R.B. 25/OUT/16 "As maravilhas de se tornarem investidores globais"



"As maravilhas de se tornarem investidores globais"

São Paulo, 25 de outubro de 2016 (TERÇA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve subir, acompanhando o movimento ascendente das commodities e das principais bolsas mundiais para retornar à sua trajetória de alta, também beneficiada pela provável aprovação em segundo turno na Câmara da PEC que limita dos gastos públicos e (2) o DÓLAR pode subir, recuperando uma parte da forte baixa registrada no pregão anterior, influenciado pelas medidas anunciadas pelo BC tupiniquim para tentar conter a valorização do real, que prejudica as exportações.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA caiu -0,1%, após um pregão com pouca volatilidade, diante da escassez de notícias relevantes e da divisão entre aqueles que estão otimistas, baseados em acontecimentos recentes, e aqueles que esperam uma realização de lucros, diante dos recentes ganhos da Bolsa brasileira (9,8% no mês) e (2) o DÓLAR caiu -1,3% à R$ 3,12, para fechar o dia no menor patamar do ano, seguindo a trajetória internacional da moeda norte-americana e influenciada pela expectativa de forte fluxo positivo de recursos externos por conta da lei de regularização, cuja data final para adesão é 31/OUT/16.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão 0,3% e China 1,2%, impulsionadas pela publicação de indicadores econômicos melhores do que o esperado da economia japonesa, com uma expansão do setor manufatureiro no ritmo mais forte em 9 meses, (2) da EUROPA, sem uma tendência única, Inglaterra -0,5%, pressionada pelo setor de energia em um dia negativo para o petróleo (-1,7%), porem França 0,4% e Alemanha 0,5%, com destaques de alta para as ações dos bancos e beneficiadas pelo anúncio de que o índice de gerentes de compras da Alemanha atingiu em OUT/16 o maior nível em 3 meses e (3) dos EUA, S&P 0,5%, DJ 0,5% e NASDAQ 1,0%, com os investidores animados diante (a) da divulgação de bons resultados corporativos, como o da T-mobile (9,5%), e (2) do anúncio de dados melhores do que o esperado da indústria do país.

Já impactado pelo corte da Selic, o primeiro desde 2012, ocorrido na semana passada, o “mercado” reduziu novamente, desta vez de 7,01% para 6,89%, suas “apostas” para a inflação media pelo IPCA neste ano, mas também diminuiu, desta vez de -3,19% para -3,22%, suas projeções para o desempenho da economia tupiniquim em 2016.

Esperando uma “enxurrada” de dinheiro, que já está em US$ 33bi e pode chegar a incríveis US$ 50bi, o BC vai reduzir a oferta de dólares no mercado para tentar compensar, pelo menos parcialmente, o impacto da entrada de dólares no Brasil por conta do programa de regularização de recursos mantidos ilegalmente no exterior, amenizando assim a esperada valorização do real em relação à moeda norte-americana.

Aguardada pela equipe econômica de Temer como alternativa para reduzir a dívida pública, a devolução antecipada de R$ 100bi pelo BNDES ao Tesouro Nacional deve receber amanhã o aval do ministro Raimundo Carreiro, relator da matéria no Tribunal de Contas da União.

Diante do corte da taxa básica de juros pelo Copom na semana passada e das “apostas” de que a Selic pode ficar abaixo de 2 dígitos até o final de 2018, as aplicações de renda fixa atreladas ao CDI (pós-fixadas) começam a perder atratividade e, segundo Sandra Blanco, consultora de investimentos da Órama Corretora, para assegurar rentabilidades mais altas agora é interessante avaliar os títulos prefixados, que são aqueles que já estão com a remuneração definida no momento da aplicação.

Como fruto negativo da crise, que faz os consumidores adequarem e reduzirem seus padrões de consumo, (1) mesmo com o recuo do dólar, nos 9 primeiros meses deste ano o volume de importação de azeite de oliva foi -15,5% menor do que no mesmo período de 2015 e (2) nos últimos 2 anos cresceu de 7% para 24% a fatia de consumidores que preferem comprar em atacadistas, como Assaí, Atacadão e Roldão, por exemplo, segundo um estudo da consultoria Quorum Brasil.

Mostrando que finalmente os investidores brasileiros, em busca de mais e melhores opções e de menores custos operacionais, começam a descobrir “as maravilhas de se tornarem investidores globais”, segundo dados oficiais do BC o volume de dinheiro brasileiro legal aplicado no exterior já se aproxima dos R$ 400bi e deve no mínimo dobrar com a Lei de Repatriação.

-    A Embraer caiu -0,1%, após a empresa anunciar que vai pagar uma multa de US$ 206mi para encerrar um caso de corrupção que vinha sendo investigado pelas Justiças dos EUA e do Brasil.

Política:

Cada dia mais distante dos holofotes, Dilma foi ontem ao RJ para (1) fazer críticas à Proposta de Emenda Constitucional que limita os gastos da União por 20 anos, (2) repetir pela enésima vez que o impeachment foi golpe, (3) dizer que Lula vive uma perseguição política, (4) apoiar a candidatura de Marcelo Freixo, do PSOL, (5) avisar que Temer quer acabar com as políticas sociais e (6) alertar que a elite brasileira queria um governo de "brancos e ricos".

Em uma articulação marcada por idas e vindas, Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados, retirou o principal ponto do projeto que altera a Lei de Repatriação com o objetivo de ainda tentar votar a proposta incluindo apenas duas mudanças (1) a que deixa mais clara a anistia aos crimes cometidos por quem está regularizando o dinheiro mantido ilegalmente fora do país e (2) a que divide com Estados e municípios uma fatia maior da arrecadação.

Com PT, PC do B, PDT, PSOL e Rede se manifestando contra a medida sob o “argumento acéfalo” de que o governo está entregando as riquezas nacionais para as multinacionais do petróleo e com a base aliada mais preocupada com o jantar 0800 promovido por Rodrigo Maia, não foi possível concluir na noite de ontem a votação na Câmara dos Deputados do projeto que permite a ampliação da participação privada no pré-sal.

Supostamente com o objetivo de discutir a ação da Polícia Federal que prendeu policiais legislativos que, obviamente por ordem dele, atuavam para atrapalhar as investigações da Polícia Federal, Renan Calheiros, sem nenhuma vergonha na cara, “aviou” que pedirá formalmente a Temer uma “reunião de emergência” com os chefes dos três Poderes.

Segundo o servidor Paulo Igor Bosco Silva, autor das denúncias que levaram a Polícia Federal a prender quatro policiais do Senado na última sexta-feira, a primeira varredura fora das dependências da Casa teve motivação declarada de proteger o então ministro de Minas e Energia, o peemedebista Edison Lobão, das investigações da Lava Jato.

Com o objetivo de reproduzir, fortalecer e consolidar, no plano municipal, a aliança entre tucanos e peemedebistas já existente na esfera Federal, hoje o presidente Temer recebe em almoço João Dória, prefeito eleito de SP, e José Yunes, que é presidente municipal do PMDB.

-    Claramente em uma ação que tem DNA petista, o deputado democrata Rodrigo Maia, presidente da Câmara, já foi ameaçado de morte duas vezes por defender a reforma da Previdência.
-    Pensando cada dia mais nas eleições de 2018, o que é um enorme erro, o PSDB paulista, comandado por Alckmin, já faz ofensiva para lançar Bruno Covas, recém eleito vice-prefeito de SP, como candidato à sua sucessão no governo de SP.
-   Depois de o Panamá negar acesso do Brasil a dados bancários da Odebrecht, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, assinou termo de cooperação com o país para permitir o compartilhamento de informações da Lava Jato.

Crítica:

Envergonhando ainda mais os corintianos de bem, que são poucos mas existem (todos meus amigos), a diretoria do time da marginal sem numero divulgou uma nota vergonhosa criticando a prisão dos vagabundos da organizada Gaviões da Fiel que bateram em policiais durante o ultimo jogo contra o Flamengo no Maracanã.

Resolver a questão da segurança dos estádios de futebol é simples, com a tecnologia atual de câmeras é fácil identificar os arruaceiros, que são sempre os mesmos, pra coloca-los em cana por um bom tempo (3 meses) e depois obriga-los a ir a uma delegacia prestar serviços comunitários em todos os dias que tem jogo do seu time durante no mínimo 5 anos.

PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil



Nenhum comentário:

Postar um comentário