R.B. 6/NOV/15 "Mais sujo que pau de galinheiro"


R.B.

"Mais sujo que pau de galinheiro"

 

São Paulo, 6 de novembro de 2015 (SEXTA-FEIRA).


Mercados e Economia:

 

Hoje (1) a BOVESPA deve voltar a subir, rumo aos 50.000pts, beneficiada pela valorização das commodities e impulsionada por compras de investidores que avaliam que os ativos brasileiros estão com preços "em liquidação" e (2) o DÓLAR pode voltar a cair, acompanhando a gradativa melhora do "humor" na bola brasileira, que por sua vez ajuda a melhorar e ampliar o fluxo positivo de recursos externos.

 

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 0,7%, retornado ao ''o rali de final de ano'', acompanhando a recuperação dos preços das commodities e beneficiada por um movimento de "caça de barganhas" e (2) o DÓLAR caiu –0,5% à R$ 3,77, para fechar abaixo dos R$ 3,80 pelo terceiro pregão consecutivo, seguindo a desvalorização internacional da moeda norte-americana e também influenciado pelos leilões de venda do BC.

 

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão 1,1%, favorecida por notícias corporativas positivas e pela continuidade da demanda por ações da Japan Post Holdings e de suas subsidiárias e China 1,8%, ainda favorecida por "rumores" de que o mercado de Shenzhen e a Bolsa de Hong Kong estariam para estabelecer uma ligação entre seus negócios, (2) da EUROPA, sem uma tendência única, Inglaterra –0,7%, realizando lucros entre as companhias de petróleo, porem França 0,6% e Alemanha 0,4%, beneficiadas por boas noticias corporativas, como da Adidas (8,4%), que aumentou sua meta de crescimento para o ano e anunciou um disparada de 10% no lucro do terceiro trimestre, e da Veolia Environnement (6,5%), que divulgou resultado melhores do que o esperado e (3) dos EUA, S&P –0,1%, DJ –0,1% e NASDAQ –0,3%, com os investidores analisando com mais cautela os comentários da presidente do Fed ("BC" local) Janet Yellen sobre a possível elevação das taxas de juros do país em DEZ/15 e novamente pressionadas pela ações das produtoras de commodities.

 

Mostrando que, sem nenhuma mágica, é fácil começar a resolver os problemas da economia brasileira, José Ángel Gurría, secretário-geral da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico, afirmou que o Brasil precisa dar um sinal "mais brutal" sobre a redução da dívida publica, modificando as regras da previdência e cortando gastos da maquina publica, para poder retomar a confiança do consumidor, cortar a taxa básica de juros e voltar a crescer.

 

Indicando que a taxa básica de juros pode voltar a subir no ano que vem, o que obviamente seria inócuo para segurar, prejudicaria ainda mais o desempenho da economia e elevaria a divida publica, Altamir Lopes, diretor de Política Econômica do BC, afirmou ontem que a instituição adotará as medidas necessárias para o cumprimento dos objetivos do regime de metas, ressaltando que vai ajustar sua política monetária para garantir que a inflação feche o ano que vem abaixo do teto, de 6,5%, e no centro, de 4,5%, em DEZ/17.

 

Sem apoio até entre os petistas, que capitaneados por Lula fazem oposição aberta à sua proposta, Joaquim Levy, ministro da Fazenda, voltou a defender ontem a recriação da CPMF, ressaltando que sua aprovação vai ajustar as contas do governo, permitir a retomada da confiança de empresários e consumidores, e fazer a economia voltar a crescer.

 

Ainda sobre o efeito da bolha de consumo criada pelos governos Lula e Dilma e apesar da crise econômica que cresce no país, segundo um levantamento feito com 15 das 20 maiores redes varejistas do Brasil, de JAN/15 até SET/15 foram inaugurados 452 novos pontos de venda, o que representa expansão de 3,7% em relação aos 436 abertos no mesmo período de 2014.

 

Por conta da esdrúxula lei que entrou em vigor obrigando o envio de carta com aviso de recebimento aos caloteiros que têm dívida em atraso antes de inscrever seu nome em órgãos de proteção ao crédito, somente em SET/15 e OUT/15 mais de 7 milhões de consumidores deixaram de ser incluídos nos cadastros de inadimplentes das 3 principais empresas do setor de proteção ao crédito, o que obviamente pressiona e eleva ainda mais os juros cobrados de quem paga suas contas em dia.

 

Ajudando a pressionar cada vez mais a inflação, ontem a Agência Nacional de Energia Elétrica autorizou um reajuste médio de 16,78%, que já passa a valer a partir do próximo sábado, nas tarifas da Light, distribuidora que atende 31 municípios do estado do RJ.

 

-    A Braskem subiu 0,7%, após anunciar que registrou lucro líquido de R$ 1,6bi no terceiro trimestre, valor muito superior ao auferido no mesmo período de 2014 (R$ 230mi) e que foi impulsionado pelo aumento de vendas e por ganhos financeiros com a desvalorização do real ante o dólar.


Política:
 
Preocupando principalmente o ex-presidente Lula, que se tudo correr como planejado será preso em breve, Teori Zavascki, ministro do STF que é redator da Lava Jato, tem deixado interlocutores de "cabelo em pé" ao ressaltar que o pior ainda está por ser revelado, alertando inclusive que a teia de negócios é muito mais complexa do que a que veio até agora a público.

 

"Mais sujo que pau de galinheiro", conhecido por chantagear inimigos e suspeito de até mandar matar supostos aliados, como o ex-prefeito petista Celso Daniel, o ex-presidente Lula afirmou ontem, em entrevista à rede SBT, que não tem medo de ser preso em consequência das investigações de pessoas próximas a ele em duas grandes operações em curso no país, a Lava Jato e a Zelotes.

 

Fazendo de tudo, porem sem aparecer muito, para tentar salvar o mandato de seu companheiro de partido, a escolha do advogado Marcelo Nobre para a defesa de Eduardo Cunha, presidente da Câmara, teve uma grande ajuda do vice-presidente Michel Temer, que aliás é presidente do PMDB.

 

Agindo em desacordo com os líderes governistas Delcídio Amaral, José Pimentel e Humberto Costa, todos do PT, que sequer compareceram à cerimônia de entrega da defesa, a presidenta Dilma decidiu antecipar sua defesa ao Congresso contra a acusação das pedaladas, algo que poderia ser feito até MAR/15.

 

Ao invés de ficar no Senado trabalhando para melhorar o Brasil e para derrubar o governo Dilma, o senador tucano Aécio Neves, provando que só pensa em se eleger presidente, organizou ontem um encontro do PSDB em Salvador e, como se estivesse em campanha, hoje acompanhará o prefeito ACM Neto, do DEM, em uma visita a Itapuã.

 

Contrariando, como já é de costume, a opinião do governo Dilma, ontem a Procuradoria-Geral da República recomendou ao Congresso que rejeite o projeto do governo que cria um programa para a regularização de recursos mantidos no exterior, ressaltando que ela cria uma oportunidade para a lavagem de dinheiro e prejudica esforços das autoridades para a recuperação de recursos de origem ilícita no exterior, como tem ocorrido no caso da operação Lava Jato.

 

Com o governo do PT sendo atacado pelas mesmas armas que os petistas usavam contra o governo tucano, segundo José Eduardo Cardozo, ministro da Justiça, a greve dos caminhoneiros que está programada para a próxima segunda-feira tem sido motivada por grupos independentes com um "viés político muito forte".


Crítica:

 

Mostrando que herdou do papai a habilidade de mentir e a falta de vergonha na cara, Luis Cláudio Lula da Silva, filho do ex-presidente Lula, afirmou, ao ser questionado pela Polícia Federal sobre fato de sua empresa receber mais de R$ 2mi sem ter funcionários, que contrata empresas prestadoras de serviço para os trabalhos que precisa realizar.


PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com


Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com

Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil



Nenhum comentário:

Postar um comentário