R.B. 18/ABR/17 "Achando que é o maior malandro do mundo"



"Achando que é o maior malandro do mundo"

São Paulo, 18 de abril de 2017 (TERÇA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve cair, devolvendo uma boa parte da forte alta do pregão anterior, acompanhando a piora do “humor” nas principais bolsas mundiais e também pressionada pelo recuo das commodities e por más notícias corporativas e (2) o DÓLAR pode subir, seguindo a valorização internacional da moeda norte-americana e também influenciado pela ata do Copom, que deve indicar que a taxa básica de juros da economia brasileira será reduzida em no mínimo -1,0% na próxima reunião.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 2,4%, em um movimento de recuperação após 3 pregões seguidos de queda e após fechar o pregão anterior no menor patamar desde 11/JAN/17, acompanhando o movimento ascendente das bolsa de NY e com destaques de alta para as ações dos bancos, como Bradesco (4,5%) e Itaú (4,5%) e (2) o DÓLAR caiu -1,3% à R$ 3,11, pressionado pelos leilões de venda do BC, influenciado pela melhora do “humor” na bolsa brasileira e seguindo a trajetória internacional da moeda norte-americana.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, sem uma tendência única, Japão 0,1%, tentando uma recuperação após 4 pregões seguidos de queda, graças ao bom desempenho de ações chamadas "defensivas", que dependem da demanda no Japão e China -0,7%, em meio a temores de que haja um endurecimento de medidas contra negócios especulativos na bolsa chinesa e também prejudicadas pela continuidade das tensões geopolíticas na região das Coreias, (2) da EUROPA, Inglaterra, França e Alemanha permaneceram fechadas por conta do feriado de Páscoa e (3) dos EUA, recuperando parte das perdas registradas na semana passada, S&P 0,9%, DJ 0,9% e NASDAQ 0,9%, diante do otimismo com a temporada de balanços e da redução nas preocupações geopolíticas.

Superando bastante as “apostas do mercado”, que na média estavam em 0,55%, em FEV/17 o indicador do BC tupiniquim que mede o ritmo de crescimento da economia registrou avanço de 1,31% em relação ao mês anterior, impulsionado principalmente pelas safras recordes de grãos já colhidas e projetadas neste ano.

Revelando o estrago causado pela incompetência e pela corrupção dos governos Lula e Dilma, o governo Temer anunciou ontem que projeta, mesmo com a aprovação da reforma da previdência, que dívida bruta tupiniquim, que é um importante indicador da saúde das contas de um país, subirá a 76,9% do PIB no ano que vem, avançará para 77,9% do PIB em 2019 e só começar a cair em 2020, quando recuará para 77,7% do PIB.

Pessimista por um lado, mas otimista por outro, o “mercado” reduziu, de 0,41% para 0,40%, suas previsões para o crescimento da economia brasileira em 2017, porem também diminuiu, de 4,09% para 4,06%, suas projeções para a inflação medida pelo IPC neste ano, o que certamente abre espaço para o Copom reduzir novamente a taxa básica de juros em -1,0% na sua próxima reunião.

Ajudando no controle da inflação e estimulando novos cortes da taxa básica de juros, os preços dos produtos agropecuários, influenciados pelo expressivo aumento da produção tupiniquim, caíram -3,43% nos últimos 30 dias até o dia 10 deste mês, segundo o IGP-10, e com isto o recuo acumulado no ano é de -7,2% e o dos últimos 12 meses a deflação está em -2,5%.

-    A Usiminas disparou 7,8%, diante de “rumores”, parcialmente confirmados pela empresa, de que a referida siderúrgica teve um lucro líquido de R$ 121mi no primeiro bimestre do ano.
-    A Petrobrás subiu1,4%, porem ontem, após o fechamento do pregão, a Justiça Federal de Sergipe, mostrando como é difícil fazer negócios no Brasil, suspendeu a venda da área de Carcará que a empresa estava negociando, por US$ 2,5bi, com a norueguesa Statoil.

Política:

Podendo “entregar muitos companheiros”, Palocci, ex-ministro da Fazenda, ex-queridinho de banqueiros e presidiário em Curitiba desde SET/16, já deu o primeiro passo para sua delação premiada, pois teve uma reunião com a força-tarefa da Lava Jato na Polícia Federal e pessoas ligadas a ele dizem que ele vai falar sobre corrupção em bancos de investimento.

Ontem, em mais um de seus discursos sem logica, a senadora petista Gleisi Hoffmann, que aliás é líder do seu partido e foi citada inúmeras vezes pelos delatores da Odebrecht com a alcunha de “amante”, afirmou que a Operação Lava Jato está "desestruturando" a política e dará lugar a “aventureiros” na eleição de 2018, o que cá entre nós é bem melhor que os bandidos e corruptos atuais.

Apesar das feministas defenderem direitos iguais para ambos os sexos, diante da pressão da sociedade, o deputado federal Arthur Oliveira Maia, relator da reforma da Previdência, “avisou” que a nova idade mínima para aposentadoria das mulheres deve cair de 65 anos para 62 ou 63 anos na proposta que será apresentada hoje pelo governo.

“Pagando qualquer preço” pela reforma da Previdência, pois acredita que isto pode desviar o foco das denúncias contra ele, o presidente Temer determinou a auxiliares que destravem nomeações de cargos no governo para cerca de 40 deputados da base aliada em troca de votos favoráveis à referida matéria.

“Achando que é o maior malandro do mundo”, Lula, para tumultuar e atrasar o processo, solicitou a oitiva de 87 testemunhas em uma das ações contra ele na Lava Jato, porem o juiz federal Sérgio Moro, que é inteligente e atua como um enxadrista, aceitou o pleito desde que o referido bandido de 9 dedos esteja presente durante todos os depoimentos.

Há meses deputados e senadores estudam propor norma que livraria de ação criminal o congressista que confessasse a prática de caixa 2, porem a delação da Odebrecht fez com que líderes de partidos ligados ao governo decidissem suspender discussão sobre esta “leniência parlamentar”.

-    Na base do governo impera o entendimento de que, para “baixar a poeira” das delações da Odebrecht, todo o foco do Congresso deve se voltar para a discussão das reformas e de medidas para tirar a economia do atoleiro.
-   Apesar da sua inutilidade e enorme peso para o bolso dos trabalhadores, o imposto sindical é hoje umas das principais moedas de troca do governo para obter o apoio de sindicalistas à reforma da Previdência.
-   Mostrando que é vermelho por dentro, Alckmin, governador de SP, cedeu espaço para um evento do grupo anarco-terrorista MST, que aliás será palco de um discurso de Lula no dia seguinte ao depoimento dele ao Juiz Sergio Moro.

Crítica:

Como os grandes bancos brasileiros, sem concorrência e protegidos pelos órgãos de regulação, podem fazer o que quiserem com seus clientes, a alternativa para quem deseja usar o banco só pela internet, a conta digital sem cobrança de mensalidade, já foi descontinuada no Itaú, no Bradesco e no Banco do Brasil.

O Congresso Nacional tupiniquim não é formado por "bancadas" e sim por "gangues", já que temos a gangue da bola, da bala, da bíblia, do boi, da bebida e do cigarro, porem a única gangue que não é representada pelos “nobres parlamentares” é a gangue do povo.

Inexplicavelmente ainda solto, Emílio Odebrecht, patriarca da organização criminosa que se traveste de empreiteira, contou ao Ministério Público Federal que deu ordens para acabar com repasses ilícitos somente após a prisão do filho Marcelo, então presidente do grupo, em JUN/15, muito tempo depois do início da operação Lava Jato, cuja a primeira fase foi deflagrada em MAR/14.

PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil


Nenhum comentário:

Postar um comentário