R.B. 8/ABR/16 "Cara, ineficiente e com instinto monopolista"


"Cara, ineficiente e com instinto monopolista"

 

São Paulo, 8 de abril de 2016 (SEXTA-FEIRA).


Mercados e Economia:

 

Hoje (1) a BOVESPA deve subir, acompanhando a recuperação das principais bolsas mundiais, beneficiada pela valorização das commodities e impulsionada pelo aumento das "apostas" de queda da presidenta Dilma e (2) o DÓLAR pode cair, devolvendo parte da valorização registrada no pregão anterior e acompanhando a esperada melhora do "humor" na bolsa brasileira.

 

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 0,9%, na contramão das quedas das bolsas norte-americanas, da desvalorização do real e do recuo internacional das commodities, em um movimento atribuído principalmente à proximidade do vencimento de opções sobre o Ibovespa (no dia 13/ABR/16) e ao fortalecimento das apostas de impeachment da presidenta Dilma e (2) o DÓLAR subiu 1,,2% à R$ 3,68, retornando à sua trajetória natural, pressionado pelos leilões de compra do BC e seguindo a trajetória internacional da moeda norte-americana.

 

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, sem uma tendência única, Japão 0,2%, terminando com uma sequencia de 7 perdas seguidas, em um movimento de "caça de barganhas" e China –1,4%, pressionada pelo fim iminente de uma medida que proibia grandes acionistas de vender mais de 1% das ações totais de empresas por um período de 3 meses, (2) da EUROPA, Inglaterra –0,4%, França –0,9% e Alemanha –1,0%, prejudicadas pelo recuo nas commodities e prejudicadas por declarações de autoridades do BC Europeu que prejudicaram especialmente as ações das empresas do setor bancário e (3) dos EUA, S&P –1,2%, DJ –1,0% e NASDAQ –1,5%, com destaques de queda para Citigroup (-3,8%) e Bank of America (3,2%), em um dia de aversão ao risco, que levou os investidores a recorrerem a ativos mais seguros, como títulos da dívida norte-americana e ouro.

 

"Rezando para uma cartilha diferente da chefa", que quer a redução da Selic mesmo que à força, Alexandre Tombini, presidente do BC brasileiro, "garantiu" que não se furtará, caso novos desenvolvimentos alterem o balanço de riscos da inflação, em adotar as medidas necessárias para assegurar o cumprimento dos objetivos do regime de metas.

 

Aumentando a lista dos membros do governo Dilma que discordam das suas opiniões, ideias e medidas, Anthero Meirelles, diretor de Fiscalização do BC, afirmou, com toda razão, que qualquer política de incentivo ao crédito será inócua enquanto a economia não recobrar o fôlego e a confiança for restabelecida.

 

Mostrando um certo otimismo com o futuro da inflação tupiniquim, Ilan Goldfajn, o prestigiado e renomado economista-chefe do Itaú, afirmou que acredita que a inflação do País, medida pelo IPCA, vai continuar caindo e pode, inclusive, surpreender positivamente ao longo do tempo e também levar o BC a a reduzir os juros.

 

Dando mais um sinal negativo da economia brasileira, diante da constante escalada do desemprego e da indisposição dos empresários para expandir seus negócios, em MAR/16 o Índice de Expansão do Comércio, que é um indicador antecedente de investimentos e contratações medido pela FecomercioSP, atingiu seu pior patamar desde MAR/11, aliás quando teve início esta série histórica da pesquisa.

 

Em defesa da competição, do emprego e da base tributária do país, nos EUA, desde quando Obama assumiu o poder em 2009, companhias norte-americanas abandonaram US$ 370bi em transações de grande porte, já que as autoridades regulatórias de seu governo bloquearam um número sem precedente de transações.

 

"Cara, ineficiente e com instinto monopolista", a BM&FBovespa anunciou que vendeu a totalidade de sua participação de 4% na bolsa norte-americana CME, ressaltando que seu objetivo foi obter recursos para fazer frente às necessidades da companhia no contexto da proposta de combinação de negócios com a Cetip, o que deveria ser barrado para o bem do mercado financeiro tupiniquim.


Política:
 
"Encastelada no Palácio do Planalto" e em outros encraves esquerdistas, bajulada por pequeno punhado de artistas e intelectuais que quase todos os dias lançam manifestos diferentes apoiados pelos mesmos signatários, a presidenta Dilma, cada dia mais debilitada mentalmente, se nega a admitir o que se passa no país.

 

Certamente aumentando as chances de  impeachment da presidenta Dilma, Gilmar Mendes foi eleito para a presidência do Tribunal Superior Eleitoral, onde tramita ação pela impugnação da chapa Dilma-Temer nas eleições de 2014 e a Andrade Gutierrez confirmou em delação premiada que fez doações à campanha petista usando dinheiro de propina.

 

Abalando a credibilidade do maior expoente da direita retrograda e preconceituosa, que aliás está atraindo cada vez mais adeptos, o deputado Jair Bolsonaro terá agora que explicar porque o seu irmão, Renato Antônio Bolsonaro, foi exonerado do cargo de assessor especial do deputado estadual André do Prado após ser considerado funcionário fantasma na Assembleia Legislativa de São Paulo.

 

Crescendo a cada dia, porem ainda sem os votos necessários para derrubar a presidenta, já são cerca de 60% os deputados federais que garantem que votarão pelo impeachment de Dilma no plenário da Câmara, o que se tudo seguir como planejado ocorrerá no dia 17/ABR/16, que é um domingo.

 

Corroborando com o depoimento do senador petista Delcídio do Amaral, executivos da Andrade Gutierrez mencionaram, em acordo de delação premiada, que pagaram propina ao senador peemedebista Romero Jucá, que já foi membro da base aliada e hoje é líder do grupo oposicionista do PMDB.

 

Se por sorte Dilma sobreviver ao pedido de impeachment em tramitação na Câmara, o peemedebista Eduardo Cunha ameaça acolher, a partir do dia seguinte à votação em plenário, os outros 9 requerimentos pela deposição da petista que ainda aguardam decisão em sua mesa.

 

Revelando, no plenário do Senado, o que todo mundo já sabe, inclusive Maluf e Collor, ontem o senador democrata Ronaldo Caiado afirmou que ingressou com um mandado de segurança preventivo no Supremo Tribunal Federal para pedir à Corte que barre o pagamento de emendas parlamentares de forma seletiva, ressaltando que o governo está liberando emendas seguindo critérios políticos para alguns deputados como forma de barganha em busca de votos para barrar o impeachment da presidenta Dilma.

 

O parecer da Procuradoria-Geral da República defendendo a anulação da posse de Lula é um forte indicativo de que Rodrigo Janot, que segundo Lula deve muitos favores ao PT, pedirá autorização do Supremo Tribunal Federal para investigar a presidenta Dilma.

 

Indicando quem é o verdadeiro dono da maior processadora de carnes do mundo, feita aliás 100% com dinheiro da "bolsa empresário" do BNDES, documentos produzidos por ordem judicial apontam que a JBS contratou a empresa de marketing digital 4Buzz para combater o rumor de que um filho do ex-presidente Lula seria dono da Friboi e para pagar o Google para expor de forma destacada um texto difamatório contra o jornalista e ativista Leonardo Sakamoto.


Crítica:
 

Confirmando que, com os petistas no comando, "quem paga mais leva mais", o longo de MAR/16 executivos dos grandes bancos privados procuraram a Caixa Econômica Federal para que a referida estatal, contrariando as ordens da presidenta Dilma, promovesse uma elevação dos juros do crédito imobiliário, o que acabou ocorrendo no dia 28/MAR/16.

 

Partindo do principio de que "ladrão que rouba ladrão tem 100 anos de perdão", o "famoso" sítio em Atibaia que Lula colocou no nome de um laranja foi arrombado na tarde de ontem e foram furtados um aparelho de TV, um parelho de DVD, uma caixa de charutos cubanos, bebidas e um calçado.


PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com


Conheça e indique nosso site: www.relatoriobrasil.com

Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil



Nenhum comentário:

Postar um comentário