R.B. 20/JUN/17 "Somente mais um picareta na política tupiniquim"



"Somente mais um picareta na política tupiniquim"

São Paulo, 20 de junho de 2017 (TERÇA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve cair, devolvendo os ganhos do pregão anterior, prejudicada pelo recuo das commodities e pressionada pelo crescente aumento da crise política tupiniquim e (2) o DÓLAR pode subir, recuperando o patamar dos R$ 3,30, seguindo a trajetória internacional da moeda norte-americana e acompanhando a esperada piora do “humor” na bolsa brasileira.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 0,6%, tentando iniciar um movimento de recuperação, influenciada positivamente pela valorização das commodities e pelo movimento ascendente das principais bolas mundiais, apesar do clima de incerteza com o cenário político doméstico e (2) o DÓLAR caiu -0,1% à R$ 3,29, revertendo uma abertura positiva, na qual chegou a avançar 0,4%, diante da melhora do ‘humor” na bolsa brasileira e também do anuncio de que a meta de inflação do país será reduzida para 4,25% a partir de 2019.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão 0,6% e China 0,7%, beneficiadas por dados positivos de preços de moradias novas na China e por números animadores da balança comercial japonesa, (2) da EUROPA, Inglaterra 0,8%, França 0,9% e Alemanha 1,1%, beneficiadas pela valorização das commodities e “animadas” pela confirmação de que Emmanuel Macron, presidente francês, conquistou a maioria no Parlamento na disputa eleitoral que se encerrou no domingo e (3) dos EUA, S&P 0,8%, DJ 0,7% e NASDAQ 1,4%, impulsionadas principalmente pela recuperação das ações de tecnologia, como Apple (2,9%) e Facebook (1,5%), que fizeram os índices DJ e o S&P 500 renovarem as máximas históricas.

Ressaltado que as expectativas de inflação já estão abaixo do centro da meta, que o IPCA segue em queda e que existe um elevado grau de ociosidade na economia, Ilan Goldfajn, presidente do BC tupiniquim, voltou a destacar que a taxa básica de juros está em processo de queda.

Abrindo espaço para novos cortes na taxa básica de juros, o “mercado” reduziu, de 0,41% para 0,40%, suas “apostas” para o crescimento da economia brasileira em 2017 e também diminuiu, desta vez de 3,71% para 3,64%, suas projeções para o IPCA deste ano, patamar cada dia mais abaixo do centro da meta (4,5%).

Ainda fingindo que o Brasil não está passando por um caos político-policial, Meirelles, ministro da Fazenda, afirmou que a definição de regras para concessões e privatizações "está avançando", ressaltando que, com regras claras para os investidores, o país tem excelentes oportunidades em projetos nas áreas de energia, petróleo, rodovias e ferrovias.

Apresentando até agora um superávit 48% maior que o auferido no mesmo período de 2016, até o final da semana passada a balança comercial brasileira registrava neste ano de 2017 um saldo positivo de US$ 32,6bi.

Perdendo até da ínfima inflação (3,6% nos últimos 12 meses), algo que os “especialistas” do setor não contam, em ABR/17 a comercialização de imóveis novos na cidade de SP avançou 2,5% na comparação com o mesmo mês de 2016, porem, no acumulado dos 4 primeiros meses do ano, houve queda de 4,3% na comparação anual, o que representa o pior resultado desde 2004.

Mostrando que, apesar da enorme crise política-policial, “ainda tem maluco que aposta no Brasil”, a francesa EDF Energies Nouvelle adquiriu da Canadian Solar participação de 80% na usina solar fotovoltaica Pirapora 2, localizada em MG, que terá capacidade instalada de 115 megawatts quando concluída.

Política:

Cúmplices e muito mais amigos do que se imagina, Lula, com o apoio de muito “peixe graúdo” do mercado financeiro tupiniquim, está articulando intensamente para manter Temer na presidência do Brasil, já que acredita que com o peemedebista fora do poder as reformas serão aprovadas com mais facilidade.

Podendo acabar definitivamente com a carreira de mais um bandido da política tupiniquim, hoje a primeira turma do Supremo Tribunal Federal vai analisar um novo pedido de prisão do tucano Aécio Neves apresentado pela Procuradoria-Geral da República.

Comprovando a cada dia que é “somente mais um picareta na política tupiniquim”, ontem Doria, prefeito de SP, voltou a defender o apoio do PSDB a manutenção de Temer na presidência do Brasil, ressaltando que nada foi provado conta o referido peemedebista.

Escancarando a “guerra no judiciário”, ontem Nicolao Dino, subprocurador-geral da República, rebateu as críticas do ministro do STF Gilmar Mendes às investigações conduzidas pelo Ministério Público Federal. Ressaltando que "a fala de Gilmar é um desserviço à República".

Documentos da Junta Comercial de SP mostram a vinculação do coronel aposentado da PM paulista João Baptista Lima Filho, faz-tudo do presidente Temer, a um contrato de R$ 162mi, investigado pela Lava Jato, sem disputar a licitação que foi vencida por outra empresa, sediada na Suécia.

Acreditando, com uma boa dose de razão e assim como pensa Lula, que “todos os brasileiros são otários”, ontem, antes de embarcar para a Rússia, Temer afirmou que criminosos não ficarão impunes, ressaltando que seu governo acabou com favores que privilegiavam apenas algumas poucas empresas.

As contradições de Joesley Batista e a afirmação do ex-deputado Eduardo Cunha de que o dono da JBS se reuniu com Lula para discutir o impeachment de Dilma podem ser incorporadas ao processo que o presidente Temer move contra o empresário.

Formado por terroristas como Guilherme Boulos, do MST, e por bandidos como Lindbergh Farias, do PT, um grupo de representantes de movimentos de esquerda se reuniu na tarde deste domingo para traçar uma estratégia conjunta para a oposição.

Visto como um gesto de Rodrigo Janot ao Congresso em meio à expectativa sobre a iminente denúncia de Michel Temer ao STF, a “escandalosa e escabrosa” oferta de suspensão de processos contra políticos delatados na Lava Jato por caixa 2 obviamente despertou críticas.

Crítica:

Provando novamente que, na média, o povo brasileiro é tão corrupto quanto os políticos que elegem, o governo de SP bloqueou o prêmio de R$ 1mi concedido pelo programa da Nota Fiscal Paulista neste mês pois foi verificado que o vencedor registrou compras diárias em uma mesma loja de materiais de construção especializada em madeira que, pela frequência e quantidade, levantaram suspeitas de irregularidades no modo como foi feita a inclusão do seu CPF.

PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário