R.B. 12/MAI/16 "Sabe quanto é 7 X 8"


"Sabe quanto é 7 X 8"

 

São Paulo, 12 de maio de 2016 (QUARTA-FEIRA).


Mercados e Economia:

 

Hoje (1) a BOVESPA deve subir, rumo aos 60.000pts, com os investidores comemorando a aprovação do afastamento de Dilma da presidência do Brasil, o que pode recolocar o país nos trilhos dependendo das medidas e ações que serão adotadas por Temer e (2) o DÓLAR pode cair, testando o "suporte" dos R$ 3,40, com o BC fora do mercado diante da troca de governo, porem deve-se ressaltar que o patamar atual é interessante para compras, já que a trajetória e a tendência internacional da moeda norte-americana segue sendo de alta.

 

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA caiu –0,6%, revertendo uma abertura positiva, quando chegou a avançar –1,7%, para realizar lucros recentes, acompanhando as perdas das principais bolsas mundiais, prejudicada pelo recuo das commodities e aguardando os primeiros sinais de como será o governo Temer e (2) o DÓLAR caiu –0,6% à R$ 3,44, rompendo facilmente o "suporte" dos R$ 3,45, seguindo a trajetória internacional da moeda norte-americana e já contando com o impeachment da presidenta Dilma, mesmo diante da atuação do BC na ponta compradora.

 

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, próximas da estabilidade, Japão 0,1% e China 0,2%, com os investidores aguardando novas medidas de estímulo por parte dos governos locais e os mercados sustentados por ações de petrolíferas e mineradoras, (2) da EUROPA, realizando lucros recentes, Inglaterra –0,1%, França –0,5% e Alemanha –0,7%, com destaques de queda para as ações dos bancos, diante da divulgação de resultados negativos do Banco Popolare (-9,1%), do UniCredit (-3,7%), Société Générale (-1,4%) e do Deutsche (-1,9%) e (3) dos EUA, S&P –1,0%, DJ –1,2% e NASDAQ –1,0%, pressionadas por balanços trimestrais ruins de empresas como Walt Disney (-4,0%), que integra o índice DJ, e Macy's (-15,0%), grande varejista e sinalizadora da tendência dos gastos dos consumidores norte-americanos.

 

Dando esperança de que o governo Temer implementará um grande programa de concessões e principalmente privatizações, diminuindo substancialmente o tamanho do Estado tupiniquim, ontem a advogada Elena Landau, que foi diretora do BNDES no governo FHC, afirmou ontem que prevê uma corrida tanto do governo federal quanto dos Estados na tentativa de vender seus ativos, principalmente nos setores de gás e energia elétrica, e fazer caixa.

 

Confirmando o perfil liberal e progressista do governo Temer, o economista Mansueto Almeida, que participou da elaboração do programa do então candidato Aécio Neves, é o principal cotado para integrar a equipe de Henrique Meirelles no Ministério da Fazenda, ocupando a Secretaria do Tesouro Nacional ou a Secretaria de Política Econômica.

 

-        Admirado por clientes e por concorrentes, Ilan Goldfajn, economista-chefe do Itaú, é o principal cotado para a presidência do BC no governo Temer.

 

Com muito trabalho pela frente, o governo Temer precisa com urgência destravar as obras de infraestrutura do país, estimulando novas concessões e PPPs, porem antes terá de se esforçar para colocar no eixo uma herança de problemas, de gravidade variável, que causam atrasos em projetos como a BR-153, a ferrovia Norte-Sul e o Porto Sul.

Dando novos sinais negativos da economia brasileira, (1) nos 3 primeiros meses deste ano a produção de pneus para reposição caiu -7,6% na comparação com o mesmo período de 2015, (2) em ABR/16 o valor médio dos contratos de aluguel em Copacabana (RJ) foi -15,1% menor do que em ABR/15 e (3) as vendas do comércio varejista recuaram -7% no primeiro trimestre deste ano em relação ao mesmo período do ano passado, o que representa o pior resultado para um trimestre desde o início da série histórica, em 2001.

 

Construída com o dinheiro fácil e barato do BNDES, a JBS, maior processadora de carne bovina do mundo, anunciou ontem a criação de uma nova empresa, a JBS Foods International que vai assumir toda operação internacional do grupo, será dona da marca Seara, terá sede na Irlanda e será listado na Bolsa de NY.

 

Atuando em favor do monopólio, o que na verdade deveria combater, ontem o Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) aprovou a parceria entre Itaú Unibanco e Mastercard para criar uma nova bandeira de cartão de débito e crédito no Brasil.

 

-    O BTG subiu 0,5% e, após o fechamento do pregão anunciou que, superando as adversidades causadas pela prisão de André Esteves, seu líder e presidente, teve lucro líquido de R$ 1,1bi no primeiro trimestre deste ano, valor 25,4% maior que no mesmo período de 2015 e que superou as previsões do "mercado" (R$ 980mi).

-    A JBS caiu –2,5% e, após o fechamento do pregão, a empresa anunciou que, por cometer o mesmo erro que quebrou a Sadia, teve prejuízo líquido de R$ -2,7bi no primeiro trimestre devido a perdas com proteção cambial, ante lucro de 1,4bi no mesmo período do ano passado.

-    A Petrobrás subiu 0,5%, beneficiada pelo avanço do petróleo (4,6%), e após o fechamento do pregão a Brookfield Asset Management ofereceu R$ 18bi para comprar uma divisão de gasodutos da estatal, superando ofertas rivais.


Política:
 
Com os "nobres senadores" trabalhando como nunca, exatamente as 6:20 de hoje, após uma sessão histórica que começou na manhã de ontem e se estendeu por toda madrugada, o governo Dilma foi derrotado e a referida presidenta foi finalmente afastada por 180 dias do poder, por "humilhantes 55 votos a 22", o que já é mais do que o necessário para tira-la definitivamente do cargo.

 

Comprovando que já progredimos, Temer, que tem 75 anos e é doutorado em direito, será a 41ª pessoa a ocupar o cargo de presidente da República do Brasil e o primeiro paulista em 101 anos, tem o controle do maior partido do país, o PMDB, é um político experiente e certamente, em forte contraste com sua antecessora, "sabe quanto é 7 X 8".

 

Assumindo a presidência de forma discreta, Temer já definiu os principais tópicos do seu discurso de posse, no qual vai destacar a necessidade de um esforço para recuperar a economia, com corte de gastos do governo, além de pregar apoio à Operação Lava Jato e um fazer um apelo à pacificação do país.

 

Assim como foi com a Constituição, com o plano rela, com a lei de responsabilidade fiscal e com tantas medidas importantes para o desenvolvimento do Brasil, ontem, faltando poucas horas para a queda do governo Dilma, os parlamentares do PT já avisaram que votarão contra qualquer proposta enviada pelo governo Temer.

 

Apesar do discurso de resiliência e luta, Dilma, dopada por remédios e sem o mínimo de capacidade intelectual, dá crescentes sinais de esgotamento e a maioria dos petistas, obviamente em particular, já duvida de sua disposição para liderar sua defesa até o julgamento definitivo pelo Senado.

 

-    Certamente Temer será alvo de protestos já nesta quinta-feira, porem na medida em que o estoque de mortadela for acabando os protestos devem diminuir.

-    Após a queda da presidenta Dilma, certamente aumentará a pressão de aliados para que Cunha renuncie à presidência da Câmara, mas por enquanto ele resiste.

-    O diário oficial de hoje tem a exoneração dos ministros de Dilma, entre eles Lula, que constava como ministro da Casa Civil e que agora já pode ser preso por Sergio Moro.


Crítica:
 

Tomando um caminho diferente da maioria do mundo capitalista, que busca o constante aumento da produtividade, o governo francês anunciou ontem que quer regular o uso de e-mails de trabalho, obrigando empresas que empregam mais de 50 pessoas a elaborar uma carta de boa conduta estabelecendo quais são os horários fora da jornada que os funcionários não devem enviar ou responder e-mails profissionais.

 

Divergindo da opinião de FHC, que acha importante a sobrevivência do PT, o clássico livro O Príncipe ensina que inimigos feridos devem ser derrotados até a morte, sem piedade, para que não aconteça como nos finais dos filmes de ação, quando o bandido baleado levanta e atira contra o mocinho, ou como aconteceu na ultima disputa pelo cinturão do UFC, quando Anderson Silva vacilou, pois após derrubar o adversário, que foi à lona quase inconsciente, virou as costas e saiu comemorando, o que se revelou um grande erro, já que o juiz não tinha decretado o nocaute e no final seu adversário acabou vencendo por pontos.


PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com


Conheça e indique nosso site: www.relatoriobrasil.com

Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil



Nenhum comentário:

Postar um comentário