R.B. 11/JUL/17 "Aniquilando, com maestria, cada um dos argumentos frágeis da defesa"



"Aniquilando, com maestria, cada um dos argumentos frágeis da defesa"

São Paulo, 11 de julho de 2017 (TERÇA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve cair, acompanhando as perdas das demais bolsas mundiais e recuo das commodities, porem deve-se ressaltar que o patamar é interessante para compras, já que o “mercado” está se animando cada dia mais com um eventual governo de Rodrigo Maia, que em tese facilitaria a tramitação das reformas e (2) o DÓLAR pode subir, recuperando uma parte das perdas do pregão anterior e seguindo a esperada piora do “humor” na bolsa brasileira, mesmo diante dos resultados positivos da balança comercial.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 1,1%, iniciando um movimento de recuperação após 4 pregões seguidos de queda, acompanhando a valorização das principais bolsas mundiais, beneficiada pela recuperação dos preções das commodities e influenciada positivamente pelo aumento das “apostas” de queda do governo e (2) o DÓLAR caiu -0,7% à R$ 3,26, seguindo a melhora do “humor’ na bolsa brasileira e ainda influenciado pelo elevado patamar da taxa real de juros tupiniquim.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão 0,8% e China 0,2%, em meio a um processo de recuperação de perdas recentes, aliviadas pelo fato de que a reunião de líderes do G-20 causou menos discórdia do que o esperado, (2) da EUROPA, Inglaterra 0,3%, França 0,4% e Alemanha 0,5%, com as empresas do setor de energia impulsionadas pela valorização do petróleo e os investidores também animados com a divulgação de que a balança comercial da alemã registrou em MAI/17 um superávit maior do que o previsto por analistas e (3) dos EUA, sem uma tendência única, S&P 0,1%, DJ -0,1% e NASDAQ 0,4%, com o bom desempenho dos papeis de tecnologia, como Apple (0,6%) e Microsoft (0,8%), contrastando com as perdas das empresas do varejo tradicional, como Best Buy (-6,3%) e Macy's (-7,1%).

Mais pessimista com o desempenho da economia, o “mercado” reduziu, de 0,39% para 0,34%, suas “apostas” para o crescimento do PIB brasileiro este ano, porém, agora creditando que a taxa básica de juros fechará 2017 em 8,25% ao ano, as projeções para o IPCA deste ano também caíram, desta vez de 3,46% para 3,38%.

Dando 2 sinais positivos da economia brasileira, (1) em JUN/17 a arrecadação de impostos federais teve um crescimento real (que desconta a inflação) de 2,6% na comparação com JUN/16 e (2) no primeiro semestre deste ano as vendas de livros no país foram 6,8% maiores do que no mesmo período de 2016.

Já que o BNDES, graças à crise a à Lava Jato, está emprestando cada dia menos dinheiro para as grandes empresas, o que é excelente para o país, no primeiro semestre deste ano, segundo dados oficiais da Anbima, as companhias captaram R$ 104,4bi no mercado de capitais tupiniquim, o que representa um aumento de 30,3% em relação ao mesmo período do ano passado.

Com as exportações apresentando um desempenho 4,3% melhor do que no mesmo período de 2016, na semana passada a balança comercial brasileira registrou um superávit de US$ 1,04bi, elevando o saldo positivo acumulado no ano para US$ 37,26bi, valor 56,2% superior ao auferido no mesmo período do ano passado.

Dando uma ótima notícia para o setor agrícola brasileiro, por conta das expectativas de um clima adverso nos EUA, a cotação da saca de soja, negociada na bolsa de Chicago, subiu US$ 2,93 nos últimos dez pregões e ontem fechou a US$ 10,39.

Política:

“Aniquilando, com maestria, cada um dos argumentos frágeis da defesa”, o deputado federal peemedebista Sergio Zveiter, conforme esperado, apresentou ontem na Comissão de Constituição e Justiça seu parecer pelo prosseguimento de denúncia no Supremo contra o presidente Temer por corrupção passiva.

Apesar do governo Temer estar fragilizado pela denúncia criminal apresentada contra o presidente, hoje, provavelmente por uma margem apertada (com 43 dos 41 votos necessários), deve ser aprovada definitivamente Senado uma ampla reforma da legislação trabalhista.

Atendendo aos desejos de Alckmin e Doria, que querem manter o partido na base aliada em troca do apoio do PMDB à candidatura tucana à presidência em 2018, ontem, após mais de 4 horas de reunião, os “caciques” do PSDB decidiram adiar novamente a decisão de desembarcar do governo Temer, o que confirma a enorme falta de compromisso do partido com a ética e com seus eleitores.

Como se já não tivessem problemas suficientes com os “radicais livres” do PMDB e com os “cabeças pretas” do PSDB, os aliados do presidente Temer agora tentam amenizar o clima de tensão que permeia as relações do Planalto com DEM, partido do presidente da Câmara Rodrigo Maia.

Casado com a sogra de Rodrigo Maia e amigo do presidente Temer há décadas, Moreira Franco está “se borrado de medo” de ir para a cadeia e já negocia em paralelo com o referido presidente da Câmara sua manutenção no ministério de seu eventual governo para manter o fórum privilegiado.

Crítica:

Em mais uma amostra do “doentio nível de intervenção do Estado tupiniquim” na vida dos brasileiros, o site de comércio eletrônico MercadoLivre foi obrigado a retirar os anúncios de vendas do Switch, novo videogame da Nintendo, pois o aparelho não foi homologado pela Anatel.

Em JAN/15 a Nintendo fechou as suas operações oficiais no Brasil justamente por causa da burocracia e excesso de impostos no país.

PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil


Nenhum comentário:

Postar um comentário