R.B. 28/MAR/17 "Com o apoio da imprensa vendida"



"Com o apoio da imprensa vendida"

São Paulo, 28 de março de 2017 (TERÇA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve subir, beneficiada por boas notícias corporativas na Vale e na Petrobrás, impulsionada pela valorização das commodities e acompanhando a melhora do “humor” nas principais bolsas mundiais e (2) o DÓLAR pode cair, devolvendo a alta registrada no pregão anterior, seguindo a esperada melhora do “humor” na bolsa tupiniquim e influenciada pela “garantia”, dada pela equipe econômica, de que a elevação do IOF sobre operações cambiais não está em estudo.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 0,7%, revertendo uma abertura negativa, na qual chegou a recuar -1,2%, para fechar o dia recuperando todas as perdas registradas na semana passada (-0,5%), com destaques de alta para BRF (3,6%), Petrobrás (2,1%) e Vale (2,5%) e (2) o DÓLAR subiu 0,7% à R$ 3,13, acompanhando a trajetória internacional da moeda norte-americana e influenciado pelo aumento das “apostas” de corte mais intenso da taxa básica de juros tupiniquim.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão -1,4% (no menor patamar desde 9/FEV/17) e China -0,1%, em meio a preocupações com a capacidade do presidente dos EUA, Donald Trump, de avançar com sua agenda de reformas após sofrer um revés no Congresso, (2) da EUROPA, Inglaterra -0,6%, França -0,1% e Alemanha -0,6%, com destaques de queda para as ações das mineradoras, como ArcelorMittal (-7,5%), a Antofagasta (-4,7%) e a BHP Billiton (-3,9%), diante do recuo dos preços do cobre e das demais commodities, e também prejudicadas pelo recuo das ações dos bancos, como Barclays (-1,2%) e Unicredit (-1,1%), pressionadas pela preocupação de que a desregulamentação bancária nos EUA poderá demorar para sair e (3) dos EUA, sem uma tendência única e recuperando quase todas as perdas da abertura, S&P -0,1%, DJ -0,2% e NASDAQ 0,2%, com destaques positivos para as ações de tecnologia, porem com o DJ registrando a sua oitava queda consecutiva, o que representa a maior sequencia negativa desde 2011, diante do aumento das duvidas sobre a capacidade do governo em aprovar uma agenda pró-negócios.

Mostrando que a Selic deve ser cortada em no mínimo -1,25%, dos atuais 12,25% para 11%, na próxima reunião do Copom, o “mercado” (1) reduziu pela terceira semana consecutiva sua expectativa para o IPCA em 2017, desta vez de 4,15% para 4,12%, patamar cada dia mais abaixo do centro da meta (4,5%), e (2) diminuiu, de 0,48% para 0,47%, suas “apostas” para o desempenho do PIB do país neste ano.

Conforme “prometido”, o governo Temer deverá divulgar hoje, ou no máximo amanha, a elevação de alguns tributos para cobrir o rombo de R$ -58,2bi e cumprir a meta fiscal deste ano, porem Eduardo Guardia, secretário-executivo do Ministério da Fazenda, “garantiu” que não existe a possibilidade de o governo aumentar o IOF sobre o câmbio, como foi aventado recentemente pelo “mercado”.

Dando um “tímido”, porem bastante importante, sinal positivo da economia tupiniquim, em FEV/17 a receitas federais somaram R$ 92,35bi, o que representou um crescimento real (descontado a inflação do período) de 0,36% na comparação com o mesmo mês de 2016.

Usando mais uma espécie de “contabilidade criativa”, criticada duramente quando executada no governo Dilma, o governo Temer decidiu que vai levar em conta, ao definir o contingenciamento de recursos do Orçamento deste ano, receitas de R$ 8,6bi em precatórios não sacados com o objetivo de facilitar o cumprimento da meta fiscal e reduzir o bloqueio previsto para 2017.

Logrando êxito, “com o apoio da imprensa vendida”, em jogar para debaixo do tapete e desmontar o competente trabalho da Polícia Federal, que inclusive confirmou com provas que a corrupção no setor tinha participação do ministro da justiça, Blairo “moto-serra” Maggi, ministro tupiniquim da Agricultura, afirmou que análises de uma parte de produtos de frigoríficos que foram interditados após a Operação Carne Fraca “provam” que eles "não apresentam qualquer perigo para a saúde humana".

A balança comercial brasileira registrou um superávit de US$ 5,46bi nas 4 primeiras semanas de MAR/17, com destaque positivo para as exportações que, desprezando a operação Carne Fraca da Polícia Federal, registrou uma média diária 22,1% maior que no mesmo período de 2016.

-    A BRF subiu 3,6%, beneficiada pela retirada gradual das proibições de importação de carne brasileira impostas por diversos países após a operação Carne Fraca da Polícia Federal.
-    A Petrobrás subiu 2,1%, impulsionada pelo anúncio de que Pedro Parente, presidente da empresa que está tirando a mesma do atoleiro causado pelo PT, teve seu mandato renovado pelo Conselho da petrolífera até MAR/19.
-    A Vale avançou 2,5%, diante de “rumores”, confirmados após o fechamento do pregão, de que Fabio Schvartsman, atual presidente da Klabin, será o novo presidente da mineradora.

Política:

Mostrando que os governadores caíram na “pegadinha do presidente”, ontem, após avaliação de que há impasse jurídico na retirada de servidores estaduais e municipais da reforma da Previdência, Temer “avisou’ que os Estados e municípios tem um prazo de 6 meses para elaborem suas próprias reformas, ressaltando que, caso nada seja decidido, valerá as regras estabelecidas pelo Congresso.

Gilmar Mendes, presidente do Supremo Tribunal Federal, tem feito o que pode, e principalmente o que não pode, para segurar Temer na presidência do Brasil, porem as perguntas feitas pelo ministro Herman Benjamin, também do TSE, a delatores da Odebrecht indicam ao menos 3 pontos que devem ser utilizados para embasar sua posição no processo que pode cassar a chapa vencedora das eleições presidenciais de 2014.

Como o presidente Temer sabe que lealdade não é o forte de sua base aliada, os Ministros que saíram do Congresso para o governo terão de apresentar ao Planalto até o fim desta semana uma lista com os votos que conseguiram angariar em suas bancadas a favor da reforma da Previdência.

Com a decisão política tomada, técnicos do governo agora buscam base jurídica para obrigar as Assembleias Legislativas a mudar as regras da aposentadoria de servidores estaduais, porem há o temor de que o fatiamento da reforma da Previdência crie distorções na aposentadoria de carreiras que hoje seguem as mesmas normas, como juízes federais e estaduais.

Escancarando mais uma vez a falta de caráter da equipe de Temer, a comissão de ética da Presidência da República impôs uma advertência pública ao ministro da Saúde, Ricardo Barros, por ter concluído que ele violou a ética pública durante a campanha eleitoral de 2016 quando ele fez promessas em eventos de candidatos a prefeito no Paraná e participou de campanha eleitoral em dias de agenda oficial.

Mudando de lado e de opinião de acordo com suas conveniências, o PSDB, que agora está nas base aliada mas que foi autor do pedido de cassação da chapa Dilma-Temer ao Tribunal Superior Eleitoral, apresentou ontem suas alegações finais tentando isentar o presidente Temer de responsabilidades cometidas ao longo da campanha.

-    Respondendo à altura o maior lunático a política tupiniquim, Dória, prefeito de SP, que foi chamado de farsante, afirmou ontem que Ciro Gomes, do PDT do Ceará, "devia se preocupar é com sua saúde mental”.

Crítica:

Usadas como massa de manobra pelo PT e pelos demais partidos de esquerda e temendo perder recursos e poder, as centrais sindicais tupiniquins pretendem fazer uma paralisação geral no dia 28/ABR/17 em protesto contra a reforma da Previdência, mudanças na legislação trabalhista e o projeto de terceirização aprovado na Câmara dos Deputados na semana passada.

Com cerca de 3/4 da população brasileira acreditando que a internet é o facebook, atualmente quase metade (45%) dos acessos à rede mundial de computadores no Brasil serão feitos por um smartphone.

No sistema carcerário tupiniquim 80% das presas são mães, porem, provando que para a justiça tupiniquim nem todos são iguais, a “excelentíssima” ministra Maria Thereza de Assis Moura, do Superior Tribunal de Justiça, concedeu liminar para mandar soltar Adriana Ancelmo, mulher do ex-governador do RJ Sérgio Cabral e que responde pelos crimes de lavagem de dinheiro e organização criminosa, alegando que os seus 2 filhos menores, de 11 e 14 anos, não podem ficar sem pelo menos um dos pais.

PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil



Nenhum comentário:

Postar um comentário