R.B. 9/FEV/17 "Ele é totalmente despreparado para o cargo"



"Ele é totalmente despreparado para o cargo"

São Paulo, 9 de fevereiro de 2017 (QUINTA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve seguir em alta, novamente influenciada pela valorização das commodities e desta vez também impulsionada pelo movimento ascendente das principais bolsas mundiais e (2) o DÓLAR pode subir, respeitando o “suporte” dos R$ 3,10 e influenciado pelo aumento das “apostas” de cortes mais intensos na taxa básica de juros da economia brasileira.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 1,0%, revertendo uma abertura negativa, na qual chegou a recuar -0,7%, beneficiada pela valorização das commodities, com destaque para o petróleo que subiu pela primeira vez em 2 dias, porem com baixo volume de negócios (R$ 5,7bi) em um dia de poucas notícias no cenário doméstico e internacional e (2) o DÓLAR caiu -0,3% à R$ 3,12, acompanhando o “humor positivo” na bolsa brasileira e a desvalorização internacional da moenda norte-americana frente as moedas emergentes.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, sem uma tendência única, Japão -0,5%, em clima de cautela antes da reunião do primeiro-ministro do país, Shinzo Abe, com Trump, presidente dos EUA e China 0,5%, atingindo o maior nível desde meados de DEZ/16, (2) da EUROPA, com baixa volatilidade e sem uma tendência única, Inglaterra 0,1%, França 0,2% e Alemanha -0,1%, ainda influenciadas pela divulgação de balanços de empresas e pelas incertezas na arena política do continente e (3) dos EUA, também sem uma direção única, S&P 0,1%, DJ -0,2% e NASDAQ 0,1%, influenciadas de formas distintas por ações de companhias do setor financeiro, que caíram, e do setor de energia, que subiram.

Aumentando, de forma considerável, as chances de redução ainda mais intensa da taxa básica de juros da economia tupiniquim, o IPCA, que é o principal índice de inflação do país, inflação oficial do país, registrou alta de 0,28% em JAN/17, o que representa o menor patamar para o mês desde o início da série histórica, em DEZ/79, e ficou bem abaixo das “apostas do mercado” (0,44%).

Dando mais um sinal de retomada da confiança na economia, os fundos de investimentos, considerados os "patinhos feios" das aplicações financeiras em 2014 e em 2015, registraram em JAN/16 uma captação líquida de cerca de R$ 40bi, montante que equivale a 37% do volume destinado a essas aplicações em todo o ano passado.

Lutando, com toda a razão, pelos seus direitos, ontem o governo brasileiro entrou com uma queixa contra o Canadá na Organização Mundial do Comércio, acusando o país de distorcer a indústria aeroespacial global com subsídios concedidos à fabricante de aeronaves Bombardier, principal concorrente da brasileira Embraer.

Com o Brasil, mesmo diante da crise, crescendo bastante no setor agrícola e provando cada dia mais qual sua real vocação, diante de condições climáticas favoráveis, este ano o país terá uma safra recorde de arroz no Sul e, devido ao aumento de volume produzido, alguns produtores já se preparam para exportar até para o México, que tradicionalmente compram arroz dos EUA.

-    Mesmo com a empresa sendo quase um monopolista global, as vendas mundiais da Syngenta somaram US$ 12,8bi no ano passado, o que representa 2% menos do que em 2015.
-    “Apostando alto” na recuperação da economia tupiniquim, a Beiersdorf, multinacional alemã dona da marca Nivea, anunciou que vai investir R$ 300mi para ampliar sua fábrica em Itatiba (SP), que existe desde 2003.

Política:

Com a questão da reforma da Previdência avançando de forma adequada, enquanto sindicatos vinculados à CUT, mais ligada ao PT, vêm defendendo a reprovação total à reforma proposta pelo governo, a União Geral dos Trabalhadores, liderada por Ricardo Patah, vai brigar por emendas ao texto que está no Congresso e já se declarou favorável a vários pontos da proposta original.

Certamente causando uma reviravolta na política tupiniquim, ontem o Tribunal Regional Eleitoral do RJ decidiu, alegando abuso de poder econômico e político, pela cassação do mandato do governador do RJ, o peemedebista Luiz Fernando Pezão, e determinou a realização de eleições diretas no Estado, porem ainda cabe recurso ao Tribunal Superior Eleitoral.

Indicando alinhamento com o presidente Temer, Grace Mendonça, que é ministra da Advocacia-Geral da União, afirmou que a nomeação de Moreira Franco para o ministério é "muito diferente" da indicação do ex-presidente Lula para a Casa Civil durante o governo Dilma.

Baseando-se em mensagens de celular trocadas com o ex-presidente da OAS Léo Pinheiro, a Polícia Federal divulgou um relatório no qual apontou indícios de que o presidente da Câmara dos Deputados, o recém-reeleito Rodrigo Maia, que é do DEM, tenha prestado favores à empreiteira OAS em troca de doações eleitorais.

Deputados mais alinhados com Rodrigo Maia, presidente da Câmara, avaliam que Temer deveria aproveitar o enfraquecimento do centrão na eleição para enterrá-lo de vez.

Mostrando que “ele é totalmente despreparado para o cargo”, ontem foi revelado que um livro de direito publicado por Alexandre de Moraes, indicado por Temer para o Supremo Tribunal Federal, contém trechos idênticos aos de uma obra do prestigiado jurista espanhol Francisco Rubio Llorente.

Crítica:

Indicando que as instituições tupiniquins perderam o respeito pela lei e pela ordem, ontem policiais civis que protestavam contra a reforma da Previdência tentaram invadir o Salão Verde da Câmara dos Deputados e entraram em confronto com policiais legislativos, inclusive um dos manifestantes chegou a sacar uma arma no auge da confusão.

PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil


Nenhum comentário:

Postar um comentário