R.B. 7/DEZ/16 "Na contramão do mundo"



"Na contramão do mundo"

São Paulo, 7 de dezembro de 2016 (QUARTA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve seguir em alta, para zerar a baixa acumulada no mês (-1,3%) e ampliar os ganhos do ano (40,9%), acompanhando o movimento ascendente das principais bolsas mundiais, beneficiada pela elevação dos preços das commodities e impulsionada pelos sinais de que Renan Calheiros deve permanecer à frente do Senado e (2) o DÓLAR pode cair, novamente acompanhando o “humor positivo” da bolsa tupiniquim, porem deve-se ressaltar que o patamar é interessante para compras da moeda norte-americana, diante das expectativas de queda da Selic no Brasil e alta dos juros nos EUA.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 2,1%, revertendo uma abertura negativa, na qual chegou a recuar -0,7, e rompendo o nível dos 61.000pts, para fechar aos 61.235pts, com os investidores “comemorando” a decisão do Senado de contrariar o ministro do STF e não afastar Renan Calheiros da presidência da Casa e também com destaque de alta para as ações da Petrobras (3,1%), em reação ao anúncio de reajuste nos preços de combustíveis e (2) o DÓLAR caiu -0,2% à R$ 3,42, acompanhando a melhora do “humor” na bolsa brasileira, após um pregão com bastante volatilidade, já que na mínima caiu -0,8% e na máxima avançou 1,1%.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, acompanhando o movimento ascendente das bolsas de NY no dia anterior, Japão 0,5% e China 0,2%, com destaques de alta para as ações dos bancos, como HSBC (3,4%), Nomura Holdings (3,0%) e Mitsubishi UFJ Financial Group (1,1%), (2) da EUROPA, Inglaterra 0,5%, França 1,3% e Alemanha 0,8%, beneficiadas pela redução das preocupações com a instabilidade política na Itália e pela divulgação de indicadores positivos da região, como o crescimento acima do esperado (1,6%) do PIB da zona do euro (1,7%) no terceiro trimestre e as encomendas da indústria alemã (4,9%) em OUT/16 superando bastante as “apostas do mercado” (0,7%) e (3) dos EUA, com o DJ atingindo o décimo primeiro recorde histórico após a eleição de Trump, S&P 0,3%, DJ 0,2% e NASDAQ 0,4%, com destaques de alta para ações do setor de telecomunicações e também impulsionados pelo anúncio de que o índice de produtividade do país teve crescimento de 3,1% no terceiro trimestre, o que representa o maior avanço do indicador em 2 anos.

Dando um recado “direto e reto” ao mercado financeiro, ontem, na ata do Copom da semana passada, na qual a Selic caiu de 14,00% para 13,75% ao ano, o BC tupiniquim deixou claro que é razoável esperar uma intensificação do processo de flexibilização monetária caso a atividade econômica não dê sinais mais claros de retomada, posto que nesse caso as projeções de inflação devem se reduzir.

Após ressaltar que geralmente “a crise é mobilizadora das pessoas e dos governos", ontem o presidente Temer “garantiu”, em um evento da revista IstoÉ Dinheiro com lideres empresariais, juristas e políticos, que o Brasil vai sair da crise e alcançar o crescimento e o pleno emprego.

Podendo reduzir bastante o risco brasileiro, gerando ao país uma economia de cerca de 700bi em 10 anos, na proposta de reforma da previdência enviada pelo presidente Temer ao Congresso o brasileiro só poderá se aposentar depois de completar 65 anos de idade e 25 anos de contribuição e, para ter direito ao benefício integral, será necessário somar 49 anos de contribuição, alem disto será proibido o acúmulo de benefícios, como a pensão e aposentadoria, e os políticos, que hoje têm critérios especiais de aposentadoria, passam a obedecer as mesmas regras do restante da população.

Mostrando que o setor finalmente ensaia uma recuperação, em NOV/16 a indústria automotiva do Brasil teve alta de 22,4% na produção em ante OUT/16 e um avanço de 21,8% na comparação com NOV/15, atingindo 213,3 mil carros, comerciais leves, caminhões e ônibus.

Com o bolso do trabalhador “aliviado” com o pagamento da primeira parcela do décimo terceiro salário, o BC informou que em NOV/16, pela primeira vez desde DEZ/15, a caderneta de poupança registrou um saldo positivo com a entrada líquida de R$ 1,881bi.

Prejudicada pelo clima e pela crise financeira, a safra brasileira de grãos deste ano de 2016 caiu 21 milhões de toneladas em relação ao ano anterior, o que representa um recuo de -11% e a primeira redução em 6 anos nesta base de comparação anual, porem, por conta da valorização global dos preços agrícolas, o PIB do agronegócio deverá crescer até 3% neste ano em relação a 2015.

Enquanto o país vê a taxa média de emprego ser achatada pelo rolo compressor da baixa atividade econômica, a indústria de máquinas agrícolas pisa no acelerador e aumenta as contratações, já que em NOV/16 o setor tinha em seus quadros 17,04 mil trabalhadores, 8,3% mais que em igual período do ano passado.

-    A JBS disparou 19,1%, após a empresa anunciar que o Conselho de Administração aprovou o protocolo do pedido de registro da JBS Foods International na SEC para uma oferta pública inicial de ações na Bolsa de NY.

Política:

Ajudando o governo, o senador petista Jorge Viana indicou que cogita renúncia ao cargo de vice caso o STF confirme o afastamento de Renan Calheiros do cardo de presidente da Casa, o que faria o comando do Senado ficar com Romero Jucá, jpa que o referido peemedebista é o segundo-vice.

Conhecedores das regras da Casa, os senadores do PSDB já trabalham em uma saída para aprovar o teto de gastos caso o petista Jorge Viana assuma e não coloque a medida em votação e a ideia é apresentar um requerimento ao plenário e, com maioria folgada, incluir a PEC na pauta de terça-feira que vem.

Conforme já era de se esperar, diante da crise entre Senado e Judiciário, interlocutores do presidente Temer já buscaram articular uma solução negociada para o embate entre os dois Poderes e assim garantir a votação da PEC do teto dos gastos públicos ainda na próxima semana.

Linha auxiliar do PT, que nitidamente está “se lixando” para os trabalhadores, a CUT fará uma manifestação em Brasília no dia 13/DEZ/16 contra a proposta de reforma da Previdência do presidente Temer, ressaltando que ela representa “uma atrocidade contra o trabalhador mais pobre”.

Mostrando que no Brasil sempre existe um partido de portas abertas para um “bandido com mandato”, apenas 15 dias depois de ser expulsa do PR, a deputada federal Clarissa Garotinho se filiou ao PRB, a convite do novo prefeito eleito do Rio, o pastor Marcelo Crivella.

-    Com Geddel Vieira Lima fora do governo e o abatimento de Eliseu Padilha, o presidente Temer trafega pela crise praticamente sozinho.

Crítica:

Confusa, incompetente e principalmente refém dos interesses das grandes industrias farmacêuticas, a Anvisa anunciou ontem que no ano que vem vai liberar a venda de suplementos para nutrição cosmética e esportiva para serem comercializados como alimentos e não mais como remédios.

“Na contramão do mundo”, que constrói muros cada dia mais altos entre os países, ontem o Plenário da Câmara tupiniquim aprovou a proposta da nova lei sobre migração que, entre outras medidas, anistia os imigrantes que ingressaram no Brasil até 6/JUL/16 e permite que um turista que decidir ficar por aqui para trabalhar possa regularizar sua situação sem precisar sair do país.

PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil


Nenhum comentário:

Postar um comentário