R.B. 18/MAI/17 "No médio prazo isto será ótimo"



"No médio prazo isto será ótimo"

São Paulo, 18 de maio de 2017 (QUINTA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve despencar, com boas chances dos negócios serem interrompidos pelo mecanismo de Circuit Breaker, abalada pela enorme crise política causada pelas gravações e denúncias apresentadas pelos donos da Friboi contra o presidente Temer e (2) o DÓLAR pode disparar, impulsionado pelo mesmo motivo que vai derrubar a bolsa tupiniquim e também acompanhando a valorização internacional da moeda norte-americana diante do aumento das “apostas” de queda de Trump, presidente dos EUA.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA caiu 1,7%, realizando lucros após 6 pregões seguidos de alta, acompanhando as perdas das demais bolsas mundiais e prejudicada pelo acirramento das tensões políticas nos EUA e (2) o DÓLAR subiu 1,2% à R$ 3,14, em um “ajuste técnico” após perdas recentes, seguindo a piora do “humor” na bolsa tupiniquim e influenciado pela ausência do BC na ponta vendedora.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão -0,5% e China -0,7%, diante do aumento das dúvidas sobre a capacidade do presidente dos EUA, Trump, de aprovar amplas reformas no Congresso norte-americano, (2) da EUROPA, Inglaterra -0,3%, França -1,6% e Alemanha -1,3%, com destaques de queda para as ações dos bancos, abalados pela denúncia de que Trump tentou interferir em uma investigação do FBI sobre seu ex-conselheiro de Segurança Nacional, Mike Flynn e (3) dos EUA, S&P -1,8%, DJ -1,8% e NASDAQ -2,6%, cada dia mais afetadas pela crise política que pode derrubar o presidente Trump e inviabilizar as reformas para impulsionar o crescimento da economia do país.

Além de causar uma forte queda dos ativos brasileiros no mundo todo, as denúncias dos donos da Friboi contra o presidente Temer e contra Aécio devem inviabilizar o avanço das reformas e suspender o ciclo de queda da taxa básica de juros, o que prejudica muito o país no curto prazo.

Sem a menor vergonha de dar um calote, o governo federal encaminhou ao Congresso um projeto de lei que determina que recursos destinados ao pagamento de precatórios e de requisições de pequeno valor que estejam sem movimentação há mais de dois anos sejam restituídos aos cofres públicos, o que pode ter um impacto positivo de cerca de R$ 8,6bi nas contas públicas.

Diante do baixo nível dos reservatórios das usinas hidroelétricas do Norte e Nordeste e dos sinais de aumento do consumo de energia, o governo Temer, que não fez os investimentos necessários para ampliar a capacidade de geração de energia tupiniquim, prepara uma campanha para incentivar a redução do consumo no país.

Com “necessidade urgente” de fazer caixa para cobrir o rombo das contas públicas e pagar os “agrados” necessários para os “nobres parlamentares” aprovarem as reformas, o governo federal espera arrecadar ao menos R$ 11bi com os leilões de quatro hidrelétricas previsto para SET/17.

Dando um sinal positivo da economia brasileira, a receita das grandes redes de farmácias cresceu 9,26% no primeiro trimestre deste ano na comparação com o mesmo período de 2016, com destaques positivos para os itens de higiene e beleza.

“Apostando alto e perigosamente” na recuperação do setor imobiliário tupiniquim, a construtora Brookfield Incorporações anunciou que vai lançar 11 projetos residenciais no Estado de SP, com um investimento de aproximadamente R$ 650mi.

Como tem “vocação natural” para o setor agrícola, o Brasil mantém um ritmo forte na produção de grãos nos últimos anos, porém, como o país também não tem a mínima infraestrutura necessária, a armazenagem não tem acompanhado essa evolução e a supersafra esperada para este ano vai elevar bastante o valor dos fretes, reduzindo a lucratividade dos produtores.

-    O Facebook caiu -3,3%, diante do anuncio de que o órgão de fiscalização antitruste da União Europeia está pronto para acusar a referida rede social de fornecer "informações incorretas ou enganosas" a pesquisadores que estavam investigando a compra do WhatsApp, em 2014.
-    A Fiat caiu -4,6% na bolsa italiana, diante de relatos de que a União Europeia planeja iniciar um inquérito sobre alegações fraude nos testes de emissões de gases estufa.
-    A ThyssenKrupp subiu 3,1% na bolsa da Alemanha, em meio a especulações sobre uma fusão com a Tata Steel.

Política:

Caso o governo Temer caia e Rodrigo Maia, presidente da Câmara, seja impedido de assumir por conta das denúncias de corrupção contra ele, Carmen Lucia, presidente do Supremo, deve assumir o comando do país e manter Meirelles, ministro da Fazenda, como uma espécie de primeiro ministro como forma de tentar acalmar o mercado financeiro.

Gravado clandestinamente por um dos donos da Friboi pedindo a compra do silêncio do ex-deputado federal e hoje presidiário Eduardo Cunha, o presidente Temer ou renúncia ou será cassado e, se ainda existir o mínimo de justiça, deve ocupar também uma cela na cadeia.

A denúncia dos donos da Friboi, que são avalizadas por provas da Polícia Federal, acaba com a carreia de Aécio Neves, o maior picareta da história do PSDB, e deixa o caminha praticamente livre para Dória ser o próximo presidente do Brasil.

Tomando uma decisão bastante rápida, hoje pela manhã o Supremo Tribunal Federal decidiu afastar do cargo o senador mineiro Aécio Neves, presidente nacional do PSDB, e emitir um mandado de prisão preventiva contra Andrea Neves, irmã do referido tucano, e contra o procurador da República Ângelo Goulart Vilela, do Tribunal Superior Eleitoral.

Responsáveis por um enorme assalto aos cofres públicos tupiniquins, Luciano Coutinho, ex-presidente do BNDES, e Joesley Batista, dono da Friboi, foram intimados a depor para a Polícia Federal na próxima segunda-feira e o assunto será as doações, transvestidas de aportes, do referido banco de fomento na referida empresa.

Como o cego que zomba do zarolho, o perfil de Lula no Facebook divulgou na madrugada de hoje duas imagens em que o juiz federal Sergio Moro aparece com o presidente Temer e com o senador Aécio.

Lesando os cofres públicos e premiando a irresponsabilidade fiscal, ontem o plenário do Senado Federal aprovou, com 56 votos favoráveis e 9 contrários, um projeto de socorro aos Estados em calamidade financeira que permite que eles deixem de pagar a dívida com a União e com os bancos estatais por 3 anos.

Crítica:

As denúncias dos donos da Friboi, que durante os governos Lula e Dilma saíram de um abatedouro para o maior produtor de proteína do mundo, vão abalar o Brasil, (1) a bolsa deve despencar, (2) o dólar vai disparar, (3) existe boa chance de queda do governo Temer, (4) será bem maior a dificuldade de aprovação das reformas, (5) a recuperação econômica fica complicada e (6) as incertezas serão elevadas, mas “no médio prazo isto será ótimo”, pois lugar de bandido é na cadeia, seja do PT, do PMDB, do PSDB ou até da PQP.

PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil



Nenhum comentário:

Postar um comentário