 0,2% e NASDAQ 0,6%, com a ata da última reunião do FED (“Copom” local) animando os investidores ao indicar que os membros do colegiado estão divididos quanto ao timing para começarem a reduzir os estímulos monetários.

Mostrando otimismo com o país, já que ressalta que o atual crise política na qual o governo brasileiro está mergulhado há meses não fez seu banco mudar seus planos para o Brasil, Ana Botín, presidente mundial do Santander, “avisou” que está aberta a oportunidades de aquisição em solo tupiniquim, como no segmento de gestão de recursos.

Segundo Sérgio Rial, presidente do Santander Brasil, o dinheiro liberado das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço teve um impacto maior que o esperado no sistema financeiro e na economia, ajudando inclusive o seu banco a reduzir a provisão contra calote de clientes.

Elevando cada dia mais o rombo das contas públicas, em um momento em que a arrecadação continua fraca, o governo enfrenta dificuldades para aprovar a reoneração da folha de pagamentos no Congresso Nacional, o que pode resultar numa perda adicional na previsão de receitas de R$ -2,5bi apenas neste ano de 2017.

Referendando a “contabilidade criativa” de Meirelles, ontem o Senado aprovou um projeto de lei que permite a incorporação da verba destinada ao pagamento de precatórios não sacados por 2 anos, o que resultará na injeção de R$ 8,6bi para os cofres do governo e é a principal “aposta” para obter receitas extraordinárias no curto prazo e desbloquear parte do Orçamento na revisão que será divulgada no fim deste mês.

Agora que “a vaca foi para o brejo” e a conta ficou para a população pagar, o Tribunal de Contas da União, formado por políticos picaretas aposentados, decidiu ontem responsabilizar Joesley Batista, dono da JBS, juntamente com o ex-ministro da Fazenda Guido Mantega e o ex-presidente do BNDES Luciano Coutinho, por um prejuízo de R$ -126mi causado ao banco público em operação para a compra do frigorífico americano Swift, em 2007.

Com potencial para ajudar a elevar os preços das commodities exportadas pelo Brasil, segundo um relatório divulgado ontem pelo Departamento de Agricultura dos EUA as condições das lavouras norte-americanas de soja e de milho continuam com patamares inferiores aos do ano passado.

-    A Gol avançou 12,8%, após a empresa divulgar dados preliminares do segundo trimestre, com estimativa de crescimento de 1,5% a 2% na margem operacional ante igual período do ano passado.

Política:

Claramente decidido a vender até um braço para se manter no poder, o presidente Temer, sob pressão das centrais sindicais, estuda incluir em medida provisória dispositivos para evitar que as corruptas, ineficientes e vagabundas entidades trabalhistas e patronais passem por aperto financeiro com o fim do imposto sindical obrigatório.

Em mais um escandaloso conflito de interesses do ministro do Supremo que foi escolhido por Dilma mesmo após ser militante e advogado do PT, foi revelado que o sogro da filha de Edson Fachin é chefe em uma das empresas da família do picareta Joesley Batista, cujo acordo de colaboração premiada foi homologado pelo próprio magistrado.

Antes do jantar que que fez ontem em sua residência oficial, a pretexto de discutir a reforma política, Rodrigo Maia, presidente da Câmara, fez uma reunião só com integrantes de seu partido, o DEM, na qual foi aconselhado a “agir como um magistrado” durante o julgamento de Temer na Câmara.

Diante dos sinais cada dia mais claros de que o deputado peemedebista Sergio Zveiter, relator da denúncia contra Temer na Comissão de Constituição e Justiça, vai elaborar um parecer desfavorável ao Planalto, aliados do presidente começam a fazer o discurso de que o resultado que vale é o da votação no plenário da Câmara.

Com Rodrigo Maia, presidente da Câmara, se distanciando cada dia mais do governo, cresce rapidamente a possibilidade do PSDB deixar oficialmente a base aliada do governo Temer, entregando seus ministérios e partindo diretamente para a oposição.

Sangrando cada vez mais, Temer, em articulações para enfrentar uma votação que pode afastá-lo do cargo, convocou ontem de forma emergencial seus 22 ministros de seu governo para uma reunião e “garantiu” que, mesmo que seja derrotado na Câmara, tem certeza de que será absolvido pelo Supremo Tribunal Federal.

“Encurralando mais um bandido tucano de elevada patente”, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu abertura de um inquérito no Supremo Tribunal Federal para apurar se o senador Serra recebeu cerca de R$ 7mi por meio de caixa dois da JBS na campanha presidencial de 2010.

Ontem, em entrevista ao jornalista Roberto D'Avila, da GloboNews, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, disse que ficou "chocado" e "enjoado" ao ouvir a gravação da conversa entre o picareta Joesley Batista e o bandido do presidente Temer.

Confraria de bandidos, o Conselho de Ética do Senado, conforme esperado, deve conseguir facilmente arquivar ainda hoje uma representação contra o senador tucano Aécio Neves por quebra de decoro parlamentar.

Arrepiando até o ultimo fio de cabelo da peruca de Temer, o doleiro Lúcio Funaro, apontado como operador do ex-deputado Eduardo Cunha e que negocia um acordo de delação premiada com a Procuradoria, foi transferido ontem do Complexo Penitenciário da Papuda para a carceragem da Polícia Federal, em Brasília.

Crítica:

Piorando, segundo o próprio reitor, a qualidade da Universidade, e “estimulando a perpetuação da tese estupida de se dividir os humanos em raças”, a USP anunciou a decisão de reservar 37% de suas vagas para alunos autodeclarados pretos, pardos e indígenas, a partir do próximo ano, ressaltando que este patamar chegará a 50% em 2021.

Mostrando uma enorme coragem para inovar, a Volvo anunciou que todos os seus modelos terão motores elétricos a partir de 2019, o que a torna a primeira montadora de automóveis convencional a decretar o fim dos veículos movidos apenas por motores de combustão interna.

PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário