R.B. 14/DEZ/15 "Xeque-mate"


R.B.

"Xeque-mate"

 

São Paulo, 14 de dezembro de 2015 (SEGUNDA-FEIRA).


Mercados e Economia:

 

Hoje (1) a BOVESPA deve seguir em queda, apesar do movimento ascendente das principais bolsas mundiais, ainda prejudicada pela falta de perspectivas de melhora para as crises política e econômica que o país enfrenta e (2) o DÓLAR pode voltar a subir, rumo aos R$ 4,00, acompanhando a esperada piora do "humor" na bolsa brasileira e também acompanhando a trajetória internacional da moeda norte-americana, que se preparar para a alta dos juros nos EUA.

 

Sexta-feira, no BRASIL, (1) a BOVESPA caiu –0,8%, acompanhando as perdas das principais bolsas mundiais, prejudicada pela manutenção do recuo das commodities e temendo cada dia mais o rebaixamento da "nota" do Brasil e (2) o DÓLAR subiu 1,9% à R$ 3,87, seguindo os mesmos motivos que derrubaram a bolsa brasileira e também influenciado pelas expectativas de alta dos juros nos EUA e pela busca dos investidores por ativos mais seguros.

 

Também sexta-feira, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, registrando os piores desempenhos semanais desde SET/15, Japão –0,3% e China –0,6%, diante do aumento das preocupações com a desaceleração do crescimento econômico chinês, (2) da EUROPA, Inglaterra –2,2%, França –1,8% e Alemanha –2,4%, pressionadas principalmente pelas ações de montadoras e de mineradoras, como Renault (-3,2%), BMW (-3,3%), Anglo American (-5,3%) e BHP Billiton (-5,4%) e (3) dos EUA, com o S&P encerrando sua pior semana desde AGO/15, S&P –1,9%, DJ –1,8% e NASDAQ –0,2%, prejudicadas pela manutenção do forte recuo dos preços do petróleo bruto e pelo nervosismo dos investidores antes da primeira subida das taxas de juros do país em quase uma década.

 

Com o objetivo de reduzir o foco no dólar, a China começou a divulgar uma taxa de câmbio da moeda local (o yuan) contra uma cesta de moedas, criando assim referências alternativas no mercado de câmbio de moedas e desencorajando os investidores a buscar exclusivamente a flutuação do yuan em relação à moeda norte-americana.

 

Já refletindo os efeitos das medidas de estímulo adotadas recentemente pelo governo do país, em NOV/15 os dados da atividade econômica na China vieram mais fortes que o esperado, com destaque positivo para a produção industrial, que atingiu o maior patamar em 5 meses.

 

Tentando diminuir a especulação de que deixaria o governo se a meta fiscal para 2016 for menor que os 0,7% do PIB, Joaquim Levy, ministro da Fazenda, afirmou, durante uma palestra para empresários em SP, que o importante são as mudanças estruturais e as reformas, como a do PIS/Cofins que está na Casa Civil e pode ser enviado ao Congresso em breve.

 

Indicando que a situação pode piorar ainda mais, segundo a opinião de 9 entre 10 analistas, se o FED ("BC" dos EUA) subir, conforme esperado por mais de 90% do "mercado", a taxa básica de juros da economia norte-americana nesta semana, países emergentes, incluindo o Brasil, devem ser os mais impactados com uma indiscutível fuga de capitais para aplicações e países mais seguros.

 

Também indicando que a situação deve piorar, segundo um relatório divulgado na sexta-feira passada pela agência de classificação de risco Fitch, as empresas brasileiras devem enfrentar uma crise de fluxo de caixa operacional em 2016, com queda nas receitas e custos mais altos, que serão agravados pela continuação da crise econômica e pelas turbulências políticas.

 

Segundo o economista e matemático Ricardo Paes de Barros, professor do Insper, apesar da crise política conflagrada pelo processo de impeachment, o governo precisa liderar um corte de gastos rápido e criterioso, ou o Brasil ficará estagnado por décadas e os pobres "sairão dos trilhos de novamente".

 

Provando que a inflação real é bem diferente da inflação oficial, segundo um levantamento feito pela FGV, o preço dos alimentos que tradicionalmente aparecem nas ceias de Natal das famílias brasileiras acumulou alta de 16,12% nos últimos 12 meses, patamar bem superior o IPCA registrado no mesmo período (10,48%).

 

Registrando resgates de cerca de R$ 20bi (ou 17% do total) desde a prisão do banqueiro André Esteves, os fundos do BTG Pactual agora concentram o risco efetivo de perdas em poucos grandes investidores, particularmente aos sócios e demais acionistas, já que o referido banco tem conseguido levantar recursos, com venda de participações e crédito, além de empréstimos do Fundo Garantidor de Créditos.


Política:
 
Obrigando a presidenta Dilma descumprir mais uma promessa eleitoral, desta vez com seus principais apoiadores, o deputado federal Ricardo Barros, do PP, que é relator geral do Orçamento da União para 2016, oficializou na sexta-feira passada que manterá a proposta de corte de R$ –10bi dos recursos que serão destinados ao Bolsa Família no próximo ano em seu parecer final.

 

Diretamente da Espanha, para onde aparentemente fugiu com medo de levar um "xeque- mate" da polícia federal, o ex-presidente Lula afirmou que a crise brasileira "é um processo que vai terminar tendo o Brasil mais forte", ressaltando que é um luxo para o Brasil ter uma presidenta da qualidade da Dilma.

 

Conforme planejado, os protestos pelo impeachment da presidenta Dilma retornaram, após um intervalo de 4 meses, e ontem cerca de 40mil pessoas foram à avenida Paulista, número bem distante do pico, registrado em MAR/15, quando 210mil estavam presentes.

 

Ontem, após discursarem pela primeira vez em um ato pró-impeachment, líderes do PSDB de SP admitiram a participação num eventual governo de Michel Temer, com destaque para o senador tucano José Serra, que afirmou que um novo governo vai ter entendimento com base no programa e precisará de uma coalizão para governar.

 

Segundo a avaliação do governo, a menor adesão dos protestos de ontem reforça a estratégia petista de buscar um desfecho rápido para o processo de impeachment no Congresso, antes que a economia piore ainda mais, e que há espaço para disputar a opinião pública com a oposição.

 

Com razão, o governo prevê um cenário de paralisia completa na economia até a definição do processo de impeachment da presidenta Dilma, com isto não há expectativa de retomada de investimentos nem de novos leilões de concessões e as reformas estão paradas.

 

Em um claro ato de censura paga com dinheiro publico, o Facebook, cujo governo Federal tupiniquim é um dos seus maiores clientes no mundo, tirou do ar o perfil do movimento Vem Pra Rua Brasil, um dos grupos à frente dos protestos contra o governo federal ocorridos neste ano.


Crítica:

 

Com potencial para revolucionar o setor, a Ford anunciou que planeja investir US$ 4,5bi para mais que dobrar a proporção de veículos que oferece com propulsão elétrica, até o final da década, como parte de uma reformulação abrangente de sua abordagem quanto ao desenvolvimento de produtos, com o objetivo de enfrentar desafios como o da crescente urbanização.


PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com


Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com

Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil



Nenhum comentário:

Postar um comentário