R.B. 17/MAI/17 "Já batendo de frente"



"Já batendo de frente"

São Paulo, 17 de maio de 2017 (QUARTA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve cair, realizando lucros após 6 pregões seguidos de alta, acompanhando as perdas das demais bolsas mundiais, diante do acirramento das tensões políticas nos EUA, porem deve-se ressaltar que a tendência ainda é de alta e que um recuo pode ser uma boa oportunidade para compras e (2) o DÓLAR pode subir, também recuperando perdas recentes, seguindo a esperada piora do “humor” na bolsa tupiniquim e influenciado pela ausência do BC na ponta vendedora.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 0,3%, para fechar o dia no maior patamar desde 21/FEV/17, seguindo a valorização do petróleo, beneficiada pelo aumento das “apostas” de aprovação da reforma da previdência e impulsionada pelos sinais de que o Copom pode cortar a taxa básica de juros da economia tupiniquim em -1,25% na reunião do final deste mês e (2) o DÓLAR caiu -0,3% à R$ 3,09, rompendo o “suporte” dos R$ 3,10, acompanhando a manutenção do “bom humor” na bolsa tupiniquim e pressionado pelas expectativas de aumento do fluxo positivo de recursos externos diante de uma nova captação da Petrobrás e do início dos trabalhos do fundo bilateral China/Brasil.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão 0,3% e China 0,7%, impulsionadas pela valorização do petróleo e pela decisão do BC da china de fazer a maior injeção de liquidez no sistema financeiro do país em quase 4 meses, (2) da EUROPA, sem uma tendência única, Inglaterra 0,9%, França -0,2% e Alemanha -0,1%, divididas entra notícias corporativas, mais uma polêmica envolvendo Trump e dados mistos da economia da região e (3) dos EUA, também sem uma tendência única, S&P -0,1%, DJ -0,1% e NASDAQ 0,3%, pressionadas pela turbulência política em Washington, porem também impulsionadas por ações de companhias ligadas ao setor de tecnologia, o que levou o Nasdaq a renovar o maior patamar da história.

Finalmente falando bem do país, ontem o prestigiado jornal inglês Financial Times publicou um caderno especial sobre o Brasil com 11 reportagens, nas quais destaca principalmente que (1) a recessão parece estar chegando ao fim, (2) o governo está cortando gastos e (2) as reformas estão avançando.

Fruto do trabalho sério e minimamente competente de Meirelles, ministro brasileiro da Fazenda, o risco-Brasil, que é levado em consideração na hora dos investidores globais colocarem dinheiro no país, atingiu ontem o menor nível desde DEZ/14.

Ascendendo mais uma luz no final do túnel da economia tupiniquim, em ABR/17, registrando o segundo mês positivo no ano e também o melhor resultado desde 2014, foram criadas no país 59,8 mil vagas de trabalho com carteira assinada, com destaque positivo para o setor agrícola.

Mostrando que com trabalho sério e competente é mais fácil o Brasil atrair “dinheiro sério”, na sexta-feira passada, 1 dia depois da Petrobrás anunciar que seu lucro do primeiro trimestre (R$ 4,4bi) ficou bem acima do esperado pelo “mercado” (R$ 2,0bi), os investidores estrangeiros ingressaram com R$ 455mi na bolsa tupiniquim, elevando assim o resultado positivo acumulado no ano para R$ 1,1bi.

-    A JBS recuou -8,1%, após a empresa, antro de corrupção bancado pelo dinheiro fácil e barato do BNDES, divulgar resultado de primeiro trimestre abaixo do esperado por analistas e assim mostrar que também é incompetente.
-    A Walt Disney recuou -1,1% na bolsa de NY, após hackers conseguirem acesso ao novo filme da franquia Piratas do Caribe.

Política:

“Já batendo de frente” com Alckmin, ontem, durante uma jantar de gala em sua homenagem que ocorreu em NY, Doria, prefeito de SP, afirmou que a escolha do candidato do PSDB ao Planalto deve ser feita por meio de um processo interno da sigla.

Claramente com “medo” do crescimento de Dória, ontem Marina Silva, ex-senadora do PT e do PV que fundou o REDE para ser candidata à presidente, afirmou que a onda antipolítica que deságua no mundo todo não é apenas um risco à democracia, mas uma falácia.

Obviamente de forma velada e discreta, Alckmin, que apresar de ser membro da Opus Dei vende até a alma ao Capeta para ser presidente do Brasil, liberou seus aliados para que eles ataquem a “pressa” do prefeito tucano Doria, de SP, de ser candidato à presidente.

Aliado fiel, muito mais alias que o PMDB, o PSDB acertou com o presidente Temer e com Romero Jucá que o texto da reforma trabalhista aprovado na Câmara será mantido nas três comissões do Senado que vão avaliar a proposta.

Mostrando que ele saiu do PT mas o PT não sai dela, Marta Suplicy, atualmente senadora pelo PMDB, saiu em defesa de vagabundos ao afirmar que é muito “complexa e radical” a proposta de  acabar com a obrigatoriedade do imposto sindical.

Com “o populismo na veia”, um grupo de senadores do PMDB próximos a Renan Calheiros, que é líder do partido no Senado, sugeriu ao presidente Temer o lançamento de um "pacote de bondades", que incluiria uma irresponsável correção da tabela de imposto de renda, como contrapartida ao apoio às reformas trabalhista e previdenciária.

Em defesa de sua vida boa de privilégios e mordomia, a Força Sindical “avisou” que tem 500 ônibus saindo de todo o país rumo a Brasília para a marcha das centrais, dia 24, que vai protestar contra as reformas do governo Temer e principalmente contra o fim do nefasto imposto sindical.

Legislando à favor de seus “companheiros”, as Assembleias tupiniquins blindaram 98% das investigações contra governadores entre 2001 e 2016 segundo dados do Superior Tribunal de Justiça, que é a corte onde os chefes do Executivo estadual são julgados.

Como a mentira tem perna curta e com tecnologia é possível rastrear tudo, informações guardadas pelo Google poderão ajudar investigadores a esclarecer se a ex-presidenta Dilma utilizou de fato uma conta de e-mail para avisar o casal João Santana e Mônica Moura, marqueteiros do PT, sobre avanços da Lava Jato.

Crítica:

Protestando para o governo cumprir com o prometido, que é aprovar uma Medida Provisória que estabelece bônus de produtividade e eficiência para suas carreiras, os auditores fiscais da Receita Federal, que é sempre bom ressaltar também “heróis ocultos do combate a corrupção” no país, iniciaram uma greve de 3 dias que deve causar prejuízos e transtornos em portos, aeroportos e fronteiras tupiniquins.

Beneficiado por uma decisão  de soltura de Gilmar Mendes, o seu “amigo de toga”, Eike Batista tem até o final do dia de hoje para depositar a fiança de R$ 52mi para continuar em sua “confortável e luxuosa” prisão domiciliar.

Como no Brasil os picaretas sempre tem bons amigos nas cortes elevadas, ontem o desembargador federal Néviton Guedes decidiu revogar a decisão da Justiça Federal de Brasília de suspender as atividades do Instituto Lula, que comprovadamente é um antro de corrupção e criminalidade.

Confirmando que os “nobres magistrados tupiniquins” se consideram uma classe superior, o plenário do Conselho Nacional de Justiça considerou que o desembargador Dilermando Motta Pereira, do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, não cometeu falta disciplinar que justifique punição administrativa ao ter humilhado um garçom que não seguiu suas ordens de chama-lo de excelência.

PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil


Nenhum comentário:

Postar um comentário