R.B. 20/MAI/16 "Sua principal missão é dar lucro aos acionistas"



"Sua principal missão é dar lucro aos acionistas"

São Paulo, 20 de maio de 2016 (SEXTA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve subir, recuperando perdas recentes, acompanhando o movimento ascendente das principais bolsas mundiais e provavelmente impulsionada pelas ações da Petrobrás, que deve reagir positivamente a escolha de Pedro Parente como seu novo presidente e (2) o DÓLAR pode cair, seguindo a esperada melhora do “humor” na bolsa brasileira e em um “ajuste técnico” após fechar o pregão de ontem no maior patamar em mais de 30 dias.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA caiu -0,8%, acompanhando as perdas das demais bolsas mundiais e com o “mercado se assustando” cada dia mais com a revelação de que a situação econômica e fiscal do Brasil está muito pior do que revelava o governo Dilma e (2) o DÓLAR subiu 0,2% à R$ 3,58, acompanhando a trajetória internacional da moeda norte-americana, diante do aumento das “apostas” de alta dos juros nos EUA, influenciado pela piora do “humor” na bolsa brasileira.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão 0,1% e China 0,6%, recuperando perdas recentes e sustentadas por ações de companhias financeiras, que esperam ampliar suas margens líquidas em um eventual ambiente de juros altos nos EUA, (2) da EUROPA, Inglaterra -1,8%, França -0,8% e Alemanha -1,5%, prejudicadas pela queda de um avião da EgyptAir no Mediterrâneo, que reavivou o “fantasma do terrorismo” na região e prejudicou as ações das empresas aéreas e das operadoras de turismo, como Thomas Cook (-19,5%), Consolidated Airlines (-2,3%) e EasyJet (-1,7%) e (3) dos EUA, S&P -0,4%, DJ -0,5% e NASDAQ -0,6%, influenciadas negativamente por discursos de dirigentes do FED (“BC” local) e pela divulgação de indicadores que  reforçam as “apostas” de que a taxa básica de juros da maior economia do mundo pode subir em breve.

Segundo um alerta divulgado ontem pela agência de classificação de risco Moody's, a vontade da China de manter os números de crescimento, que deve chegar a 6,3% este ano, pode elevar os riscos de longo prazo, pois esta expansão continua a ser sustentada pelo crescente volume de dívida, o que pode levar a mais problemas no futuro.

Como já era esperado, por conta da credibilidade do novo ministro brasileiro da Fazenda, ontem o FMI elogiou as primeiras sinalizações anunciadas por Meirelles, como a urgência de estabilizar a trajetória da dívida e de preservar o sistema de previdência social por meio de reformas, porem reiterou a necessidade de rápida implementação destas propostas.

-    Cada dia mais cobrado pelo mercado financeiro por não ter anunciado nada de concreto até agora, Meirelles, ministro da Fazenda, prepara um pacote de medidas para divulgar na semana que vem.

Defendendo, com toda a razão, a diminuição do Estado, Moreira Franco, novo secretário executivo do Programa de Parcerias e Investimentos do governo Temer, “avisou” que o Tesouro não tem mais condições de bancar a Infraero como sócia dos consórcios de concessão de aeroportos.

Imprescindível para que o novo governo comece a trabalhar com metas claras, o projeto de alteração da meta fiscal, que será entregue na próxima segunda-feira pelo governo ao Congresso, vai desconsiderar possíveis prejuízos com a Eletrobras, mas conterá a "carência" de 1 ano que será dada aos Estados no pagamento de suas dívidas com a União e também o aumento dado aos servidores do Judiciário.

Apesar de ainda reconhecer que há várias incógnitas para calcular o tamanho do rombo nas contas públicas deste ano, a equipe econômica do governo Temer passou a considerar um déficit de cerca de R$ -180bi, valor que é quase o dobro dos R$ -96,7bi projetados pela incompetente e corrupta equipe da presidenta Dilma.

Dando novos sinais negativos da economia brasileira, (1) em ABR/16 a arrecadação federal de impostos caiu -7,1% na comparação com ABR/15, registrando assim seu 13º mês consecutivo de queda e (2) disparando em todas as regiões do país, a taxa de desemprego subiu no Nordeste de 9,6% para 12,8%, no Sudeste de 8% para 11,4%, no Norte de 8,7% para 10,5%, no Centro-Oeste de 7,3% para 9,7% e no Sul de 5,1% para 7,3%, todas na comparação entre os 3 primeiros meses do ano passado e o mesmo período deste ano.

Certamente animando os investidores e os trabalhadores da empresa, Pedro Parente, que no governo FHC foi secretário-executivo do Ministério da Fazenda, ministro do Planejamento e chefe da Casa Civil, foi escolhido por Temer para ser o novo presidente da Petrobras e já em seu primeiro discurso "avisou" que a Estatal não admitirá mais indicações políticas e que "sua principal missão é dar lucro aos acionistas".

Política:

Hoje o governo Temer completa 7 dias e, em reação a declarações atrapalhadas de novos ministros na primeira semana de sua gestão, o referido presidente ordenou a auxiliares e assessores que evitem dar opiniões pessoais sobre temas ainda não discutidos pelo Planalto e deem entrevistas ou façam pronunciamentos públicos após a definição de medidas, com explicações sobre suas motivações e efeitos.

Sentenciando o número 2 do PT a apodrecer na cadeia, o juiz Sergio Moro, que conduz os processos da Lava Jato em Curitiba, condenou o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu a 23 anos e três meses de prisão pelos crimes de lavagem de dinheiro, corrupção ativa e organização criminosa pela participação no esquema de contratos superfaturados da construtora Engevix com a Petrobras e confiscou todos os seus bens.

Após dar uma “aula” aos colegas sobre investimentos, explicando que ter conta no exterior não é crime e que uma trust não pode ser legalmente declarada do seu IR, Eduardo Cunha “aviou”, durante seu depoimento de 7 horas no Conselho de Ética, que voltará a frequentar a Câmara na próxima semana.

Em uma saída “tabajara”, integrantes do bloco chamado de centrão agora tentam encontrar uma forma de fazer Waldir Maranhão, presidente interino da Câmara, “sumir” por tempo indeterminado e a hipótese mais forte é a de que ele solicite licença médica por até 120 dias.

Mirando principalmente em Romero Jucá, ministro do Planejamento, e em Renan Calheiros, presidente do Senado, Rodrigo Janot, procurador-geral da República, pediu ao Supremo Tribunal Federal a abertura de inquérito contra estes e outros integrantes da cúpula do PMDB para apurar o envolvimento deles no pagamento de propina na construção da usina hidrelétrica de Belo Monte, no Pará.

-        Ainda mantendo um pé na canoa dos petistas, já que certamente precisa de muita ajuda para se livrar da cadeia, o peemedebista Renan Calheiros, presidente do Senado, se reuniu ontem com a presidenta afastada Dilma no Palácio da Alvorada.

Crítica:

-        Sacramentando uma "guinada qualitativa" na política externa tupiniquim, ontem Temer aceitou a indicação de Sérgio Amaral, escolhido pelo chanceler Serra, como embaixador do Brasil nos EUA.

Atuando em favor das empresas, e não dos consumidores, a Agência Nacional de Telecomunicações aprovou um Termo de Ajustamento de Conduta que transforma multas de R$ 1,2bi que a Oi recebeu em obrigatoriedade de investimentos em banda larga fixa e móvel que a empresa fará para melhorar a sua rede em até 4 anos.

Começando a acabar com a mamata das “canetas de aluguel” do governo Dilma, Temer ameaçou suspender patrocínio de R$ 100 mil dado pela Caixa Econômica Federal para a realização de um evento de blogueiros e ativistas contrários ao impeachment da presidenta que acontecerá entre os dias 20 e 22/MAI/16 em BH.

PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil


Nenhum comentário:

Postar um comentário