R.B. 25/JUL/16 "Um antro de corrupção"



"Um antro de corrupção"

El Colorado, 25 de julho de 2016 (SEGUNDA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve seguir em alta, rumo aos 65.000pts e ampliando a valorização já acumulada no ano (31,5%), ainda acompanhando o movimento ascendente das principais bolsas mundiais e beneficiada pela consolidação das “apostas” de que Dilma não voltará ao poder e (2) o DÓLAR pode subir, acompanhando a trajetória internacional da moeda norte-americana e sustentado pelos leilões de compra do BC.

Sexta-feira, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 0,6%, renovando a pontuação máxima em 14 meses, superando o patamar dos 57.000pts, acompanhando o movimento ascendente das bolsas dos EUA e impulsionada pela melhora das expectativas para o futuro do Brasil e (2) o DÓLAR caiu -0,8% à R$ 3,25, revertendo uma abertura positiva, causada pelos leilões de compra do BC, seguindo o “humor positivo” na bolsa brasileira e o consequente fluxo positivo de recursos externos.

Também sexta-feira, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão -1,1% e China -0,9%, realizando lucros recentes, principalmente em ações de empresas de consumo, (2) da EUROPA, sem uma tendência única, Inglaterra 0,4%, França 0,1% e Alemanha -0,1%, com os investidores digerindo novos dados de atividade econômica, como o índice de gerentes de compras da zona do euro e de vários países europeus e (3) dos EUA, com S&P e DJ renovando suas máximas históricas, S&P 0,5%, DJ 0,3% e NASDAQ 0,5%, impulsionadas por surpresas positivas na atividade industrial do país e na temporada de balanços corporativos do segundo trimestre.

Acreditando, com toda a razão, que as coisas ruins devem ser feitas rapidamente, autoridades do grupo das 7 maiores economias do mundo, grupo conhecido como G7, querem ver o quanto antes o início das negociações sobre a saída britânica da União Europeia, o chamado "brexit".

Como, por conta da desaceleração da economia, as receitas provenientes de impostos caíram bastante e os gastos discricionários seguem crescendo, o governo Temer terá que gastar R$ 16,5bi das reservas internacionais, criadas exatamente para isto, para conseguir atingir a meta fiscal de 2016, que prevê um déficit de R$ -170,5bi.

Reduzindo substancialmente, de 80% para 50%, a participação estatal no financiamento de obras, para ter um volume cada dia maior de capital privado nos projetos, o BNDES aprovou condições de financiamento para investidores que participarem de leilões de linhas de transmissão de energia neste ano.

Mostrando otimismo, André Dorf, novo presidente da CPFL Energia, afirmou que a forte turbulência enfrentada pelas empresas de energia no Brasil nos últimos anos ficou para trás e abriu-se agora uma oportunidade para a atração de capital estrangeiro e para as privatizações, inclusive da Eletrobrás.

Ainda apresentando sinais negativos da economia tupiniquim, (1) nos 5 primeiros meses deste ano o gasto dos brasileiros no exterior com cartão de crédito caiu -37% na comparação com igual período de 2015 e (2) como fruto do aumento do desemprego, a participação de transtornos ansiosos e reação grave ao estresse nos afastamentos associados ao trabalho cresceram 30% nos últimos 3 anos.

Dando uma paulada em um vespeiro, Eliseu Padilha, ministro da Casa Civil, “avisou” que o presidente Temer autorizou a elaboração de estudos sobre a criação de um regime único de Previdência, com regras uniformes para trabalhadores do setor privado e funcionários públicos.

-    Confirmando as expectativas, a Verizon, operadora norte-americana de telecomunicações, vai anunciar hoje um acordo para comprar a gigante de internet Yahoo! por US$ 4,8bi.

Política:

Mostrando que, assim como os petistas, os tucanos também tem “empresas amigas”, o governador Alckmin, de SP, fez um acordo com a multinacional francesa Alstom no qual perdoou dívidas que somam R$ 116 milhões e aceitou que o produto contratado seja entregue até 2021, com 10 anos de atraso.

Cada dia mais maluca, a ex-presidenta Dilma, que foi afastada do poder faz 74 dias, continua obcecada pelos detalhes e dando broncas em serviçais e ex-ministros, porem fala cada dia menos com Lula, já está ciente de que suas chances de voltar ao poder são irrisórias e atualmente seu objetivo é "apenas defender sua biografia".

Mostrando que é tão covarde quanto qualquer outro político, na sexta-feira, apenas 1 mês após anunciar sua pré-candidatura a prefeitura do RJ, o senador Romário, do PSB, voltou atrás e desistiu da disputa, ressaltando também que vai apoiar o senador Marcelo Crivella, candidato na disputa municipal pelo PRB.

Sem recursos legalizados para impulsionar a campanha de Fernando Haddad à reeleição, o PT, que obviamente não tem outra alternativa, vai usar a figura de Lula para tentar reacender a militância nas periferias da capital paulista e para isto prepara uma espécie de “caravana” do ex-presidente por bairros do extremo sul e extremo leste da cidade.

Com chances remotas de se eleger prefeito de SP, o empresário Andrea Matarazzo, que saiu do PSDB e foi para o PSD, já aceita discutir a possibilidade de ser vice na chapa de Marta Suplicy, que será candidata pelo PMDB.

Crítica:

Mexendo, agora com o apoio da nova presidente do referido banco de fomento, em “um antro de corrupção” que certamente dragou muito mais dinheiro publico do que a Petrobrás, os investigadores do Ministério Público Federal e técnicos do TCU esquadrinham há meses documentos do BNDES numa nova frente de apuração sobre as operações de empréstimo feitas durante os governos Lula e Dilma.

PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil


Nenhum comentário:

Postar um comentário