R.B. 28/JUL/16 "Um país onde a ética é um luxo"



"Um país onde a ética é um luxo"

El Colorado, 28 de julho de 2016 (QUINTA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve seguir em alta, acompanhando o movimento ascendente das principais bolsas mundiais, diante da redução dos “temores” de alta dos juros dos EUA, e impulsionada pelos sinais de melhora das expectativas para a economia brasileira e (2) o DÓLAR pode voltar a cair, mesmo diante de novos leilões de compra do BC, seguindo os mesmos motivos que devem animar a bolsa brasileira.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 0,1%, mantendo-se em terreno positivo ao longo de todo pregão, porem sem forças para romper a resistência dos 57.000pts, e sustentada pela valorização internacional das commodities e (2) o DÓLAR caiu -0,1% à R$ 3,27, diante à percepção de que o Fed (“BC” dos EUA) deixou em aberto o momento da retomada do aperto monetário e após um pregão com boa volatilidade, já que na máxima atingiu R$ 3,29.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, sem um tendência única, Japão 1,7%, mais uma vez sustentada por esperanças de novos estímulos monetários por parte do governo local e com destaques de alta para as exportadoras e China -1,9%, diante da adoção de uma postura mais dura de Pequim para conter movimentos especulativos com ações de baixo valor de mercado, (2) da EUROPA, Inglaterra 0,4%, França 1,2% e Alemanha 0,7%, beneficiadas pelo ótimo resultado do PIB do Reino Unido, que avançou 2,2% na comparação anual, e por resultados corporativos positivos, como o da Telecom Itália (7,8%), que superou as expectativas, o da Bayer (1,1%), cujo lucro subiu 18,6% no período, e o da Air France (0,7%), que conseguiu reverter o prejuízo do trimestre anterior e (3) dos EUA, sem uma tendência única, S&P -0,1%, DJ -0,1% e NASDAQ 0,6%, divididas entre a esperada manutenção da taxa de juros do país pelo FED e a divulgação de resultados corporativos mistos, como o da Coca-Cola (-3,3%) e o da Apple (6,6%).

Apesar de ressaltar no seu comunicado um menor risco econômico de curto prazo e melhoras na economia local, principalmente no mercado de trabalho, o FED (“BC” dos EUA), seguiu as expectativas do “mercado” e manteve inalterada a taxa básica de juros da economia norte-americana, não dando muita probabilidade de eleva-la na sua próxima reunião, que ocorre em SET/16.

Mostrando-se um pouco mais otimista com o futuro do Brasil, a agencia de classificação de risco Fitch Ratings destacou ontem em um relatório que o cenário para o crescimento dos mercados emergentes parece ligeiramente melhor e que a economia brasileira deve ter recessão menos profunda em 2016 por conta da estabilização dos preços globais de commodities.

Como o dinheiro anda curto, o credito escasso e a “febre de consumo tupiniquim” está passando, segundo o BC a taxa média de inadimplência de empresas e consumidores recuou de 3,7% em MAI/16 para 3,5% em JUN/16, o que representa a primeira redução dos últimos 12 meses.

Diante do aumento da confiança na condução da economia tupiniquim, o que obviamente coincidiu com a entrada de Meireles no Ministério da Fazenda, segundo dados oficiais do BC pela primeira vez desde DEZ/15 a taxa média de juros caiu, de 32,7% em MAI/16 para 32,6% em JUN/16.

Com o país ainda colhendo os “frutos podres” do acéfalo, corrupto e incompetente governo Dilma, completando 15 meses consecutivos de retração do mercado de trabalho em JUN/16 o Brasil perdeu mais 91 mil postos com carteira assinada, o que eleva o total de vagas ceifadas nos últimos 12 meses para -1,75 milhão.

Na mira da Policia Federal e com as “empresas amigas do PT”, como a Odebrecht e a Camargo Correia, com muitos de seus presidentes e diretores na cadeia, o BNDES fechou o primeiro semestre deste ano com desembolsos de R$ 40,12bi, o que representa uma queda de -42% frente a igual período de 2015.

Fazendo o que pode para resgatar a principal empresa do Brasil, ontem Pedro Parente, presidente da Petrobrás (1) estimou que o processo de venda da BR Distribuidora deve ser fechado no primeiro trimestre do próximo ano e (2) alertou que é urgente que a Câmara aprove o mais rápido possível o projeto de lei que altera as regras de exploração do pré-sal, retirando a obrigatoriedade da Petrobras participar de todas as explorações.

Provando novamente que, com crise ou sem crise, ter um grande banco no Brasil é sempre um ótimo negócio, principalmente por conta da elevada concentração do setor e pela falta de educação financeira do brasileiro, o Santander Brasil anunciou que seu lucro líquido recorrente atingiu R$ 1,8bi no segundo trimestre de 2016, o que representa alta de 7,8% na comparação com o mesmo período de 2015 e de 8,8% em relação aos três primeiros meses deste ano.

Política:

Teoricamente agindo de forma republicana, porem principalmente com receio de retaliações no Congresso Nacional, que precisa votar uma importante pauta econômica no segundo semestre, o presidente Temer tem recomendado à sua equipe ministerial que não se envolva publicamente nas campanhas municipais deste ano.

Em uma eleição municipal, na maior cidade do país, que promete ter um nível baixíssimo e uma disputa acalorada, PT e PSDB, cujos candidatos à prefeito são respectivamente Haddad e João Dória, já reagiram ao anúncio da aliança entre Marta Suplicy, do PMDB, e Andrea Matarazzo, do PSD, lembrando que os agora companheiros de chapa já trocaram ataques pesados no passado.

Seguindo a Polícia Federal, ontem o Tribunal de Contas da União “avisou” que encaminhará denúncia ao Ministério Público Federal para investigação de suposto peculato, desvio de recursos praticado por servidores de elevado escalão do BNDES, ressaltando que alguns servidores de carreira do referido banco de fomento chegaram a se dizer "enojados" com o que viram durante a gestão de Luciano Coutinho.

Nascidos nas redes sociais e alimentados por jovens, movimentos populares planejam usar as eleições deste ano para lançar candidatos pela primeira vez e ocupar o espaço da política partidária tradicional, se filiando a legendas como PSC, REDE, DEM, PSDB e PMDB.

Apegado ao poder, o brasileiro Roberto Azevêdo, diretor-geral da Organização Mundial do Comércio, anunciou que, mesmo sem ter conseguido avançar quase nada na liberação do comercio global, concorrerá à reeleição para mais quatro anos à frente do organismo, a partir de 2017.

Crítica:

Apesar de, por conta da sua administração abaixo da critica, sua população não ter nem papel higiênico para se limpar, Nicolás Maduro, o ditador da Venezuela, foi à para criticar o game Pokémon Go, da Nintendo, acusando-o de promover a violência entre as crianças.

Provando mais uma vez como é difícil fazer negócios em uma republica de bananas, a Justiça Federal no Amazonas determinou o bloqueio de R$ 38 milhões das contas do Facebook no Brasil pelo não cumprimento de uma decisão de repassar informações sobre cadastros de usuários da rede social e também mensagens trocadas no WhatsApp para investigações.

Passando despercebido em “um país onde a ética é um luxo”, ontem o BTG Pactual, banco que foi controlado por André Esteves, um dos presos da Operação Lava Jato, anunciou que Nelson Jobim, ex-presidente do Supremo Tribunal Federal e ex-ministro da Justiça e da Defesa nos governos Lula e Dilma, virou sócio da instituição e passou a ser membro do seu conselho de administração.

PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil



Nenhum comentário:

Postar um comentário