R.B. 26/JUN/17 "Estamos condenados ao voo de galinha"



"Estamos condenados ao voo de galinha"

São Paulo, 26 de junho de 2017 (SEGUNDA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve seguir em queda, mesmo diante da valorização das demais bolsas mundiais, com “boas chances” zerar ainda nesta semana os ganhos acumulados no ano (1,4%), influenciada negativamente pela intensificação dos problemas políticos tupiniquins, como a denúncia formal contra Temer e a manutenção de Lula na liderança pela corrida presidencial de 2018 e (2) o DÓLAR pode subir, acompanhando a esperada piora do “humor” na bolsa brasileira e pressionado pela saída de recursos do país.

Sexta-feira, no BRASIL, (1) a BOVESPA caiu -0,3%, ainda sustentando o “suporte’ dos 61.000pts, já que fechou aos 61.87pts, acompanhando a instabilidade das demais bolsas mundiais, com baixo volume de negócios (R$ 5,8bi) e abalada pela decisão dos EUA de suspender as importações de carne “in natura” do Brasil e (2) o DÓLAR subiu 0,1% à R$ 3,34, influenciado pelos mesmos motivos que derrubaram a bolsa brasileira e afugentam cada dia mais o investidor externo do país.

Também sexta-feira, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão 0,1% e China 0,3%, após alguma volatilidade inicial, que se transformou em um movimento de alta diante da divulgação de resultados corporativos robustos, (2) da EUROPA, Inglaterra -0,2%, França -0,3% e Alemanha -0,5%, prejudicadas por dados negativos da economia da zona do euro, como o índice de gerentes de compras, que recuou de 56,8pts em MAI/17 para 55,7 em JUN/17, atingindo o menor nível em 5 meses e ficando abaixo das “apostas do mercado” e (3) dos EUA, sem uma tendência única, apesar de acumularem ganhos na semana, S&P 0,2%, DJ -0,1% e NASDAQ 0,4%, com as ações do setor de saúde, beneficiadas por dados encorajadores sobre o desenvolvimento de medicamentos, ofuscando perdas do setor energético, que por sua vez foram prejudicadas pelo desempenho do petróleo, que recuou -4,4% na semana e entrou no "bear market", caindo mais de 20% na comparação com a máxima do ano, verificada em FEV/17.

Na contramão do que ocorre atualmente no Brasil, os principais bancos centrais devem continuar a aumentar as taxas de juros, afirmou ontem o Banco de Compensações Internacionais, que é considerado o banco central dos bancos centrais, ressaltando também que ao mesmo tempo ocorrerão turbulências nos mercados.

Dando sequência à uma debandada que, diante da intensificação da crise política, cresce a cada dia com mais velocidade, na última quarta-feira (21/JUN/17), os investidores estrangeiros retiraram R$ 127,285mi da bolsa tupiniquim, elevando o saldo negativo acumulado neste mês para R$ -1,8bi.

Confirmando que cada povo tem o governo que merece, segundo Robson Andrade, presidente da Confederação Nacional da Indústria, que reúne as 27 federações industriais, 1.250 sindicatos patronais, aos quais estão filiados quase 700 mil companhias, o empresariado prefere continuar com o presidente Temer, já que avalia que mais uma transição no país geraria muito turbulência.

Geridos por bandidos indicados por políticos, os fundos de previdência de empresas estatais, como a Previ (do Banco do Brasil), o Petros (da Petrobras) e a Funcef (da Caixa), que estão entre os principais investidores em projetos de longo prazo, podem precisar vender participações acionárias e imóveis para pagar aposentadorias, segundo um estudo feito para associação do setor, a Abrapp.

Ressaltando, com toda a razão, que, sem reformas, não haverá financiamento privado de longo prazo "nem na próxima década" e "estamos condenados ao voo de galinha", o economista Luiz Chrysostomo de Oliveira Filho, diretor da Anbima, alertou que a infraestrutura brasileira enfrentará um desafio cada dia maior.

Para compensar as dificuldades de arrecadação enfrentadas neste primeiro semestre, o governo Temer tenta acelerar a aprovação do projeto de lei que permite a recuperação de cerca de R$8bi em precatórios não sacados.

Ainda que tudo tenha se paralisado após o recrudescimento da crise política tupiniquim, os setores de jogos de azar e hoteleiro continuam a se movimentar de olho na possibilidade de legalização dos jogos de azar no país.

Mostrando que a população acredita que as coisas vão piorar, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Datafolha entre os dias 21 e 23/JUN/17, 54% dos brasileiros acreditam que a taxa de desemprego, que está hoje no nível recorde de 13,6%, vai aumentar mais.

Agindo apenas agora que “a vaca voltou para o brejo”, o Ministério da Agricultura, comandado por Blairo “motosserra” Maggi, determinou que seja feita uma auditoria nos frigoríficos que possuem autorização para exportar carne bovina in natura para os EUA.

Política:

“Batendo forte”, a primeira denúncia da Procuradoria Geral da República contra Temer deve ser apresentada hoje e o parecer de Rodrigo Janot deixará claro não haver "ressaibo de dúvida” de que o referido presidente do Brasil cometeu crime de corrupção.

Provando mais uma vez a enorme demagogia e a vergonhosa incoerência do prefeito tucano Doria, a prefeitura de SP anunciou que sancionará sem vetos o Plano de Parcelamento Incentivado aprovado na última quinta-feira pela Câmara Municipal que, ajudando pastores e padres caloteiros, prevê anistia às dívidas de igrejas.

Comprovando novamente que a única saída racional para o Brasil é o aeroporto de Guarulhos, segundo uma pesquisa divulgada ontem Lula, um dos maiores bandidos da história tupiniquim, lidera a disputa pela presidência do país em 2018, com 30% das intenções de voto, seguido por Bolsonaro e Marina Silva, que estão empatados com 15% e Doria, que tem 10%.

Para que sua picaretagem não fique tão descarada, o presidente Temer recuou e anunciou que pretende seguir um nome da lista tríplice da Associação Nacional dos Procuradores da República para substituir Rodrigo Janot, o atual procurador-geral da República.

Com o impasse, tucanos ligados a Serra e aliados de Aécio atuam para evitar que o partido convoque convenção para definir nova direção, já que acham que, com o apoio do prefeito de SP, Doria, que está em alta, o grupo de Alckmin pode levar o comando da sigla.

A imagem de Temer anda tão arranhada que, segundo pesquisa do Datafolha, 50% dos que dizem desconhecer as denúncias de corrupção contra o presidente afirmam acreditar mesmo assim que o peemedebista tem envolvimento direto nelas.

Crítica:

Excelente fonte de proteína, porém ainda envolta em bastante preconceito principalmente no ocidente, o apetite por insetos está em alta, agora que os benefícios ambientais e de saúde de grilos, moscas e vermes começam a ser conhecidos e comprovados cientificamente e um número crescente de empresas está explorando o seu potencial como fonte de comida e ração animal.

PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil


Nenhum comentário:

Postar um comentário