R.B. 20/ABR/16 "Tucanos são tão safados quanto petistas"


"Tucanos são tão safados quanto petistas"

 

São Paulo, 20 de abril de 2016 (QUARTA-FEIRA).


Mercados e Economia:

 

Hoje (1) a BOVESPA deve subir, alheia a realização de lucros nas principais bolsas mundiais, com os investidores "apostando" que o STF vai barrar a nomeação de Lula como ministro e em cerca de 10 dias o Senado vai afastar Dilma e (2) o DÓLAR pode subir, recuperando parte da forte baixa registrada no pregão anterior e também acompanhando a trajetória internacional da moeda norte-americana.

 

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA 1,5%, recuperando, "com juros e correção", as perdas do pregão anterior (-0,6%), beneficiada pelas "apostas" de queda da presidenta Dilma, acompanhando a valorização internacional das commodities, seguindo o movimento ascendente das principais bolsas mundiais e com bom volume de negócios (R$ 8bi) e (2) o DÓLAR caiu -2,1% à R$ 3,53, devolvendo quase toda a forte alta registrada no pregão anterior (2,1%), seguindo a trajetória internacional da moeda norte-americana e influenciado pela ausência do BC na ponta compradora.

 

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, acompanhando o movimento ascendente das principais bolsas mundiais no dia anterior, Japão 3,4% e China 0,3%, com as exportadoras beneficiadas pela desvalorização das moedas locais frente ao dólar e pela avaliação de que os recentes tremores que atingiram o sul do Japão tiveram efeitos limitados na produção manufatureira do país, (2) da EUROPA, Inglaterra 0,8%, França 1,3% e Alemanha 2,3%, impulsionadas por dados positivos da Alemanha, a principal economia da zona do euro, cujo índice de expectativas econômicas subiu de 4,3pts em MAR/16 para 11,2 em ABR/16, patamar bem acima do esperado (9,0pts) e (3) dos EUA, sem uma tendência única, apesar do DJ ter fechado acima dos 18.000pts pela primeira vez desde JUL/15, S&P 0,3%, DJ 0,3% e NASDAQ -0,4%, com as empresas do setor de energia, como Transocean (9,5%) e Freeport McMoRan (9,9%), beneficiadas pela valorização do petróleo, porem com os ganhos limitados por ações de empresas de tecnologia, como a IBM (-5,6%) e a Netflix (-12,9%), que divulgaram resultados abaixo do esperado.

 

Com os investidores deixando para trás a ausência de um acordo na reunião de Doha e focando em problemas em alguns países que podem reduzir o excesso de oferta global, como uma greve de trabalhadores do setor no Kuwait, que deve tirar cerca de 2 milhões de barris por dia do mercado, os contratos de petróleo brent fecharam em alta de 3,1%, cotados a US$ 44,03 por barril.

 

Mostrando que, como ratos que abandonam um navio naufragando, "os donos do capital estão mudando rapidamente de lado", o executivo Marco Bologna, presidente do Banco Fator, afirmou ontem que a saída de Dilma é um alívio e que Temer poderá assumir em um ambiente mais favorável, com apoio para realizar medidas necessárias, reduzir a taxa de juros e atrair investimentos.

 

Como fruto da forte retração da economia tupiniquim, segundo dados oficiais divulgados ontem pela Receita Federal, nos 3 primeiros meses deste ano a arrecadação federal teve queda real, quando já é descontada a inflação, de -8,2% na comparação com o mesmo período do ano passado, completando em MAR/16 12 meses seguidos de retração e com destaque negativo para a retração de 31% nos tributos recolhidos pelas montadoras de veículos na mesma base de comparação.

 

Supostamente para que as empresas, principalmente as de menor porte, possam "atravessar o perídio atual, de dificuldade no cenário econômico", ontem o BNDES anunciou que decidiu melhorar as condições de refinanciamento de seus empréstimos, aumentando para até 48 meses (com 12 meses de carência) o prazo para pagamento dos saldos devedores de suas operações de crédito.

 

Segundo o economista Delfim Netto, o Poder Executivo perdeu a confiança de uma maioria significativa da sociedade e, com isso, o seu protagonismo e sua capacidade de coordenar o Poder Legislativo para aprovar as medidas corretas para enfrentar os graves problemas brasileiros.

 

Confirmando o estrago que faz na economia um governo federal sem planejamento, sem perspectivas e sem credibilidade, o Índice de Confiança do Empresário Industrial Gaúcho, que é calculado pela Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul, caiu de 40,6pts em MAR/16 para 39,5pts em ABR/16.

 

Mantendo a pressão inflacionária e descumprindo mais uma promessa de campanha de Dilma, as distribuidoras de energia Coelba e Coelce, que atendem respectivamente os Estados da Bahia e do Ceará, tiveram reajustes tarifários concedidos pela Agência Nacional de Energia Elétrica de no mínimo 10%, patamar acima da inflação e que também anula a retirada das bandeiras tarifárias, que deveria causar uma redução próxima de 10% da conta de luz.


Política:
 
Tornando cada vez mais próximo o dia em que o Brasil vai se livrar do PT, a comissão especial do impeachment da presidenta Dilma no Senado Federal deve ser instalada na próxima terça-feira (26/ABR/16), segundo o presidente do Senado, o peemedebista Renan Calheiros, que também afirmou que o rito será ditado pela comissão especial, que terá até 10 dias úteis para apreciar o referido pedido de cassação de mandato.

 

Acreditando que pode, obviamente em benefício próprio, reescrever as regras do jogo, Marina Silva, líder do REDE, afirmou ontem que o vice Michel Temer não tem legitimidade para governar e se colocou à frente de uma campanha, que já tem apoio de alguns petistas, por novas eleições presidenciais ainda este ano.

 

Com Lula, Dilma e o PT cobrando gratidão, hoje os ministros do Supremo Tribunal Federal decidirão se liberam ou não o referido ex-presidente para assumir a Casa Civil, o que certamente terá impacto nas negociações sobre o impeachment da presidenta no Senado.

 

Confirmando mais uma vez que "tucanos são tão safados quanto petistas", ontem, pela quarta vez seguida por simples falta de quórum e/ou também por pedidos de vistas, a Comissão de Educação e Cultura da Assembleia Legislativa de SP, dominada pelo PSDB de Alckmin, seguiu sem ao menos analisar ao menos 1 dos 9 requerimentos já protocolados sobre o escândalo da máfia da merenda no estado.

 

-    Apesar do impeachment, Dilma, cada dia mais alheia à realidade que a cerca, confirmou ao Itamaraty que irá à cerimônia de assinatura do acordo de Paris, em NY, sobre mudanças climáticas.

-    Para trazer ao menos uma parte das bases sociais do PT para seu lado, uma ala da equipe do vice-presidente Michel Temer defende que, entre as primeiras medidas de seu eventual governo, esteja o reajuste dos benefícios do programa Bolsa Família.

-    O PMDB ficou com a presidência da comissão e o PSDB ficará com a relatoria do processo de impeachment no Senado.

-    O esperado adeus dos ministros peemedebistas Helder Barbalho e Eduardo Braga será um revés para as pretensões do governo de se salvar do impeachment no Senado.

-    Marcos Lisboa, um dos cotados por Michel Temer para o Ministério da Fazenda, almoçou ontem com senadores da oposição, inclusive Aécio Neves.


Crítica:
 
Dominada pela CUT e lotada de vagabundos, a Federação Única dos Petroleiros convocou os sindicatos dos trabalhadores da Petrobras para discutir uma paralisação contra o impeachment de Dilma, alegando que a saída da referida presidenta é uma ameaça direitos trabalhistas e pode representar "a entrega do pré-sal para as multinacionais", o que aliás seria fantástico, já que o país receberia muito mais em impostos e a Petrobrás se livraria dos ratos de sua diretoria e sairia rapidamente da péssima situação em que se encontra.

 

-    Falta quase 100 dias para as Olimpíadas do RJ e o governo brasileiro, em frangalhos, está sem ministro dos Esportes e sem ministro do Turismo.


PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com


Conheça e indique nosso site: www.relatoriobrasil.com

Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil



Nenhum comentário:

Postar um comentário