R.B. 24/MAR/17 "Com apoio da direita e para o desespero da esquerda"



"Com apoio da direita e para o desespero da esquerda"

São Paulo, 24 de março de 2017 (SEXTA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve subir, recuperando perdas recentes, acompanhando a melhora do “humor” nas principais bolsas mundiais e beneficiada pela valorização das commodities e (2) o DÓLAR pode seguir em alta, seguindo a trajetória internacional da moeda norte-americana e influenciado pela perspectiva de que a balança comercial tupiniquim seja afetada no curto e médio prazo por causa das barreiras à carne brasileira.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 0,1%, após um pregão com volatilidade e bom volume de negócios (R$ 8,8bi), dividas entre o bom desempenho das ações dos bancos e a instabilidade nas bolsas de NY e (2) o DÓLAR subiu 1,3% à R$ 3,14, para retomar o patamar dos R$ 3,10, recuperando perdas recentes e seguindo a trajetória internacional da moeda norte-americana.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão 0,2% e China 0,1%, beneficiadas pelo avanço das commodities e pelo desempenho positivo das bolsas de NY no dia anterior, (2) da EUROPA, Inglaterra 0,2%, França 0,8% e Alemanha 1,1%, acompanhando a abertura positiva das bolsas de NY e também beneficiadas pela divulgação de dados melhores do que o esperado de vendas do varejo no Reino Unido em FEV/17 e do índice de confiança da zona do euro em MAR/17 e (3) dos EUA, revertendo os ganhos da abertura, S&P -0,1%, DJ -0,1% e NASDAQ -0,1%, impactadas negativamente pelo adiamento de votação do projeto de saúde de Trump no Congresso do país, que é considerado um teste para a agenda pró-crescimento do referido republicano.

Dando uma péssima, porem necessária, notícia, ontem Meirelles, ministro brasileiro da fazenda, “avisou” que, para cumprir a meta fiscal deste ano o governo terá, como se temia, que elevar alíquotas de impostos já existentes, como o PIS/Cofins, e eliminar algumas isenções fiscais.

Podendo diminuir o ritmo de queda da taxa básica de juros e assim tornar mais lento o processo de recuperação da economia tupiniquim, Meirelles também afirmou ontem que a meta de inflação do país ou sua banda de tolerância podem ser reduzidas pelo Conselho Monetário Nacional na sua reunião de JUN/17.

Com o objetivo de agilizar os processos, reduzir custos e incentivar a atividade, o governo Temer lançou o novo Portal Único do Comércio Exterior, que centralizará mudanças e simplificações para reduzir o prazo médio para operações de exportação no Brasil em 40%.

Erguida na base da base da corrupção, do dinheiro fácil do BNDES e de acordos escusos, a JBS, maior processadora da carnes do mundo, está, em reação às acusações da operação Carne Fraca, certamente gastando centenas de milhões de reais para inundar, e comprar, a impressa tupiniquim com propagandas atestando a qualidade dos seus produtos e, fazendo jogo de cena, anunciou que parou a produção de carne bovina em 33 de suas 36 unidades no país por 3 dias.

Lutando pelos seus interesses, já que é um grande latifundiário e produtor agrícola, Blairo “moto-serra” Maggi, ministro da Agricultura, voltou a garantir a qualidade da carne brasileira, afirmando que houve exageros na comunicação feita pela Polícia Federal sobre as investigações da Operação Carne Fraca e ressaltando que o que está em jogo é a conduta criminosa de uma pequena parcela de fiscais sanitários.

-    Apresentando um importante sinal positivo da economia brasileira, em FEV/17 o consumo nacional de energia cresceu 2,2% na comparação com FEV/16 e 2,3% na comparação com JAN/17.

-    A Marfrig subiu 5,2% e a Minerva avançou 4,6%, já que ambas se recuperam de perdas recentes e não são alvos da operação da Polícia Federal.

Política:

De certa forma poupando Lula, o maior canalha da história do Brasil, Marcelo Odebrecht, o maior corruptor do universo, afirmou, em depoimento para a Polícia Federal, que a ex-presidenta Dilma sabia de todo o esquema e doações via caixa 2 usado na sua campanha pela reeleição em 2014 e apontou os ex-ministros Mantega e Palocci como interlocutores das propinas.

Acendendo um alerta amarelo no Palácio do Planalto, o placar apertado do governo na votação, na Câmara dos Deputados, do projeto que regulamenta a terceirização, colocou em dúvida a aprovação da reforma da Previdência e o andamento do ajuste fiscal.

Ontem, apenas 1 dia após a Câmara dos Deputados aprovar a liberação ampla da terceirização baseada em um projeto de quase 20 anos atrás, o presidente do Senado, o peemedebista Eunício Oliveira, afirmou que os senadores votarão nos próximos dias um projeto mais recente sobre o tema, que segundo ele traz mais salvaguardas aos trabalhadores.

Com a reforma trabalhista como “entrada”, a reforma da previdência como “prato principal” e as eleições presidenciais de 2018 como “sobremesa”, ontem o presidente Temer jantou em SP com um grupo de 10 pesos pesados do setor empresaria, entre eles, Carlos Jereissati, dono da rede de shoppings Iguatemi, Jorge Gerdau, dono da siderúrgica Gerdau, e Luiz Carlos Trabuco, presidente do Bradesco.

Cresce e ganha adeptos a cada dia mais no Brasil, “com apoio da direita e para o desespero da esquerda”, a tese de que o PSDB deve lançar a candidatura de Dória, prefeito de SP, à presidente em 2018 e, para conseguir mais visibilidade no Nordeste, colocar ACM Neto, do DEM, como candidato a vice da chapa.

Tentando passar a impressão de austeridade, o peemedebista Eunício Oliveira, presidente do Senado, surpreendeu servidores ao comunicar que desligaria mais de 60 funcionários comissionados nomeados, alguns há quase dez anos, por seus antecessores na presidência do Senado.

Com o objetivo de evitar uma debandada de parlamentares para outros partidos, o PMDB encaminhou ao Tribunal Superior Eleitoral uma consulta em que sugere que pode ser considerada "fraude" a janela para trocas partidárias previstas para MAR/18.

Crítica:

Despertando raiva em feministas radicais, apesar de 92% dos trabalhadores domésticos com carteira assinada serem do sexo feminino, o deputado federal Laércio Oliveira, relator do projeto de terceirização aprovado esta semana na Câmara, afirmou que "ninguém faz limpeza melhor do que as mulheres".

PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil



Nenhum comentário:

Postar um comentário