R.B. 30/AGO/16 "Coragem e paciência para defender seu indefensável governo"



"Coragem e paciência para defender seu indefensável governo"

São Paulo, 30 de agosto de 2016 (TERÇA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve seguir em alta, com “boas chances” de fechar o ano próxima dos 65.000pts, influenciada positivamente pela valorização das commodities e das principais bolsas mundiais e também atenta os desdobramentos positivos do fim do processo de impeachment da ex-presidenta Dilma e (2) o DÓLAR pode seguir em queda, mesmo com os leilões de compra do BC, influenciado pelos mesmos motivos que devem animar a bolsa brasileira, porem deve-se ressaltar que o patamar é interessante para compras de longo prazo, principalmente diante do esperado aumento dos juros nos EUA.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 1,6%, acompanhando o movimento ascendente das principais bolsas mundiais e “comemorando” os momentos derradeiros do processo de impeachment da ex-presidenta Dilma, o que impulsionou principalmente as estatais, como Petrobrás (3,0%) e Banco do Brasil (4,1%) e (2) o DÓLAR caiu -1,0% à R$ 3,23, acompanhando a melhora do “humor” na bolsa tupiniquim, com baixo volume de negócios e seguindo o fluxo positivo de recursos externos oriundos de exportações, captações e “investimentos”.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão 2,3%, impulsionada pelo bom desempenho das exportadoras, diante da valorização do dólar frete a moeda local (o iene) e China 0,2%, sustentada pelas ações das construtoras, que recuperam perdas recentes, (2) da EUROPA, em um dia de poucos negócios, por conta do feriado na Inglaterra, França -0,4% e Alemanha -0,4%, com os investidores repercutindo novamente a possibilidade de que o FED (“BC” dos EUA) eleve os juros no fim deste ano e preocupados com a queda do petróleo (-1,5%) e (3) dos EUA, recuperando as perdas da abertura, S&P 0,5%, DJ 0,6% e NASDAQ 0,3%, com destaques de alta para as ações dos bancos, diante do aumento da avaliação de que uma alta dos juros do país, justificada por uma recuperação sólida da economia norte-americana, será algo positivo.

Mostrando sinais divergentes, o que é compreensível diante das incertezas sobre o futuro da política tupiniquim, o “mercado” elevou, de 7,31% para 7,34%, suas “apostas” para a inflação do país medida pelo IPCA em 2016, porem melhorou, de -3,20% para -3,16%, suas projeções para o desempenho do PIB brasileiro neste ano.

Também dando sinais divergentes da economia brasileira, em AGO/16 (1) o Índice de Confiança de Serviços do Brasil subiu 2,8pts na comparação com JUL/16 e bateu 78,8pts, o que representa o maior patamar desde FEV/16 e (2) após 5 altas seguidas, o Índice de Confiança da Indústria caiu 1,0pt na comparação com o mês anterior, atingindo 86,1pts, o que pode ser interpretado como uma acomodação.

Apresentando mais sinais divergentes na economia tupiniquim, (1) substituindo formas de entretenimento mais caras e na contramão da crise, nos 8 primeiros meses deste ano o movimento nas salas de cinema do país aumentou 10% na comparação com o mesmo período de 2015 e (2) no primeiro semestre deste ano, principalmente por conta do desligamento das usinas térmicas, o consumo de gás caiu quase -25% na comparação com o mesmo período do ano passado.

Aumentando a poluição das cidades e reduzindo o emprego no campo, em JUL/16 a participação do etanol hidratado no consumo de combustíveis no Brasil atingiu 21,1% do total, patamar inferior aos 24,1% auferidos em igual mês do ano passado, e o principal motivo foi a alta de 32% dos preços do referido combustível nos últimos 12 meses.

Com mais qualidade e maior proximidade com os principais consumidores do mundo, a produção de café da Colômbia parece recuperada, já que a colheita dos últimos 12 meses, até JUL/16, rendeu 14,1 milhões de sacas, o que representa 8% mais do que em igual período do ano anterior.

-    A Apple caiu -0,1% na bolsa de NY, no mesmo dia em que foi anunciado que a empresa (1) está sendo processada nos EUA por proprietários de iPhone 6 e iPhone 6 Plus, que alegam um defeito que as telas sensíveis ao toque não respondam corretamente e (2) enviou convites para um evento, em San Francisco, com a sugestiva frase "Vejo você no 7º", óbvia referência dupla à data, 7 de setembro, e ao lançamento da sétima versão do iPhone, que é a sua “aposta” para reverter a queda nas vendas do smartphone, que já dura dois trimestres e que ainda é responsável pela maior parte das suas receitas.

Política:

Mostrando “coragem e paciência para defender seu indefensável governo”, falando para a história, para seus companheiros petistas e também para as câmeras de cinema e TV, ontem a ex-presidenta Dilma, por cerca de 14 horas, respondeu da forma como achou conveniente, e quase sempre autoritária, ideológica e confusa, as perguntas dos senadores durante o ultimo capítulo do seu longo processo de impeachment.

Ontem, enquanto o Senado escutava Dilma, a Câmara, mostrando serviço, aprovou uma importante medida provisória que reduz o número de ministérios de 39 para 24, mesmo com os protestos da oposição por conta da extinção da secretaria das Mulheres, da Igualdade Racial, da Juventude e dos Direitos Humanos.

Sob argumento de que é necessário o enxugar a máquina federal, a reforma administrativa estabelece, entre outras alterações, a fusão da pasta das Comunicações à de Ciência, Tecnologia e Inovação, além de transformar a antiga Controladoria-geral da União em Ministério da Transparência, Fiscalização e Controle.

Mantendo a velha política de troca de favores, após ser cortejado por Lula, o senador Roberto Rocha, do PSB do Maranhão, recebeu uma ligação do presidente Temer e, segundo “rumores”, será contemplado com uma diretoria do Banco do Nordeste em troca de voto favorável ao impeachment.

Envolvendo mais um tucano poderoso em atos de corrupção, o empresário Luiz Abi Antoun, primo do governador do Paraná, Beto Richa, do PSDB, foi condenado por fraude à licitação, organização criminosa e falsidade ideológica num contrato de R$ 1,5 mi com o governo estadual entre 2013 e 2015.

Com receio de enfrentar dificuldades na aprovação de medidas econômicas no Congresso Nacional, o presidente Temer decidiu fazer um aceno à base aliada e levará uma comitiva parlamentar, obviamente à custa de dinheiro público, para viagem que pretende fazer à China após a conclusão do processo de impeachment no Senado Federal.

Crítica:

Provando, pela enésima vez, que a franquia só é boa para o franqueador, frustrados com uma recente redução em suas comissões de vendas, franqueados da maior operadora de turismo do Brasil, a CVC, decidiram entrar na Justiça, fechar lojas ou repassar pontos pelo país.

Desesperados com o fim iminente da mortadela gratuita, menos de 1 centena de arruaceiros do grupo anarco-terrorista MST, obviamente financiados e estimulados pelo PT, promoveram um quebra-quebra na Avenida Paulista e foram prontamente dispersados pela policia de choque.

PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil



Nenhum comentário:

Postar um comentário