R.B. 28/ABR/16 "A decisão mais fácil é não decidir"


"A decisão mais fácil é não decidir"

 

São Paulo, 28 de abril de 2016 (QUINTA-FEIRA).


Mercados e Economia:

 

Hoje (1) a BOVESPA deve cair, em um movimento de realização de lucros, que segue o movimento descendente das principais bolsas mundiais, e também influenciada pela divulgação de dados negativos da economia brasileira e (2) o DÓLAR pode subir, acompanhando a trajetória internacional da moeda norte-americana e influenciado pela esperada realização de lucros na bolsa brasileira.

 

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 2,6%, para fechar o dia no maior patamar em 11 meses (aos 54.477pts) e com bom volume de negócios (R$ 8,3bi), diante do aumento das "apostas" de que (l) a taxa de juros não subirá nos EUA, (ll) o Copom brasileiro indicará que a Selic pode começar a cair no Brasil e (lll) Meirelles e Serra participarão do governo Temer e (2) o DÓLAR caiu –0,1% à R$ 3,52, acompanhando o "bom humor" na bolsa brasileira e com o "mercado" testando os limites do BC, que só deve atuar com mais força na ponta compradora caso a moeda norte-americana ameace romper o "suporte" dos R$ 3,50.

 

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão –0,4%, a terceira queda consecutiva e China –0,4%, afetada por preocupações de que ocorram novos casos de calote no pagamento de bônus por empresas estatais, (2) da EUROPA, com poucos negócios, Inglaterra 0,6%, França 0,6% e Alemanha 0,4%, beneficiadas pela valorização dos preços do petróleo (2,6%) e por balanços positivos, como o da Adidas (5,9%), que elevou sua estimativa para os ganhos de 2016 após uma alta de 50% nos lucros por ação e (3) dos EUA, sem uma tendência única, S&P 0,2% e DJ 0,3%, sustentadas pelo entendimento de que o Fed ("BC" local) não tem pressa para elevar os juros do país, porem NASDAQ –0,5, pressionado por balanços fracos de empresas do setor de tecnologia, como a Apple (-6,3%), que divulgou receita abaixo do esperado no primeiro trimestre deste ano.

 

Ontem, após o fechamento do pregão, o Copom, conforme já esperado por mais de 90% do "mercado", decidiu, pela sexta vez consecutiva, manter a taxa básica de juros da economia brasileira em 14,25% ao ano, ressaltando que, apesar de alguns sinais de desaceleração da inflação, as expectativas de inflação distantes da meta não oferecerem espaço para flexibilização da política monetária.

 

Ressaltando que a economia norte-americana apresenta uma boa performance em alguns aspectos, mas demonstra sinais preocupantes em outros, o Fed ("BC" dos EUA), conforme esperado por cerca de 90% do "mercado" manteve a taxa de juros do país na faixa de 0,25% a 0,50%, indicando que não tem pressa para elevações.

 

Segundo o economista Gustavo Franco, que foi presidente do BC durante o governo de FHC, um eventual governo Temer deve tomar 2 ações urgentes na área econômica, que nos dois casos passam por privatizações (1) auxiliar os Estados, exigindo o fortalecimento da responsabilidade fiscal e (2) reduzir a dívida pública, que segundo ele chegou a um nível acima do prudente.

 

Sérgio Rial, presidente do Santander Brasil, que mesmo com a crise teve no primeiro semestre deste ano um lucro 1,7% maior do que no mesmo período de 2015, afirmou que seu otimismo com o governo Temer dependerá da vontade e da capacidade do Congresso em aprovar reformas de que o país precisa, como a reforma da Previdência e as privatizações.

 

Dando novos sinais negativos da economia tupiniquim, (1) em MAR/16 o desemprego na região metropolitana de SP ficou em 15,9%, o que representa o nível é o mais alto para o mês desde 2007, (2) no terceiro trimestre de 2015 as desistências nas compras de imóveis foram 26,3% maiores que no mesmo período de 2014, (3) no primeiro trimestre deste ano o número de turistas brasileiros na Argentina caiu –44,7% na comparação com o mesmo período de 2015 e (4) em 2015 movimentação de contêineres nos portos brasileiros caiu -3,3% na comparação com 2014.

 

Como "a decisão mais fácil é não decidir", ontem, em meio a uma batalha que envolve a possibilidade de um rombo de R$ -402bi das contas públicas, o Supremo Tribunal Federal decidiu adiar por 60 dias o julgamento sobre que tipo de juros (simples ou composto) deve ser aplicado no pagamento das dívidas que os Estados têm com a União.

 

-    Ex- secretário do Tesouro Nacional durante o governo do ex-presidente Lula e hoje economista-chefe do banco Safra, o economista Carlos Kawall está sendo cotado para o BC do governo Temer.


Política:
 
Como a presidenta é fraca, tanto na técnica como na retórica, a defesa de Dilma na comissão especial do impeachment no Senado será reforçada com a presença dos ministros Nelson Barbosa (Fazenda) e Kátia Abreu (Agricultura), além do advogado-geral da União, José Eduardo Cardozo.

 

Graduado em economia, defensor da reforma da Previdência e das privatizações e representando faz tempo os interesses do empresariado no Congresso Nacional, o peemedebista Romero Jucá, que é senador desde 1998, tende a ser uma espécie de ministro extraordinário para assuntos da economia real no futuro governo Temer.

 

Mostrando uma enorme disposição de fechar uma aliança com os tucanos caso assuma o Planalto, Temer, que pousou para fotos ao lado do senador tucano Aécio Neves, deu sinais de que pode encaminhar um projeto de lei que acabe com a reeleição a partir de 2018.

 

Já admitindo a aliados que seu afastamento da Presidência se tornou "inevitável", Dilma dá sinais de que nos seus últimos dias de governo pretende prejudicar ainda mais o país com decisões como (1) não ajudar na transição, (2) aumentar o valor do bolsa família e (3) contratar mais médicos cubanos.

 

Confirmando que também existe safadeza entre os democratas, a Justiça paulista determinou que uma empresa de propriedade da mulher do deputado federal Eli Corrêa Filho, do DEM de SP devolva R$ 30 milhões que havia obtido em um processo de desapropriação relativo a obras do trecho norte do Rodoanel.

 

-    Dono do PR, Valdemar Costa Neto trabalha para que Dilma nomeie Giovanni Alves como vice-presidente corporativo da Caixa antes da decisão do Senado sobre o impeachment.

-    Ciente de que atualmente suas chances de vitória são quase nulas, ontem, em reunião com senadores da base aliada, Lula evitou manifestar apoio a proposta de antecipação das eleições presidenciais para OUT/16.

-    Pagando qualquer preço para ser prefeito de SP, Andrea Matarazzo, que saiu do PSDB e foi para o PSD, diz que não há chance de concorrer como vice.


Crítica:
 

Representando um enorme conflito de interesses, dos 33 ministros do Superior Tribunal de Justiça, 10 deles têm filhos ou mulheres advogados que defendem interesses de clientes com processos em tramitação na referida Corte, o que abre espaço para troca de favores e tráfico de influência.

 

Bastante elogiado por profissionais do setor, o documento que será apresentado como o plano de governo de Temer para a área social sugere mudanças profundas no sistema educacional brasileiro, como o pagamento de bônus a professores que melhorarem sua qualificação profissional e o desempenho de seus alunos.


PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com


Conheça e indique nosso site: www.relatoriobrasil.com

Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil



Nenhum comentário:

Postar um comentário