R.B. 5/DEZ/16 "2 lados da moeda"



"2 lados da moeda"

São Paulo, 5 de dezembro de 2016 (SEGUNDA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve subir, reduzindo as perdas registradas no mês (-2,6%) e ampliando os ganhos acumulados no ano (39,1%), acompanhando o movimento ascendente das principais bolsas mundiais e beneficiada pelo avanço das commodities e (2) o DÓLAR pode cair, devolvendo uma parte da alta acumulada na semana passada (1,9%), seguindo a esperada melhora do “humor” na bolsa brasileira e a trajetória internacional da moeda norte-americana.

Sexta-feira, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 1,4%, revertendo às perdas da abertura, quando na mínima chegou a recuar -2,4%, e recuperando uma pequena parte da forte baixa (-3,9%) da sessão anterior, diante de um alivio no receio de que o aperto monetário nos EUA poderia ir além do previsto e da valorização do petróleo (1,2%) e (2) o DÓLAR subiu 0,1% à R$ 3,47, mesmo após fechar o pregão anterior no maior patamar desde 15/JUN/16, em um movimento de cautela antes de um fim de semana de protestos pelo País e com os riscos políticos continuando a alimentar a apreensão nas mesas de operação.

Também sexta-feira, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão -0,5% e China -0,9%, com destaques de queda para as exportadoras, (2) da EUROPA, Inglaterra -0,3%, França -0,7% e Alemanha -0,2%, com os investidores cautelosos antes do referendo na Itália e eleições na Áustria, além de incertezas políticas na França, após o presidente François Hollande dizer que não pretende concorrer a um segundo mandato e (3) dos EUA, sem uma tendência única e próximas da estabilidade, S&P 0,1%, DJ -0,1% e NASDAQ 0,1%, diante da divulgação de dados mistos de emprego no país, como a criação de postos de trabalho ligeiramente abaixo do esperado, a taxa de desemprego atingindo o menor nível em 9 anos, patamar considerado de pleno emprego por boa parte dos analistas, e a renda do trabalhador caindo -0,12% entre OUT/16 e NOV/16.

Para seguir contando com a confiança do “mercado”, algo que é fundamental para sua permanência no poder, o presidente Temer publicou ontem uma nota de apoio ao seu ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, evitando assim “ruídos” atrapalhem ainda mais a retomada da economia.

Se preparando para uma de suas principais e mais importantes batalhas, o governo Temer avisou que a proposta de reforma da Previdência que promete enviar esta semana ao Congresso pode, com o aumento do tempo dos brasileiros no mercado de trabalho, gerar uma economia de R$ 678bi aos cofres públicos em 10 anos, o que equivale a 22 anos de orçamento do programa Bolsa Família.

Mostrando preocupação, o economista Paulo Rabello de Castro, que atualmente é presidente do IBGE, afirmou que os números mais recentes da economia tupiniquim confirmam que o país continua em profunda recessão, ressaltando também que o “quiproquó político” só aumenta a tensão e que a pior coisa que poderíamos enfrentar hoje é um novo estado de desconfiança em relação à figura do presidente da República.

Como tudo que o governo mete a mão é uma porcaria, o aplicativo lançado pelo Tesouro Direto para que o investidor compra títulos públicos é péssimo e o investidor fará melhor se continuar usando o site do Tesouro ou programas para celular oferecidos pelas corretoras.

Atuando e, favor dos grandes e com isto desestimulando a concorrência, a Comissão de Valores Mobiliários tem cassado registros de gestoras de fundos que não se adaptaram às novas regras, em rigor desde o final de JUN/16 e que tornaram mais oneroso para gestoras pequenas operarem.

Se, conforme projeta a exemplar equipe de estrategistas do Bradesco, a economia tupiniquim crescer apenas 0,3% em 2017, a renda média do brasileiro, se considerado também um aumento de 0,8% da população no próximo ano, corre o risco de cair por inéditos 4 anos consecutivos.

Como fruto da falta de educação financeira do brasileiro, que na grande maioria das vezes insiste em viver em um padrão econômico superior às suas possibilidades, segundo dados oficiais do IBGE atualmente 32% dos brasileiros que vivem em residências alugadas comprometem mais de 30% de sua renda com o aluguel, valor considerado "ônus excessivo" por qualquer planejador financeiro.

Apresentando mais uma luz no final do túnel da crise tupiniquim, em NOV/16, segundo dados oficiais da FecomercioSP, a intenção do comércio de contratar funcionários cresceu pelo 7 mês consecutivo, desta vez o aumento foi de 2,3% na comparação com OUT/16 e de 38,8% na comparação com o mesmo mês do ano passado.

-    A Apple subiu 0,4% e, durante o final de semana pela primeira vez a empresa confirmou oficialmente que tem planos desenvolver carros autoguiados, com uma carta na qual insta as autoridades regulatórias das rodovias dos EUA a promover "competição leal" entre os recém-chegados à indústria automobilística e os fabricantes tradicionais.

Política:

Como parlamentares tupiniquins são especialistas em legislarem causas próprias, nada menos do que 5 projetos em tramitação no Congresso podem minar a capacidade investigativa da Receita Federal e obviamente integrantes do órgão apontam uma operação articulada para enfraquecer a Lava Jato na esfera fiscal.

A ida de Sergio Moro na sessão de quinta-feira passado no Senado teve como efeito prático fazer o presidente do Senado, Renan Calheiros, a dizer a líderes de bancadas que não tem pressa alguma de pautar em plenário o projeto que acaba com o foro privilegiado.

Confirmando mais uma vez que é “o mais petista dos tucanos”, Alckmin, para turbinar seu futuro “arco-íris de alianças”, avalia a possibilidade de entregar a Secretaria de Transportes ao vereador Antonio Carlos Rodrigues, que é do PR e que também é ex-ministro da petista Dilma.

Cumprindo as expectativas dos organizadores e mostrando à classe política que a população segue atenta, ontem, com o alvo principal a queda de Renan Calheiros, milhares de pessoas se reuniram para protestar contra na avenida Paulista, em SP, e em diversas outras cidades do Brasil.

Cansado de fazer papel secundário e de ter que justificar as maracutaias do PT, o PC do B decidiu, em reunião da direção nacional do partido, que terá um nome da sigla na disputa pela Presidência da republica em 2018, ressaltando que “é hora de renovar a esquerda” e inclusive colocando em discussão uma lista com 4 possíveis presidenciáveis (1) Aldo Rebelo, (2) Flávio Dino, (3) Jandira Feghali e (4) Luciana Santos.

Complicando cada dia mais a vida do maior bandido ainda soldo do Brasil, segundo investigações do Ministério Publico Federal o sócio de um dos filhos do ex-presidente Lula foi quem pediu à operadora Oi que instalasse uma antena de celular perto do sítio frequentado pelo petista em Atibaia.

-    Ao manter em sigilo os CPFs e CNPJs dos que aderiram ao programa de regularização, a Receita acabou impedindo a possibilidade de investigação desses recursos.
-   À frente do instituto de formação do PSDB, o senador José Aníbal ficou de levar ao presidente Temer, ao lado de colegas de Senado, propostas de estímulo à economia.

Crítica:

Mostrando “2 lados da moeda”, (1) na Índia, onde as economias de toda uma vida são usadas para bancar festas e dotes de noivas, a temporada de casamentos está ameaçada pois o primeiro-ministro do país tirou de circulação as notas de alto valor e (2) na Coreia do Sul, onde atualmente só 20% dos pagamentos são feitos com dinheiro em espécie, o BC do país quer eliminar, até 2020, todas as moedas em circulação.

Jogando ainda mais porcaria no ventilador, a Carioca Engenharia denunciou ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica a existência de um cartel, entre 2006 e 2008, para disputar licitações da Petrobras no RJ e no Espírito Santo.

PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil



Nenhum comentário:

Postar um comentário