R.B. 23/NOV/16 "Falta coragem para o governo Temer"



"Falta coragem para o governo Temer"

São Paulo, 23 de novembro de 2016 (QUARTA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve voltar a subir, para fechar o dia acima dos 62.000pts, ainda acompanhando o movimento ascendente das commodities e a gradativa melhora do “humor” nas principais bolsas mundiais e (2) o DÓLAR pode cair, influenciado pelo fluxo positivo de recursos externos oriundos de captações, exportações e “investimentos”.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 1,4%, com bom volume de negócios (R$ 8,7bi) e impulsionada pelas “apostas” de (a) queda da taxa básica de juros, (b) retomada da economia tupiniquim, (c) valorização das commodities, (d) aprovação das reformas e (e) um governo “pró-mercado” de Trump nos EUA e (2) o DÓLAR subiu 0,1% à R$ 3,36, recuperando as perdas da abertura, causadas por um leilão de venda do BC, diante das expectativas de alta dos juros nos EUA e queda da Selic no Brasil.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, mesmo após um terremoto de 7,4 graus de magnitude atingir a costa de Fukushima, Japão 0,3% e China 1,0%, acompanhando o desempenho positivo das principais bolsas mundiais e também beneficiadas pela valorização das commodities, (2) da EUROPA, Inglaterra 0,6%, França 0,4% e Alemanha 0,3%, com as energéticas e petroleiras embaladas pelos preços do petróleo e (3) dos EUA, nos maiores patamares da história pelo segundo pregão consecutivo, S&P 0,2%, DJ 0,3% e NASDAQ 0,3%, desta vez beneficiadas pela divulgação de dados positivos de habitação no país e com destaques de alta para as empresas do setor de telecomunicações.

Focando naquilo que é estrategicamente importante para o país, o BNDES, nos 10 primeiros meses do ano os desembolsos do BNDES foram -35% menores do que no mesmo período de 2015, porem no mesmo período e na mesma base de comparação os empréstimos do referido banco de fomento para projetos agrícolas cresceram 11%.

Como o turista tupiniquim, mesmo com a crise, é “ávido por bugigangas”, em OUT/16, quando o dólar estava registrando uma desvalorização de -17,6% nos últimos 12 meses, os gastos dos brasileiros em viagens ao exterior totalizaram US$ 1,4bi, o que representa um crescimento de 41,8% em relação ao mesmo período de 2015 e o terceiro mês consecutivo em que há aumento na comparação com o ano passado.

Mostrando que, com regras claras, reformas e previsibilidade, o Brasil conseguirá atrair cada dia mais investidores, ontem a italiana Enel anunciou que prepara-se para disputar distribuidoras de eletricidade que serão privatizadas pela Eletrobras, ressaltando que pretende investir no pais a cifra de 3,2bi de euros no período entre 2017 e 2019, o que representa um aumento de cerca de 20% com relação ao plano anterior.

Dando uma noticia boa e outra ruim, (1) superando em 29% as expectativas do “mercado” (US$ 6,5bi), em OUT/16 o investimento direto estrangeiro no Brasil atingiu US$ 8,4bi, valor 25% maior do que o registrado em OUT/15 e (2) a revisão na projeção de crescimento da economia brasileira anunciada pelo Ministério da Fazenda, de 1,6% para 1% em 2017, deve representar uma perda de arrecadação de pelo menos R$ -3,3bi em relação ao projetado inicialmente no Orçamento do próximo ano.

Ontem o presidente Temer fechou com os governadores para liberação de R$ 5,3bi em socorro financeiro aos Estados, dinheiro que é parte das multas arrecadadas com o programa de regularização de recursos no exterior e, para que esta medida não seja como “enxugar gelo”, em troca os Estados se comprometeram a adotar ações de controle de gastos, incluindo na área previdenciária.

Política:

Mostrando que "falta coragem para o governo Temer" fazer o que é justo, certo e necessário, apesar do setor ser responsável pela maior parte dos rombos e das distorções, os militares devem ficar de fora da proposta de reforma da previdência que será enviada ao Congresso ainda neste ano.

A tucana Raquel Lira, única mulher a vencer a disputa no segundo turno em 2016, já que foi eleita prefeita de Caruaru, afirmou que as cotas destinadas às candidaturas femininas nos partidos são insuficientes para equalizar a presença dos gêneros no cenário político nacional, ressaltando que as legendas apenas cumprem as cotas femininas, sem dar real apoio para as candidatas.

Frustrando mais uma demanda da oposição, Luís Roberto Barroso, ministro do Supremo Tribunal Federal, negou um pedido dos senadores do PT e do PC do B para suspender a tramitação no Senado da PEC do teto de gastos, que é uma das principais medidas do governo Temer para tentar reequilibrar as contas públicas, ressaltando inclusive que o Congresso é a instância adequada para debates sobre as escolhas políticas que envolvam mudanças constitucionais e que o Judiciário não deve coibir discussões de interesse nacional.

Em uma decisão ainda passível de recurso, a Justiça Eleitoral decidiu cassar a candidatura do prefeito reeleito de Belém, o tucano Zenaldo Coutinho, e declarou a sua inegibilidade por 8 anos, alegando que ele investiu dinheiro público "de forma maciça" na propaganda institucional e assim eliminou toda a concorrência e influiu na liberdade do voto.

Sob pressão e em meio a tratativas para a aprovação de uma anistia aos alvos da Lava Jato, já que os “nobres parlamentares” estão morrendo de medo da delação premiada da Odebrecht, a comissão especial da Câmara que discute o pacote de medidas contra a corrupção adiou para hoje a votação do relatório do deputado democrata Onyx Lorenzoni.

Se preparando para herdar o PT, o senador Lindbergh Farias se lançará no fim de DEZ/16 candidato à presidência do partido, cuja disputa deve ocorrer em votação indireta, da qual só participam os delegados nacionais, em ABR/17, provavelmente quando Lula já estiver preso.

Tornando cada dia mais insustentável a manutenção do referido ministro no cargo, um primo e um sobrinho de Geddel Vieira Lima atuam como representantes do empreendimento imobiliário La Vue, o que confirma a tese de ele pressionou o ex-ministro da Cultura para que o Iphan derrubasse uma decisão contrária à obra.

Adversários avaliam que a prévia do centrão para decidir seu candidato à presidência da Câmara pode desunir o grupo ainda mais, já que torcem para que os derrotados se aliem ao DEM e ao PSDB.

Crítica:

Mostrando até que ponto por chegar a insanidade e a cara de pau de um advogado, a defesa do ex-presidente Lula levantou a suspeita de que a força-tarefa da Operação Lava Jato colabora em caráter não formalizado com o governo dos EUA, que por sua vez teria interesses comerciais no pré-sal.

Prometendo destruir, logo no seu primeiro dia de governo, um importante legado de Obama, ontem Trump “avisou” que assim que assumir a presidência dos EUA vai retirar o país da Parceria Transpacífico (TPP), ressaltando que vai negociar acordos bilaterais que tragam de volta empregos e indústrias de volta.

PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil


Nenhum comentário:

Postar um comentário