R.B. 21/MAR/17 "Objetivo é manter as velhas raposas no poder"



"Objetivo é manter as velhas raposas no poder"

São Paulo, 21 de março de 2017 (TERÇA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve seguir em alta, para retomar o patamar dos 65.000pts, impulsionada pela a redução do dimensionamento dos problemas que podem ser causados pela operação Carne Fraca e beneficiada pela valorização das commodities e (2) o DÓLAR pode voltar a cair, testando o “suporte” dos R$ 3,05, porem deve-se ressaltar que o patamar atual é interessante para compras, principalmente para quem “aposta” que os juros seguirão em queda do Brasil e em alta nos EUA.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 1,1%, recuperando quase metade das perdas de sexta-feira (-2,4%), sustentada principalmente pelo avanço das ações de Petrobras (3,3%), Vale (1,0%) e Ambev (2,5%) e com ótimo volume de negócios (R$ 12,2bi) diante do vencimento de opções e (2) o DÓLAR caiu -1,0% à R$ 3,07, para fechar o dia no menor patamar desde 23/FEV/17, seguindo a trajetória internacional da moeda norte-americana e acompanhando a melhora do “humor” na bolsa brasileira.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão não teve pregão por conta de feriado e China 0,4%, impulsionada por “rumores” de que Pequim pode voltar a sustentar os mercados com recursos estatais, (2) da EUROPA, Inglaterra -0,1%, França -0,3% e Alemanha -0,3%, diante dos resultados “tímidos” da reunião do G-20 que, somados ao anúncio de que a candidata da extrema-direita está liderando a corrida presidencial francesa, elevaram os “temores” dos investidores sobre o impacto que o aumento das barreiras comerciais pode ter sobre o crescimento global e (3) dos EUA, com pouca volatilidade, próximas da estabilidade e sem uma tendência única, S&P -0,2% e DJ -0,1% e NASDAQ -0,1%, pressionadas principalmente pelas ações do setor financeiro, diante da reação dos investidores às indicações do Fed (“BC” local) de que a alta de juros no país será gradual.

“Apostando” agora que na próxima reunião do Copom, que ocorrerá em ABR/17, a taxa básica de juros cairá em -1,0%, dos atuais 12,25% ao ano para 11,25% ao ano, o “mercado”, cada dia mais otimista, reduziu, de 4,19% para 4,15%, suas previsões para a inflação medida pelo IPCA neste ano e melhorou, de 2,4% para 2,5%, suas projeções para o crescimento do PIB tupiniquim em 2018.

Apesar de afirmar que a retomada da atividade econômica tupiniquim nos últimos meses é para valer, Fernando Honorato Barbosa, economista-chefe do Bradesco, ressaltou que a recuperação será lenta e sujeita a riscos, como o agravamento da crise política e uma eventual paralisia das reformas propostas pelo governo Temer.

Fazendo seu “jogo de cena” para “baixar a poeira”, Blairo “moto-serra” Maggi, ministro da Agricultura, afirmou ontem que o Brasil suspendeu a licença de exportação de 21 plantas de frigoríficos sob investigação na Operação Carne Fraca, vendiam para 30 países, mas que continuará a permitir a venda dos produtos dessas fábricas no mercado interno.

Certamente a Operação Carne Fraca já provocou um desastre sobre a imagem das carnes do Brasil e também deu muita munição para os concorrentes do país, porem esta crise deve ter “vida curta”, já que a presença do país no exterior é tão importante que, apesar das reações iniciais, os países importadores não têm muito poder de manobra na compra de proteínas fora do mercado tupiniquim.

Mostrando qual o real tamanho do problema, segundo dados oficiais do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, os 21 frigoríficos investigados na Operação Carne Fraca exportaram, em 2016, cerca de US$ 120mi em produtos, o que representa menos de 1% do total exportado pelo setor no ano passado (US$ 13,5bi).

“Colocando mais fichas na mesa tupiniquim”, o UnitedHealth Group Brasil, controlador da Amil, Américas Serviços Médicos e Optum, vai investir R$ 360mi em tecnologia no país neste ano, valor 26% maior que o destinado à área em 2016, já que quer é instalar novos sistemas para digitalizar transações, desde a venda de planos a autorizações de procedimentos médicos.

Como “o cobertor é curto”, o Ministério da Fazenda, comandado por Meirelles, tem 2 opções “amargas” para o Planalto (1) faz um contingenciamento de cerca de R$ 60bi, o que causaria “abalos” na base aliada, ou (2) aumenta o PIS/ Cofins sobre combustíveis, o que causaria perda de popularidade ao presidente.

Política:

Na noite de ontem, logo depois de uma reunião que o Palácio do Planalto marcou para tentar aumentar o apoio da base à reforma da Previdência, Mendonça Filho, o ministro da Educação, reconheceu que "todos os partidos têm algum nível de resistência" em relação à proposta.

Multiplica-se e ganham força em Brasília as conversas entre “autoridades” para articular uma proposta de reforma política que, atendendo aos interesses de quem está com mandato, quer mudar a forma como elegemos os deputados federais, estaduais e vereadores no país para um sistema de "lista fechada", no qual os eleitores votam no partido em vez de escolherem candidatos avulsos, e os votos são depois distribuídos de acordo com uma ordem de candidatos previamente definida pela legenda.

-    Defensor do voto em lista fechada, cujo principal “objetivo é manter as velhas raposas no poder”, Romero Jucá, senador e presidente do PMDB, afirmou que paira "uma nuvem negra sobre todos os políticos".
-    Cada dia mais “senhor das vontades” do Congresso Nacional, Rodrigo Maia, presidente da Câmara, afirmou que a reforma trabalhista deve ser aprovada na Casa em até 2, semanas após a Páscoa e antes da reforma da Previdência.
-    Com foco na empresa Confederal, no Distrito Federal e ligada ao presidente do Senado, o peemedebista Eunício Oliveira, a Polícia Federal cumpre na manhã de hoje mandados da Operação Lava Jato autorizados pelo Supremo Tribunal Federal.
-    Como um imperador, o ex-presidente Lula “avisou” que quer todos os deputados e senadores do PT no evento que o partido realizará nesta sexta, em SP, para discutir a Lava Jato.

Crítica:

-    Conhecida “lavanderia de dinheiro” da família do ex-governador de SP Quércia, a Octavio Café, que nunca deu um centavo de lucro, vai “investir” cerca de R$ 4mi neste ano para abrir 5 novas unidades.

Faltando pouco mais de 30 dias para o primeiro turno, a eleição presidencial francesa “pega fogo” e ontem, com cerca de 40% dos francesas ainda indecisos, ocorreu um debate acalorado com os principais candidatos no qual o centrista Emmanuel Macron acusou a líder da extrema direita Marine Le Pen de mentir e tentar dividir os franceses.

Mostrando sobriedade, o juiz Neil Gorsuch, indicado pelo presidente Trump para ocupar uma vaga na Suprema Corte dos EUA, tentou afirmar-se ontem, no primeiro dia de sua sabatina no Congresso, como um nome independente da Casa Branca e qualificado.

PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil



Nenhum comentário:

Postar um comentário