R.B. 22/AGO/16 "A podridão presente na mais alta corte do país"



"A podridão presente na mais alta corte do país"

São Paulo, 22 de agosto de 2016 (SEGUNDA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve seguir em queda, para fechar o dia abaixo dos 59.000pts, acompanhando as perdas das demais bolsas mundiais, prejudicada pelo recuo das commodities e “temendo” o aumento da crise tupiniquim após as Olimpíadas e (2) o DÓLAR pode subir, seguindo a esperada priora do “humor” na bolsa brasileira e retornando à sua trajetória de alta após o “ajuste técnico” de sexta-feira.

Sexta-feira, no BRASIL, (1) a BOVESPA caiu -0,1%, com baixo volume de negócios (R$ 5,5bi), ainda realizando uma parte da forte alta já registrada no ano (36,4%), acompanhando as perdas das demais bolsas mundiais e prejudicada pelo recuo das commodities e (2) o DÓLAR caiu -1,0% à R$ 3,20, em um “ajuste técnico” após 6 dias consecutivos de alta, nos quais avançou 3,5%, desta vez influenciado por um menor volume de compras do BC.

Também sexta-feira, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão 0,4% e China 0,1%, sustentadas pelo recente rali do petróleo, que favorece as ações do setor de energia, (2) da EUROPA, realizando lucros recentes, Inglaterra -0,2%, França -0,8% e Alemanha -0,6%, pressionadas principalmente pela queda acentuada das ações dos bancos, diante de relatos de que o executivo-chefe e o ex-presidente do banco italiano Monte dei Paschi di Siena, cujas ações recuaram -2,6%, foram acusados de manipulação de mercado e contabilidade falsa e (3) dos EUA, com os investidores elevando as “apostas” de alta dos juros do país, S&P -0,1%, DJ -0,2% e NASDAQ -0,1%, em um pregão esvaziado pela falta de indicadores e eventos importantes.

Como as taxas de juros negativas no mundo desenvolvido levam investidores a, ignorando os riscos de colocar dinheiro em economias menos estáveis, buscarem ativos mais arriscados, as aplicações em fundos de ações de mercados emergentes atingiram, na última semana, o maior nível em 58 semanas.

Acreditando que a queda definitiva de Dilma já são “favas contadas”, Meirelles, ministro da Fazenda, “avisou” que o governo Temer deve apresentar ainda hoje aos líderes dos partidos da base aliada a proposta para o Orçamento de 2017, já que o prazo limite para envio do texto ao Congresso é 31/AGO/16.

Ao longo dos últimos anos a China se tornou o maior importador mundial de commodities e, para o Brasil recuperar rapidamente sua economia, Temer, que no começo do mês que vem vai ao gigante asiático vai participar da reunião do G-20, está ciente de que precisa fechar uma parceria estratégica, sólida e de longo prazo com os líderes chineses.

Com o objetivo de combater o ceticismo de empresários e aliados insatisfeitos com a maneira como tem conduzido o ajuste nas contas públicas, considerado essencial para a recuperação da economia do país, o presidente Temer já “avisou” que, após completar 100 dias à frente do governo, espera apenas a decisão final do processo de impeachment de Dilma para cobrar dos aliados a aprovação de medidas econômicas impopulares.

Ainda dando sinais negativos da economia brasileira, (1) nos 7 primeiros meses deste ano o percentual de cheques devolvidos por falta de fundos ficou em 2,34%, o que representa ao maior nível desde 2009, (2) em JUL/16 as vendas do comércio atacadista de tecidos, no segmento de cama, mesa e banho, caíram -4,8% em comparação a JUN/16 e (3) no mês passado a arrecadação federal de impostos teve um redução real (que desconta a inflação) de -5,8% em relação a JUL/15.

Também comandada pelo tucano Serra, a agência brasileira de promoção de exportações e investimentos (Apex-Brasil) aproveitou a cerimônia de encerramento da Olimpíada do RJ para lançar a nova campanha de imagem do Brasil no exterior, que quer reforçar a credibilidade do país em meio à possibilidade de uma retomada econômica, falando da sustentabilidade do agronegócio brasileiro e da qualidade dos produtos.

-    A Vale subiu 1,3%, em meio a negociações para venda de minério de ferro para uma instituição chinesa pelo período de 30 anos, em uma operação da ordem de US$ 9bi.

Política:

Segundo “rumores”, com a proximidade da conclusão do processo de impeachment de Dilma, o “mercado” espera um posicionamento mais firme do presidente Temer, que hoje se reúne com parlamentares e ministros para discutir o andamento do ajuste fiscal tupiniquim.

Líder na pesquisas e por este motivo principal alvo dos adversários, Celso Russomanno, candidato pelo PRB à Prefeitura de SP, vai se acovardar e, segundo rumores, pode não participar do primeiro debate da eleição, que acontece às 22h30 desta segunda-feira na TV Bandeirantes.

Fazendo a farra com o dinheiro publico, alem de trabalhar muito menos do que deveria, nos 2 anos em que presidiu o Superior Tribunal de Justiça, o ministro Francisco Falcão esteve ausente da corte em viagens oficiais que totalizam 4,5 meses fora do gabinete e neste período recebeu cerca de R$ 175 mil em diárias de viagem, dos quais R$ 158 mil referentes a viagens internacionais.

Coberto de razão, Moreira Franco, auxiliar e amigo pessoal do presidente Temer, afirmou que a saída da crise econômica em que o Brasil mergulhou por conta da incompetência da ex-presidenta Dilma é o que vai "credenciar" e dar "legitimidade" ao governo do referido peemedebista.

Desesperado com o encolhimento que o partido terá nas eleições municipais deste ano, o PT quer impugnar a candidatura de João Doria à Prefeitura de SP, alegando, em pedido feito à Justiça Eleitoral, que o candidato tucano desrespeitou a lei ao não se afastar dos cargos de administrador e representante de suas empresas.

Com a faca nos dentes, João Doria, candidato à prefeitura pelo PSDB, “avisou” que vai usar o debate desta segunda-feira na TV Bandeirantes para atacar o PT de seu rival, o prefeito Fernando Haddad, na esfera nacional.

Crítica:

Por conta de uma simples, porem importante e fundamental, mudança da legislação, que agora permite a cobrança quase que imediata do caloteiro, no segundo trimestre deste ano as ações por falta de pagamento da taxa de condomínio em SP caíram quase -80% em relação aos 3 meses anteriores.

Revelando “a podridão presente na mais alta corte do país”, Dias Toffoli, ministro do STF escolhido por Dilma e que antes do cargo era advogado do PT, deve ser acusado em delação premiada por Leo Pinheiro, presidente da construtora OAS, de vender “facilidades” em processos.

PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário