R.B. 19/MAI/16 "O brasileiro é individualista e sempre se coloca à frente da coletividade"



"O brasileiro é individualista e sempre se coloca à frente da coletividade"

São Paulo, 19 de maio de 2016 (QUINTA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve seguir em queda, acompanhando as perdas das demais bolsas mundiais e com o “mercado se assustando” cada dia mais com a revelação de que a situação econômica e fiscal do Brasil está muito pior do que revelava o governo Dilma e (2) o DÓLAR pode voltar a subir, rumo aos R$ 3,60, acompanhando a trajetória internacional da moeda norte-americana e influenciado pela esperada piora do “humor” na bolsa brasileira.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA caiu -0,6%, pressionada pelo recuo internacional das commodities, que derrubou as ações da Vale (-3,5%) e da Petrobrás (-1,9%) e com os investidores surpreendidos a cada dia com a descoberta de que a situação das contas publicas brasileiras é bem pior do que dizia o governo Dilma e (2) o DÓLAR subiu 2,1% à R$ 3,56, acompanhando a piora do “humor” na bolsa brasileira e influenciado principalmente pelo aumento das “apostas” de alta dos juros nos EUA.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão -0,5% e China -1,3%, em meio a preocupações de que os EUA voltem a elevar juros e diante dos sinais de que Pequim está ampliando seu controle sobre os mercados financeiros, (2) da EUROPA, sem uma tendência única e à espera da divulgação da ata do FED (“BC” dos EUA), Inglaterra -0,1%, prejudicada pelo desempenho ruim das mineradoras, como Anglo American (-3,6%) e Rio Tinto (-2,0%), porem França 0,5% e Alemanha 0,5%, beneficiadas pela valorização das ações do setor financeiro, com Barclays (3,7%), BNP Paribas (1,6%) e Deutsche Bank (2,3%) e (3) dos EUA, também sem uma tendência única, após uma sessão bastante volátil, S&P -0,1%, DJ -0,1% e NASDAQ 0,5%, divididas entre o bom desempenho das ações do setor de tecnologia e os sinais claros da ata do FED (“BC” local) de que a taxa de juros do país deve subir em breve.

O corrupto, mentiroso e incompetente governo Dilma falava que o rombo das contas publicas tupiniquins esta próximo de R$ 80bi, porem, antes mesmo do fim da análise da nova equipe econômica comandada por Meirelles, o presidente Temer “avisou”, em uma reunião com líderes do Senado, que o déficit real encontrado já supera os R$ 150bi e senadores presentes no encontro dizem que, se incluída a negociação das dívidas dos Estados com a União, esta conta pode passar de R$ 200bi.

Após ressaltar que o governo avalia fazer cortes radicais no Orçamento e que sua meta é reverter o crescimento da dívida pública num prazo de 2 a 4 anos, Meirelles, ministro da Fazenda, afirmou, coberto de razão, que considera uma "má solução" uma reforma da Previdência só para quem entra no mercado de trabalho.

Mostrando que a incompetência petista será uma “herança maldita” que o país terá que suportar por um bom tempo, ontem as negociações com as ações da Eletrobrás foram suspensas na bolsa de NY, pois a empresa não entregou documentos que consolidam as informações financeiras e operacionais já que a auditoria KPMG se recusou a assinar o balanço de 2014 enquanto não forem identificados os prejuízos acusados pelo esquema de corrupção investigado pela operação Lava Jato.

Preocupados muito mais com seus problemas do que com os problemas do Brasil, os governadores tucanos Pedro Taques (Mato Grosso) e Marconi Perillo (Goiás) afirmaram que o Centro-Oeste apoiará a proposta de moratória dos Estados por um ano, que é a proposta apresentada pelo governador do Rio, Francisco Dornelles do PP.

Para não se desgastar perante a opinião pública, Romero Jucá, homem forte de Temer e atual ministro do Planejamento, defendeu ontem que o governo não realize nenhum aumento de impostos neste ano, porem defendeu a possibilidade de haver um novo tributo, como a CPMF, no ano que vem.

Política:

Contando com o apoio de FHC, de quem foi ministro da Casa Civil, mas tem também respaldo dos auxiliares mais próximos do atual presidente do Brasil, hoje Pedro Parente deve conversar com Temer sobre o convite para assumir o comando da Petrobras, atualmente comandada por Aldemir Bendine, também conhecido na estatal por TQQ, já que só trabalhas às terças, quartas e quintas-feiras.

Retomando às suas atividades corriqueiras, ontem, apesar dos esforços de parlamentares de estados amazônicos, o plenário da Câmara aprovou uma medida provisória que livra os consumidores de energia da necessidade de pagar a conta da ineficiência das gestões das distribuidoras e da própria Eletrobrás.

Completando 1 semana na presidência do Brasil, Temer, para dividir com a população o tamanho da “herança maldita” que recebeu da presidente Dilma, já está preparando um pronunciamento à nação no qual vai revelar a real situação do país que encontrou, falando de questões econômicas e também de outras áreas, como a social e previdenciário.

Mostrando que o Brasil está no caminho certo e ao mesmo tempo contrariando a opinião de paisecos como Cuba, Venezuela e Bolívia (1) o embaixador dos EUA na Organização dos Estados Americanos rechaçou na plenária da entidade a afirmação de que há um golpe em curso no Brasil e (2) em Lisboa, durante a Assembleia Parlamentar Euro-Latino-americana, o vice-presidente do Parlamento Europeu disse que o que se está a passar no Brasil cabe aos brasileiros resolver, ressaltando inclusive que o que se passa na Venezuela deve ter a intervenção da União Europeia, já que é matéria de violação dos direitos humanos.

A saúde do país está um caos, com pessoas morrendo na porta dos hospitais por falta de médicos e medicamentos, nas escolas publicas as crianças, quando encontram vagas, não tem merenda e nada aprendem, porem supostos “artistas” brasileiros, acostumados a receber verba publica para seus espetáculos, reclamam do fim do ministério da cultura.

-        Por achar que não havia representatividade suficiente no Senado para aprovar uma Proposta de Emenda à Constituição, Renan, presidente do Senado, decidiu cancelar a votação da Desvinculação de Receitas da União que ocorreria ontem.

Crítica:

Por mais incrível que possa parecer, ou não, segundo uma pesquisa feita pelo Wine Institute, com sede na Califórnia, o Estado europeu com o maior consumo de vinho é o Vaticano, com total de 54,3 litros anuais por habitante, bem à frente do segundo colocado que é Andorra, com 46,3 litros/ano.

Como "o brasileiro é individualista e sempre se coloca à frente da coletividade", segundo uma pesquisa recente 82% dos trabalhadores querem se aposentar com 60 anos, porem, levando-se em consideração que nos últimos 50 anos, por conta dos avanços na medicina, a expectativa de vida da população brasileira aumentou em 25 anos e, para piorar a questão previdenciária, as pessoas estão tendo cada vez menos filhos, a reforma da previdência tupiniquim deveria elevar a idade mínima para aposentadoria, de homens e mulheres, para 70 anos e não para 65 anos como propõem os políticos.

PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil


Nenhum comentário:

Postar um comentário