R.B. 24/AGO/16 "Nossos hermanos já estão melhores do que nós"



"Nossos hermanos já estão melhores do que nós"

São Paulo, 24 de agosto de 2016 (QUARTA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve seguir em alta, beneficiada pela aprovação da Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2017, impulsionada pela aproximação do fim do definitivo do governo Dilma e acompanhando o movimento ascendente das principais bolsas mundiais e (2) o DÓLAR pode cair, devolvendo a alta acumulada no pregão anterior e influenciado pelos mesmos motivos que devem animar a bolsa brasileira.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 0,4%, após um pregão com boa volatilidade, já que na mínima bateu 57.781pts e na máxima atingiu 58.596pts, recuperando uma pequena parte das fortes perdas registradas no pregão anterior (-2,2%), acompanhando a valorização das commodities e das principais bolsas mundiais e (2) o DÓLAR subiu 0,9% à R$ 3,23, revertendo as perdas da abertura, quando na mínima atingiu R$ 3,18, pressionado pelos leilões de compra do BC e influenciado principalmente pelo aumento das “apostas” de alta dos juros nos EUA.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, sem uma tendência única, Japão -0,6%, devolvendo os ganhos do pregão anterior, diante da queda de papéis de petrolíferas e siderúrgicas e China 0,2%, sustentada por ganhos nas áreas de engenharia e química, (2) da EUROPA, Inglaterra 0,6%, França 0,7% e Alemanha 0,9%, impulsionadas pelo resultado positivo do índice dos gerentes de compras (PMI) composto da zona do euro, que ficou melhor que o esperado, atingiu o maior patamar em 7 meses e mostrou que o impacto da saída do Reino Unido da União Europeia ainda é limitado e (3) dos EUA, ainda em compasso de espera e com pouca volatilidade, S&P 0,2%, DJ 0,1% e NASDAQ 0,3%, beneficiadas por dados sólidos sobre o mercado imobiliário, que indicaram que em JUL/16 as vendas de casas atingiram o máximo em quase 9 anos e, como a temporada de divulgação de resultados está se encerrando, com os investidores mudando o foco para a probabilidade de uma alta dos juros do país nos próximos meses.

Aparentando otimismo, ontem, após se reunir com deputados, Henrique Meirelles, ministro da Fazenda, afirmou esperar que o Congresso Nacional termine de votar a proposta que coloca um teto para os gastos públicos neste ano, ressaltando que, por conta da importância do assunto, o próprio presidente Temer vai se envolver nas reuniões com bancadas da Câmara para negociar a aprovação da referida PEC.

Desagradando o “mercado”, mostrando dissonância com a opinião de Henrique Meirelles, ministro da Fazenda, e consequentemente perdendo uma ótima oportunidade para ficar calado, Eliseu Padilha, ministro-chefe da Casa Civil, afirmou que o governo Temer decidiu que não haverá aumento de imposto neste ano ou no próximo para atingir a meta fiscal, apesar de “garantir” que o projeto que cria limite para o crescimento do gasto público pela inflação do ano anterior é "inegociável".

Mostrando que, como se livraram antes da esquerda populista e corrupta, “nossos hermanos já estão melhores do que nós”, a taxa de desemprego da Argentina, em tendência de queda, atingiu 9,3% no segundo trimestre deste ano, patamar bem inferior ao desemprego tupiniquim que, ainda em tendência de alta, bateu 11,3% em JUL/16.

Diante do temor de falta de interessados, o que é totalmente normal diante das inseguranças oriundas do processo de impeachment ainda em curso no país, o leilão de concessões de linhas de transmissão de eletricidade, previsto para 2/SET/16, será adiado para uma nova data ainda indefinida e suas regras e condições poderão ser revistas.

Por conta da crise financeira e do aumento do desemprego no Brasil, (1) mesmo com o dólar acumulando uma queda de -18,3% em 2016 e de -7,1% nos últimos 12 meses, em JUL/16 os gastos dos turistas tupiniquins no exterior somaram US$ 1,4bi, o que representa uma queda de mais de -18% em comparação com o mesmo período de 2015 é o menor patamar para o mês desde JUL/09, (2) em JUL/16 a demanda por voos domésticos caiu -6,49% ante mesmo período de 2015, marcando o 12º mês consecutivo de retração nesta base de comparação e (3) o faturamento do setor óptico caiu -22% no acumulado de 12 meses até JUN/16 e a receita chegou ao seu pior nível desde 2012.

Com potencial para prejudicar, e muito, as exportações brasileiras, segundo dados oficiais do Departamento de Agricultura dos EUA, a maior economia do mundo se prepara para ter neste ano uma supersafra recorde de grãos, que certamente causará queda nos preços no mundo todo.

Como “o dinheiro está curto”, o governo Temer, decidiu cortar drasticamente o programa de investimentos federais em aviação, reduzindo de 270 para 53 o número de aeroportos que passarão por obras de ampliação a partir do próximo ano.

-    A Best Buy subiu 18,1% na bolsa de NY, após a empresa, que é a maior varejista de eletrônicos dos EUA, anunciar que registrou lucro trimestral muito mais alto que o esperado.

Política:

Mostrando “a força política de Temer”, e também “a moral de Henrique Meirelles”, na madrugada de ontem para hoje o Congresso Nacional aprovou o texto-base da Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2017, na versão proposta pelo referido ministro da Fazenda, que estabelece os parâmetros para a elaboração do Orçamento e que antecipa a regra do teto de gastos.

Segundo as ultimas pesquisas divulgadas para prefeito das principais cidades do país, (1) em SP, se livrando do PT, Russomanno tem 33%, Marta 17% e Erundina, Doria e Haddad tem 9%, (2) no RJ, dividido em extremos, Crivella tem 27%, Freixo 12%, Flavio Bolsonaro 11% e Jandira empatada com Pedro Paulo tem 6%, (3) em Porto Alegre, onde o pior pode acontecer, Luciana Genro tem 23%, Raul Ponte 18%, Nelson Junior 12% e Sebastião Melo 10% e (4) em BH, com as melhores opções, João Leite tem 21%, Alexandre Kalil 11% e Luis Tibe 6%.

Cuidando do assunto mais importante do seu governo, que é mantê-lo de pé, faltando menos de 2 dias para o início da fase final do processo de impeachment, o presidente Temer “abriu espaço VIP” na sua agenda para receber senadores nordestinos que têm evitado se posicionar publicamente sobre a votação que definirá o destino da ex-presidenta Dilma, como Edson Lobão (PMDB-MA), João Alberto Souza (PMDB-MA), Roberto Rocha (PSB-MA), Ciro Nogueira (PP-PI) e Eduardo Amorim (PSC-SE).

Confirmando que as ideias estapafúrdias de Dilma não encontram apoio nem no seu partido, ontem, por 14 votos contrários e apenas 2 favoráveis, cúpula do PT rejeitou a proposta apresentada pela referida ex-presidenta de convocação de plebiscito sobre antecipação de eleições no Brasil.

Possivelmente irritado e preocupado com as investigações que se aproximam do Supremo, o ministro Gilmar Mendes, do STF, afirmou que integrantes do Ministério Público Federal devem "calçar as sandálias da humildade" e classificou ainda de "cretino" quem criou proposta de combate à corrupção defendida pelo juiz Sergio Moro e pelo coordenador da Lava Jato no Paraná, procurador Deltan Dallagnol.

Em oposição ao ministro do STF Gilmar Mendes, que afirmou que os investigadores estavam tendo "mais liberdade do que o normal", Rodrigo Janot, procurador-geral da República, negou que quer constranger o Supremo Tribunal Federal, porem ressaltou que a Lava Jato está incomodando muita gente e sofrendo cada dia mais “pressões políticas”.

Crítica:

Conforme já era de se esperar, em um país com analfabetos econômicos, sociais, financeiros e funcionais, segundo uma pesquisa divulgada ontem 86% dos brasileiros desconhecem ou sabem pouco do tema previdência e 44% não ouviram falar das discussões sobre mudanças nas regras de aposentadoria que estão em negociação no Congresso Nacional.

Aumentando consideravelmente a insegurança no velho continente, o governo alemão está aconselhando seus cidadãos, pela primeira vez desde a Guerra Fria, a armazenarem comida e água e estarem preparados para uma eventual situação de emergência a nível nacional.

PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil



Nenhum comentário:

Postar um comentário