R.B. 4/FEV/16 "No Brasil ser político é uma profissão hereditária"


"No Brasil ser político é uma profissão hereditária"

 

São Paulo, 4 de fevereiro de 2016 (QUINTA-FEIRA).


Mercados e Economia:
 
Hoje (1) a BOVESPA deve seguir em alta, reduzindo as perdas acumuladas no ano (-8,7%), influenciada pela leve melhora do "humor" nas principais bolas mundiais e beneficiada pelos "rumores" de que a Petrobrás pode ser desobrigada a ser a operadora única do pré-sal e (2) o DÓLAR pode cair, acompanhando a esperada valorização da bolsa brasileira e também pressionado pelos leilões do BC, porem deve-se ressaltar que a tendência da moeda norte-americana segue sendo de alta e que o patamar atual é muito bom para compras.

 

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu –2,6%, recuperando uma parte das perdas do pregão anterior (-4,9%), beneficiada pelo movimento ascendente das bolsas de NY e pela valorização das commodities, como o minério de ferro (2,1%) e o petróleo (7,9%), e com destaques de alta para as ações dos bancos, como Bradesco (4,8%) e Itaú (4,1%) e (2) o DÓLAR caiu –1,9% à R$ 3,91, para fechar o dia no menor patamar de 2016, acompanhando a forte baixa internacional da moeda norte-americana e pressionado pelos cada vez mais contundentes leilões de veda do BC.

 

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, sem uma tendência única, Japão –3,1%, em baixa pela segunda sessão consecutiva e desta vez com destaque negativo para a Nomura Holdings (-10,1%), que anunciou que no quarto trimestre de 2015 seu lucro líquido caiu -24% ante o trimestre anterior e China 0,4%, sustentada pelo avanço de ações de empresas imobiliárias e pelos sinais de melhora no setor de serviços, (2) da EUROPA, em queda pelo terceiro pregão seguido, Inglaterra –1,4%, França –1,3% e Alemanha –1,5%, pressionadas pelo desempenho das ações dos bancos, como Lloyds (-2,0%), Deutsche (-6,0%) e Banca Monte Paschi (-6,7%), diante das "apostas" de que os grandes BCs do mundo, inclusive o norte-americano, estão se afastando de juros altos, que poderiam elevar as margens de empréstimo das instituições financeiras e (3) dos EUA, também sem uma tendência única, S&P 0,5%, DJ 1,1% e NASDAQ –0,3%, após um pregão marcado por grande volatilidade, com as exportadoras beneficiadas pela desvalorização do dólar frente às demais moedas do mundo e com as petrolíferas impulsionadas pela recuperação do petróleo (7,9%), porem com as empresas de tecnologia prejudicadas pelo desempenho da chinesa Lenovo (-10,2%), a maior fabricante mundial de computadores pessoais, que divulgou resultados piores do que o esperado.

 

Como fruto de sinalizações positivas enviadas pelo novo governo do país, ontem a agencia de classificação de risco S&P elevou de CCC+ para B- a sua "nota" para a Argentina, ressaltando que o presidente Maurício Macri apresentou um plano crível para lidar com os desequilíbrios macroeconômicos de longa data, eliminando as restrições de câmbio, e dando início às negociações com os seus credores.

 

Indicando que pela terceira vez "o gato subiu no telhado", o governo Dilma, após receber a visita da agencia de classificação de risco Moody's, já dá como certo que o Brasil perderá o ultimo selo de bom pagador até o próximo mês, conforme já ocorreu no ano passado com as agencias S&P e Fitch.

 

Provando mais uma vez que o Brasil é um país tecnologicamente atrasado, em 2015, mesmo com os produtos importados mais caros por conta da disparada do dólar, a produção da indústria eletroeletrônica caiu -21% na comparação com 2014, o que representa o pior desempenho do setor desde 2002.

 

Trabalhando em prol das montadoras, que aliás são grandes doadoras de campanhas políticas, e prejudicando a modernização da indústria tupiniquim, ontem o Supremo Tribunal Federal decidiu que o consumidor, mesmo que não desempenhe atividade empresarial, precisa pagar Imposto sobre Produtos Industrializados cobrado na importação de um automóvel adquirido no exterior para o uso pessoal.

 

Diante da avaliação de que, por conta da desaceleração da economia brasileira, atualmente existe um excesso de caminhões no mercado e uma forte redução da quantidade de carga disponível para fretes, os empresários do setor de transporte rodoviário de carga querem que o governo suspenda o programa de empréstimos para a compra de caminhões novos no país.

 

Se adequando à nova realidade do país, cerca de 3 anos depois de lançar a pedra fundamental de sua primeira unidade no Brasil, a JAC Motors redimensionou o projeto e vai erguer uma fábrica com capacidade de produção -80% menor no que o previsto inicialmente, com isto o valor investido cairá de R$ 1bi para R$ 200mi.

 

Podendo ajudar a reduzir as pressões inflacionárias, o governo começou a cumprir o cronograma de retirada das bandeiras tarifárias até MAI/16 e já em MAR/16 a cor da bandeira mudará de rosa para amarela, o que fará a conta de luz ficar -3% mais barata que a atual.

 

-    A Petrobrás subiu 4,4%, beneficiada pela alta do petróleo (7,9%), e ontem, após o fechamento do pregão, foi divulgado que a presidente Dilma finalmente concordou com o projeto que permite à referida estatal abrir mão de ser a operadora única do pré-sal.


Política:
 
Mostrando que "no Brasil ser político é uma profissão hereditária", o que obviamente prejudica a alternância no poder e é um grande retrocesso democrático, segundo um estudo feito pela Universidade de Brasília 49% dos deputados federais eleitos em 2014 tinham pais, avôs, mães, primos, irmãos ou cônjuges com atuação política, o que representa o maior indicie das 4 últimas eleições, com destaque negativo para o Rio Grande do Norte, onde 100% dos 8 deputados eleitos se encaixam no perfil da pesquisa.

 

Totalmente distante da realidade, a presidenta Dilma foi alvo de uma nova onda de panelaços na noite de ontem, quando apareceu de surpresa em cadeia nacional de rádio e TV para dizer que não falaria de política e de economia e fazer um pronunciamento somente sobre o vírus da zika.

 

Conforme já deveria se esperar, após a presidente Dilma ser vaiada na abertura dos trabalhos legislativos de 2016, o governo começou o ano sofrendo uma derrota na Câmara dos Deputados, já que na noite de ontem uma medida do ajuste fiscal, que tratava do aumento da tributação sobre o chamado ganho de capital, sofreu alterações que diminuíram pela metade sua expectativa de arrecadação para os cofres federais.

 

Piorando a produtividade e a competitividade do Brasil, ontem o Senado aprovou um projeto de lei que prevê aumento da licença-paternidade de 5 para 20 dias para empregados de empresas que aceitem o programa Empresa Cidadã, criado em 2008 para estimular a licença-maternidade de seis meses para mulheres.

 

Complicando cada dia mais a vida do maior bandido da história do Brasil, segundo depoimentos colhidos pelo Ministério Publico, foi uma espécie de consórcio informal de empresas dirigidas por amigos de Lula, como a  Usina São Fernando, do amigão José Carlos Bumlai, além de Odebrecht e OAS, que bancou obras, iniciadas em OUT/10, no sitio frequentado pela família do petista.

 

Com as investigações se aproximando cada vez mais de Alckmin, o governador tucano de SP, o advogado de um lobista da cooperativa Coaf, que fraudava contratos de merenda escolar em SP, afirmou que seu cliente pagou um percentual sobre um contrato com a Secretaria Estadual da Educação a um ex-assessor do deputado Fernando Capez, do PSDB que atualmente é presidente da Assembleia Legislativa paulista.

 

Em trégua com o governo Dilma, Eduardo Cunha, presidente da Câmara, afirmou no fim da tarde de ontem que vai continuar no cargo sob "qualquer circunstância", inclusive se a denuncia contra ele por envolvimento no esquema de corrupção na Petrobrás for aceita pelo Supremo Tribunal Federal.

 

O lobista Fernando Moura, que é ligado ao PT, afirmou em depoimento ao juiz Sergio Moro que Furnas é uma estatal controlada pelo senador Aécio Neves, cujo indicado para a diretoria foi escolhido pelo tucano e aceito pelo governo Lula, ressaltando que o esquema de propina lá se assemelha ao instalado na Petrobras.


Crítica:
 
Mostrando que a corrupção e a cara de pau no governo petista não tem limites, ontem foi anunciado que os fundos de pensão Funcef, da Caixa Econômica Federal, Petros, da Petrobras, e Previ, do Banco do Brasil, se preparam para comprar por cerca de R$ 1,4bi a fatia de 24,5% da empreiteira OAS, investigada na operação Lava Jato, na Invepar, que por sua vez é a concessionária do aeroporto de Guarulhos.

PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com


Conheça e indique nosso site: www.relatoriobrasil.com

Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil



Nenhum comentário:

Postar um comentário