R.B. 16/DEZ/15 "Passará o Natal obrando de cócoras"


R.B.

"Passará o Natal obrando de cócoras"

 

São Paulo, 16 de dezembro de 2015 (QUARTA-FEIRA).


Mercados e Economia:

 

Hoje (1) a BOVESPA deve cair, desta vez prejudicada pela nova redução da meta superávit primário, que deve causar a saída de Joaquim Levy, ministro da Fazenda, e o rebaixamento da "nota" do país e (2) o DÓLAR pode subir, com "boas chances" de fechar o dia acima dos R$ 3,90, influenciada pelos mesmos motivos que devem derrubar a bolsa e também pelo esperado aumento dos juros nos EUA, que será o primeiro em quase uma década.

 

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 0,3%, ainda com baixo volume de negócios (R$ 4,7bi), porem sustentada pela forte valorização das bolsas dos EUA e da Europa e beneficiada pela melhora dos preços das commodities e (2) o DÓLAR caiu –0,1% à R$ 3,88, a acompanhando a trajetória internacional da moeda norte-americana e devolvendo uma pequena parte da forte alta acumulada nos 3 últimos pregões, após uma sessão com boa volatilidade.

 

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão –1,7%, no menor nível em 7,5 semanas, desta vez com as exportadoras, como TDK (-3,9%) e Minebea (-3,2%), prejudicadas pelo fortalecimento da moeda local (o iene) frete ao dólar, e China –0,3%, pressionada pelos papéis de corretoras e bancos, (2) da EUROPA, revertendo as perdas da abertura, para fecharem o dia registrando os maiores avanços desde 5/OUT/15, Inglaterra 2,5%, França 4,2% e Alemanha 3,1%, impulsionada pela recuperação nos preços do petróleo, que beneficiou as petrolíferas, e também com destaque de alta para os papéis de montadoras, diante da divulgação de que em NOV/15 o número de carros licenciados no velho continente cresceu 13,7% na comparação com NOV/14 e (3) dos EUA, em alta pela segunda sessão consecutiva, S&P 1,1%, DJ 0,9% e NASDAQ 0,9%, com os investidores na expectativa para a reunião do Fed ("BC" local) e com destaques positivos para as empresa dos setores de energia (2,9%) e financeiro (2,4%).

 

Causando impacto em todos os países do mundo civilizado, hoje, se as projeções de cerca de 95% dos economistas e mercados ao redor do mundo estiverem corretas, o Fed ("BC" dos EUA) realizará a primeira elevação dos juros norte-americanos em quase uma década, o que indica que a maior economia do mundo está se recuperando.

 

Sem força ou vontade política para cortar regalias da maquina publica, com medo de reduzir programas sociais e desdenhando da possibilidade de renuncia de Joaquim Levy e de redução da "nota" do pais pelas agencias de classificação de risco , ontem a presidenta Dilma enviou ao Congresso uma proposta de redução ainda maior da meta fiscal de 2016, de 0,7% para 0,5% do PIB, incluindo também a possibilidade de abater gastos com investimentos desse percentual, o que na prática permitirá que o superávit primário seja equivalente a zero no ano que vem.

 

Fazendo uma analogia com o setor que atua, a jovem e prestigiada executiva Claudia Sender, atualmente presidente da TAM, afirmou ontem que se a tripulação do Brasil não se entender, o país corre o risco de se perder em pleno voo, ressaltando que os investidores globais estão sendo mais duros do que precisariam com o real, não porque achem que o Brasil vá ficar insolvente, mas por insegurança sobre o futuro.

 

Dando novos sinais negativos da economia brasileira, (1) em 2015, segundo projeções do setor, o mercado tupiniquim de equipamentos e produtos médico-hospitalares vai encolher –7,5% na comparação com 2014, (2) registrando 6º mês seguido de retração, em NOV/15 o valor médio dos novos aluguéis residenciais em SP recuou –2,29% na comparação com NOV/14, o que representa uma queda superior a –13,0% quando se considera também a inflação medida pelo IGP-M no mesmo período (10,17%) e (3) a demanda por voos domésticos no Brasil em NOV/15 -7,9% ante o mesmo mês de 2014.

 

Acreditando que a disparada do dólar tornou o ativo mais barato e apostando no setor educacional brasileiro, ontem a multinacional de educação DeVry anunciou a compra de 96,4% do Ibmec, que possui atualmente um portfólio de 15 mil estudantes de graduação e pós-graduação no país, por aproximadamente R$ 700mi.

 

Mostrando mais uma vez como é extremamente perigoso colocar o lobo para cuidar do galinheiro, Kátia Abreu, ministra da Agricultura, afirmou ontem que o desmatamento no país foi feito para criar "uma das melhores e mais produtivas agropecuárias do mundo".

 

-    A Oi subiu 9,0% e, após o fechamento do pregão, foi anunciado que a empresa conseguiu levantar cerca de R$ 4,7bi com o BNDES chinês para fazer investimentos e quitar parte de sua dívida no próximo ano.

-    A Petrobras subiu 2,9%, recuperando parte de perdas recentes, beneficiada pela alta do petróleo e impulsionada por declarações do seu presidente, Aldemir Bendine, ressaltando que o programa de venda de ativos da companhia vai acelerar em 2016 e atingir a meta de arrecadar US$ 15,1bi.


Política:
 
Atingindo os piores patamares da história de democracia brasileira e aumentando as chances de impeachment, segundo uma pesquisa divulgada ontem o governo Dilma é considerado bom ou ótimo para apenas 9% dos eleitores, contra 10% da ultima pesquisa realizada em SET/15, e 82% dos brasileiros desaprovam a forma como a presidenta governa o país.

 

Finalmente agindo com alguma responsabilidade, ontem o Congresso Nacional manteve o veto presidencial que tratava da chamada reaposentadoria, regra que possibilitaria a pessoas que continuaram trabalhando após a aposentadoria pedir, após 5 anos de novas contribuições, o recálculo de seu benefício, o que geraria um rombo de R$ -70bi na Previdência Social nos próximos 20 anos.

 

Com objetivos opostos, porem com argumentos parecidos, ontem os senadores Lindbergh Farias, do PT, José Serra, do PSDB, se uniram para criticar Tony Volpon, diretor de Assuntos Internacionais do BC, que por sua vez é favorável a elevação da taxa básica de juros brasileira em JAN/16.

 

Depois de mais de 2 meses do protocolo da representação e após 7 adiamentos seguidos, ontem finalmente o Conselho de Ética aprovou, por 11 votos a 9, o parecer preliminar que dá sequência ao processo de cassação contra o presidente da Câmara, o peemedebista Eduardo Cunha.

 

Abandonado por Lula à própria sorte, já que assim como André Esteves e Marcelo Odebrecht "passará o Natal obrando de cócoras" enquanto seu amigo ex-presidente tomará uísque 21 anos e comerá camarão, o pecuarista José Carlos Bumlai, tentando obter uma pena menor, decidiu confessar crimes que cometeu e já começou contando aos delegados da Polícia Federal que pegou emprestado R$ 12mi do Banco Schahin em 2004 para repassar ao caixa dois do PT.

 

Impondo mais uma derrota à presidenta do Brasil, ontem, sem discussão, o Tribunal Superior Eleitoral negou um recurso de Dilma contra decisão do ministro Gilmar Mendes de enviar para Polícia Federal e Ministério Público Federal pedido de investigação dos crimes que possam ter ocorrido sua campanha à reeleição.


Crítica:

 

Legislando em beneficio de traficantes, corruptos, sonegadores e bandidos em geral, ontem o Senado brasileiro aprovou, por 41 votos a 27, o criminoso projeto de lei que cria um programa para a regularização de recursos não declarados depositados por brasileiros no exterior em troca de 30% de imposto.


PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com


Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com

Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil



Nenhum comentário:

Postar um comentário