R.B. 11/JAN/16 "Faz até pacto com o Diabo para ser presidente do Brasil"


"Faz até pacto com o Diabo para ser presidente do Brasil"

 

São Paulo, 11 de janeiro de 2016 (SEGUNDA-FEIRA).


Mercados e Economia:

 

Hoje (1) a BOVESPA deve cair, tentando o "suporte" dos 40.000pts, influenciada pelo recuo internacional das commodities, acompanhando as perdas da bolsa chinesa e prejudicada principalmente por novas ideias estapafúrdias da equipe econômica da presidenta Dilma e (2) o DÓLAR pode subir, retornando à sua trajetória de alta após o "ajuste técnico" do pregão anterior, seguindo a trajetória internacional da moeda norte-americana e impulsionado pelos mesmos motivos que devem derrubar a bolsa brasileira.

 

Sexta-feira, no BRASIL, (1) a BOVESPA caiu -0,2%, devolvendo os ganhos da abertura, quando na máxima chegou a avançar 1,3%, para fechar o dia no menor patamar desde 20/MAR/09 (aos 40.612pts) e acumulando uma baixa de -6,3%, pressionada principalmente pelo recuo das commodities e pelos ''temores'' com o futuro da economia brasileira e (2) o DÓLAR caiu -0,4% à R$ 4,03, devolvendo uma pequena parte da alta já acumulada no ano (1,9%), em uma sessão marcada pela baixa liquidez e por mais um leilão de venda do BC.

 

Também Sexta-feira, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, sem uma tendência única, Japão -0,4%, em queda pelo 5ª pregão seguido, pera fechar a semana registrando uma forte retração de -7,0%, desta vez com destaque negativo para as ações do grupo varejista Fast Retailing (-2,3%), que é o maior componente individual do índice e que revisou para baixo sua projeção de lucro líquido e China 2,0%, recuperando uma pequena parte das perdas acumuladas na semana (-10,1%), após o BC local liberar, pela primeira vez em 9 sessões, a valorização da moeda local (yuan), (2) da EUROPA, acumulando as maiores baixas semanais desde AGO/11, Inglaterra -0,7%, França -1,6% e Alemanha -1,3%, revertendo uma abertura positiva, novamente com destaques de queda para as petrolíferas, diante de mais um dia de baixa no preço do petróleo, que aliás fechou o dia no menor patamar dos últimos 11 anos e (3) dos EUA, apresentando os piores desempenhos semanais em 4 meses, S&P -1,1%, DJ -1,0% e NASDAQ -1,0%, influenciada pela divulgação de dados positivos da criação de empregos no país, que podem estimular novas altas da taxa básica de juros norte-americana.

 

Apresentando duas ideias estapafúrdias, a equipe econômica da presidenta Dilma, agora comandada pelo seu "guru" Nelson Barboza, (1) avisou que, para tentar recuperar o crescimento da economia, vai anunciar até FEV/16 medidas de estímulo ao crédito e ao consumo que incluem o uso de bancos públicos e do FGTS em linhas de crédito para construção civil e pequenas e médias empresas e (2) debate o uso de parte das reservas internacionais do Brasil, hoje em US$ 369bi, para abater a dívida bruta do país, acreditando que assim podem segurar a alta dos juros.

 

Confirmando novamente a falta de capacidade gerencial dos governantes petistas, a universalização de serviços de saneamento básico no Brasil, como coleta de esgoto e rede de água, só será alcançada no atual ritmo após 2050, mais de 20 anos depois do prazo previsto no plano oficial do governo federal.

 

Agindo contra a iniciativa privada, o que obviamente afugenta ainda mais os investidores do país, o governo federal estuda a fusão de 3 empresas estatais (Telebrás, Serpro e Dataprev) para criar uma única grande empresa, ainda estatal, de tecnologia da informação e comunicação, que já nasceria com 7.000 empregados.

 

Ainda sem sofrer pressões da chefia, em sua carta explicando os motivos do estouro da meta de inflação em 2015, o BC voltou a sinalizar que pode subir a taxa de juros básica, a Selic, caso o IPCA apresente risco de estourar o teto da meta (6,5%) neste ano novamente.

 

Diante da estagnação do setor imobiliário e da forte retração nas grandes obras de infraestrutura, em 2015 as vendas de máquinas para a construção civil sofreram uma retração de -57,8% na comparação com 2014, com destaque negativo para o segmento da chamada "linha amarela", que contempla escavadeiras, pás carregadeiras e motoniveladoras, com baixa foi de -86,6% na mesma base de comparação.

 

Utilizado principalmente nas negociações salariais, INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor), pressionado principalmente pela alta dos preços dos alimentos, fechou o ano passado em 11,28%, patamar acima da inflação oficial (10,67%), que é medida pelo IPCA.

 

Com o Brasil limpando ainda mais sua matriz energética, apesar do péssimo desempenho da economia tupiniquim, no ano passado a instalação de parques de energia eólica no país bateu um recorde, já que foram 111 inaugurações, um aumento de 15% em relação a 2014, quando passaram a funcionar 96 centrais, e a capacidade instalada de energia incorporada ao sistema foi de 2,75 gigawatts, o que representou 10% a mais do que em 2014.

 

-    A Vale caiu -4,8%, engatando o quinto pregão de baixa e fechando no menor patamar desde SET/04 (R$ 8,20), devido a temores renovados com a fraqueza do minério de ferro à vista.

-    Estácio Participações caiu -5,9%, registrando a maior baixo percentual do Ibovespa, em meio à repercussão de notícia sobre auditoria da Controladoria-Geral da União mostrando que 47% das pessoas estão inadimplentes com o pagamento do financiamento estudantil Fies para o governo federal.

-    A TIM caiu 5,5%, após a empresa negar os a ''rumores'' de que iniciou conversas com a OI para uma potencial fusão.

-    A CSN subiu 3,6%, recuperando perdas recentes diante da notícia de que a empresa recebeu dez propostas pelo terminal de contêineres no porto de Itaguaí, no RJ.

-    A PDG subiu 18,5%, após a construtora e incorporadora assinar memorando para vender terrenos e imóveis avaliados em R$ 461mi para reduzir dívida e reforçar seu caixa.


Política:
 
Mostrando que "faz até pacto com o Diabo para ser presidente do Brasil", o tucano Geraldo Alckmin tem se aproximado de forma cada vez maior e mais intensa do MST e inclusive já cedeu um espaço nobre da capital, o Parque da Água Branca, para a sediar a primeira Feira da Reforma Agrária do referido grupo anarco-terrorista.

 

Seguindo mais uma sugestão do ex-presidente Lula, a presidenta Dilma já iniciou uma tentativa de armistício com o vice-presidente Michel Temer, principal beneficiário do seu pedido de impeachment e que havia se afastado da petista, e sua estratégia é  incorporar na política econômica medidas sugeridas pelo documento "Uma ponte para o futuro", programa lançado no ano passado pelo PMDB.

 

Certamente deixando os petistas bastante preocupados, a defesa de Marcos Valério, operador do mensalão que já cumpre 37 anos de prisão, propôs aos procuradores da Operação Lava Jato um acordo de delação premiada em troca de benefícios em eventuais novos processos e redução do tempo da pena, ressaltando que está disposto a revelar elos entre os dois escândalos.

 

O Palácio do Planalto sentiu o baque de ver alvejado Jaques Wagner, seu principal ministro (da Casa Civil), símbolo da esperança de renascimento do governo em 2016, por isto até agora a ordem é blinda-lo a todo custo, já que sua eventual queda deixaria a presidenta Dilma ainda mais vulnerável.

 

Revelando os métodos de convencimento do terceiro na linha de sucessão do país, dois empresários investigados pela Operação Lava Jato afirmaram em depoimentos que foram ameaçados de morte por Lúcio Bolonha Funaro, apontado pela Procuradoria-Geral da República como o operador de Eduardo Cunha, o presidente da Câmara.

 

Criticando as políticas econômicas adotadas desde 2011, durante o governo Dilma, e defendendo outra estratégia para as relações internacionais do país, o senador e presidente do PSDB, Aécio Neves, afirmou que a atual crise política e econômica do país pode ser considerada a pior desde a redemocratização, em 1985.

 

Revelando como os gringos veem os Brasil, a brasilianista norte-americana Barbara Weinstein afirmou que o que chama mais atenção nos casos de corrupção brasileiros que se noticiam nos EUA é a atitude dos envolvidos, "com a certeza da impunidade e ainda fazendo o possível para não serem pegos e não terem de retroceder a uma situação de brasileiros comuns".

 

Com o PT perdendo cada dia mais apoio, o padre Júlio Lancellotti, símbolo da Pastoral do Povo de Rua de SP, se diz decepcionado com a gestão do prefeito da maior cidade do Brasil, Fernando Haddad, na assistência social e admite até votar contra sua reeleição.


Crítica:
 
Segundo uma confiável fonte interna, que por questões profissionais precisa se manter anônima, para se ter uma ideia da dimensão do problema na Receita Federal e da clara intenção do governo em acabar com o órgão responsável por toda base de informações que sustentam todos os processos judiciais e policiais das investigações contra a corrupção, o corte no orçamento da Polícia Federal ficou em "apenas" R$ -151mi, já na receita o corte foi de R$ -433mi, ou seja 3 meses maior, porem a imprensa não noticia isto.

 

Mostrando que "caiu para cima", Joaquim Levy, ex-ministro da Fazenda, será nomeado diretor financeiro do Banco Mundial e, ao invés de ter que conviver diariamente com a presidenta mais despreparada da história do Brasil, vai morar em Washington assim que assumir o principal cargo financeiro da referida instituição.


PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com


Conheça e indique nosso site: www.relatoriobrasil.com

Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil



Nenhum comentário:

Postar um comentário