R.B. 6/MAR/17 "Se mexer, e rápido"



"Se mexer, e rápido"

São Paulo, 6 de março de 2017 (SEGUNDA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve cair, realizando lucros recentes e acompanhando o recuo das commodities e das principais bolsas mundiais, porem o patamar é interessante para compras principalmente para quem “aposta” na aprovação das reformas e na recuperação da economia tupiniquim e (2) o DÓLAR pode subir, recuperando uma parte das fortes perdas de sexta-feira, seguindo a esperada piora do “humor” bolsa brasileira e influenciado pela consolidação das “apostas” de alta dos juros nos EUA já na reunião do FED (“BC” norte-americano) de MAR/17.

Sexta-feira, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 1,4%, mesmo com a instabilidade das bolsas de NY, diante da avaliação de que o andamento das delações no âmbito da operação Lava Jato ainda não está afetando o avanço de medidas vistas como importantes para a retomada da economia tupiniquim, incluindo a reforma da Previdência e (2) o DÓLAR caiu -1,2% à R$ 3,11, acompanhando a melhora do “humor” na bolsa brasileira e a trajetória internacional da moeda norte-americana, mesmo diante do aumento, de 52% para 94%, das “apostas” de alta dos juros dos EUA neste mês de MAR/17.

Também sexta-feira, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão -0,5% e China -0,4%, em movimento de cautela e de realização de lucros antes de discursos de autoridades do Fed (“BC” dos EUA), (2) da EUROPA, sem uma tendência única, Inglaterra -0,1%, França 0,6% e Alemanha -0,3%, também aguardando um discurso de Janet Yellen, presidente do Fed, e (3) dos EUA, após alguma volatilidade, S&P 0,1%, DJ 0,1% e NASDAQ 0,2%, diante do crescente otimismo com a economia do país, que ganhou novo fôlego após o discurso de Trump renovando promessas de fazer mais gastos em infraestrutura e mesmo após a sinalização de que os juros do país devem subir neste mês de MAR/17.

Neste final de semana o governo chinês anunciou que (1) sua meta de crescimento para 2017 será de “apenas” 6,5%, patamar abaixo da previsão de 2016, que era de algo entre 6,5% e 7% e que ficou em 6,7%, o que pode prejudicar o Brasil e (2) aumentará em 7% seus gastos militares, o que é uma resposta direta às pretensões do governo dos EUA de elevar sua presença na região.

Segundo, Marcos Jank, especialista em questões globais do agronegócio, embora potencialmente prejudicial para a economia global, o novo protecionismo norte-americano pode criar oportunidades para o Brasil, mas, para capturar seus benefícios, o país precisa “se mexer, e rápido”, avançando na estratégia de novos acordos bilaterais com a referida maior economia do mundo.

Obstinado a ser conhecido como um presidente reformista, mesmo que isto lhe custe a popularidade, Temer decidiu encampar a proposta da equipe econômica de Meirelles e implementar uma reforma tributária em etapas por meio de duas medidas provisórias e uma resolução do Senado.

Com o objetivo de acelerar a recuperação da economia tupiniquim, amanhã o governo Temer (1) anunciará um novo pacote de concessões de infraestrutura, que incluirá licitações de terminais portuários, linhas de transmissão, ferrovias e uma rodovia, com investimentos estimados superiores a R$ 45bi e (2) confirmará datas de início de licitação de 2 ferrovias que fizeram parte do primeiro pacote de concessões.

Dando sinais positivos da economia tupiniquim, (1) em JAN/17 o consumo de energia elétrica no país cresceu 2,8% ante o mesmo mês do ano passado, (2) as compras de moedas estrangeiras no Brasil aumentaram 55% em JAN/17 na comparação com o mesmo mês de 2016, (3) em FEV/17 a expectativa de recuperação da industria atingiu o maior patamar desde MAI/14, (4) depois de ultrapassar dois dígitos no ano passado, em FEV/17 o IPCA (índice oficial de preços) recuou para 5,35%, menor nível desde SET/12.

-    O Banco do Brasil avançou 4,9%, já que o presidente do banco reforçou o foco na rentabilidade, o que PE bem diferente do que acontecia nos governos Lula e Dilma.
-    A Usiminas subiu 4,4%, fechando na máxima do dia, e, logo após o fechamento do pregão, a empresa divulgou que os acionistas da subsidiária Mineração Usiminas aprovaram redução do capital social em R$ -1bi, movimento que vai render R$ A
-    Petrobrás ganhou 1,4%, acompanhando a valorização internacional do petróleo e se recuperando de quedas expressivas das ações da petroleira no pregão anterior.
-    A PDG disparou 5,9%, após a Justiça aceitar o pedido de recuperação judicial da empresa.

Política:

Sem temer o ônus político da declaração, o PMDB, partido do presidente Temer, divulgou no Facebook uma campanha que, mostrando a foto de uma cidade em ruínas, condiciona a existência de programas sociais, como o Bolsa Família e o Fies, à aprovação da reforma da Previdência.

Mostrando-se bastante alinhado com o governo Temer, Rodrigo Maia, presidente da Câmara, afirmou, após reunião no Ministério da Fazenda, que mesmo os pontos polêmicos da reforma da Previdência, que ele estimou que será votada na segunda quinzena ABR/17, são "totalmente defensáveis".

Mostrando que, ao invés de fazer justiça, a Suprema Corte tupiniquim é especialista em fazer política e engavetar processos, apenas 8% dos 50 políticos investigados por Rodrigo Janot, procurador-geral da República, se tornaram réus por decisão do Supremo Tribunal Federal e nenhum deles havia sido condenado até a última sexta-feira.

Com a perspectiva de Temer ser alvejado nesta semana pelos pedidos de inquérito após as delações da Odebrecht, o Planalto vai direcionar sua energia para fazer avançar a agenda econômica no Congresso e evitar a sensação de paralisia e, além da votação do projeto de terceirização, o presidente também reunirá líderes em jantar no Alvorada para manter o foco na Previdência.

Os advogados de Temer acreditam que a melhor forma de livrar o presidente de uma condenação que pode custar o seu mandato é tentar provar que ele não pediu dinheiro nem esteve presente em nenhuma negociação de doações para a campanha eleitoral de 2014, encabeçada pela petista Dilma.

Diante da expectativa crescente sobre a viabilidade de João Doria se lançar à Presidência em 2018, Geraldo Alckmin, que não vale um tostão furado e que trabalha para ser o candidato do PSDB, tem reforçado o apoio para o pupilo disputar sua sucessão no governo paulista.

-    Segundo Pedro Tobias, presidente do PSDB de SP, João Doria tem 3 qualidades para ser candidato à presidente em 2018, (1) não é citado na Lava Jato, (2) escapa ao estereótipo de político profissional e (3) tem popularidade.
-    Ao identificar “muitos deputados titubeando” com a votação da Previdência, o PMDB levou ao presidente Temer a ideia de que o partido feche questão, aprovando a possibilidade de punir, inclusive com expulsão, quem votar contra o governo.

Crítica:

Confirmando que os consumidores querem ser atendidos por profissionais competentes, foi divulgado um estudo, conduzido pela consultoria norte-americana Customer Care em parceria com a Universidade do Arizona, que constatou que os acessos de raiva dos consumidores ocorre pois as empresas direcionam os consumidores ao autoatendimento, que é a abordagem de mais baixo custo, e que quase 50% consideravam a mensagem "sua ligação é muito importante para nós, por favor continue esperando" como muito irritante.

PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil


Nenhum comentário:

Postar um comentário