R.B. 2/OUT/15 "Matando aos poucos"


R.B.

"Matando aos poucos"

 

São Paulo, 2 de outubro de 2015 (SEXTA-FEIRA).


Mercados e Economia:

 

Hoje (1) a BOVESPA deve subir, para fechar em alta pelo quarto pregão consecutivo, acompanhando o movimento ascendente das principais bolsas mundiais e aguardando a definição do cenário político no Brasil e (2) o DÓLAR pode cair, seguindo leve redução das tensões na bolsa brasileira e com o BC operando na ponta vendedora para tentar manter a moeda norte-americana abaixo dos R$ 4,00.

 

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 0,5%, revertendo uma abertura negativa, na qual chegou a recuar –0,6%, com bom volume de negócios (R$ R$ 6,2bi) e destaques de alta para as ações da Vale (4,5%), diante da divulgação de dados animadores na china e (2) o DÓLAR subiu 0,4% à R$ 3,99, retornando à sua trajetória de alta após 2 pregão seguidos de queda, com poucos negócios e influenciado por um cenário interno repleto de incertezas.

 

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, China ficou fechada por conta de feriado nacional e Japão 1,9%, impulsionada por dados que mostraram um discreto, porem animador, avanço na atividade manufatureira chinesa, (2) da EUROPA, sem uma tendência única, Inglaterra 0,2%, sustentada pela valorização da petroleira BP (2,5%) e da mineradora BHP Billiton (2,4%), diante da valorização das commodities, porem França –0,6% e Alemanha –1,6%, prejudicadas pelo anúncio de recuo do PMI industrial da zona do euro em SET/15 para o menor nível em 5 meses e (3) dos EUA, com poucos negócios e também sem uma tendência única, S&P 0,2%, DJ –0,1% e NASDAQ 0,1%, em um movimento de cautela diante da incerteza quanto aos dados do nível de emprego do país em SET/15, que saem nesta sexta-feira e certamente terão implicações para a política monetária do Fed ("BC" norte-americano).

 

"Matando aos poucos" o já ineficiente, limitado, desinteressante e caro mercado financeiro tupiniquim, ontem o governo Dilma publicou uma medida provisória que aumenta a alíquota do Imposto de Renda para as remunerações de acionistas, conhecidas como juros sobre capital próprio, dos atuais 15% para 18%.

 

Segundo Instituto de Finanças Internacionais, os mercados emergentes vão registrar saída líquida de capital este ano pela primeira vez desde os anos 80, dada a piora de suas perspectivas econômicas e os preparativos do Fed ("BC" dos EUA) para elevar as taxas de juros norte-americanas.

 

Símbolo da ineficiência administrativa e da falta de profissionalismo do governo Dilma, a empresária Luiza Trajano, presidente da rede de varejo Magazine Luiza, que aliás já mamou bastante nas tetas amigas do BNDES, afirmou ontem, durante uma reunião com um grupo de 250 mulheres executivas que ela coordena, que é preciso mudar a onda de pessimismo que tomou conta do país, ressaltando que é preciso ter foco nas vendas.

 

Dando mais um sinal bastante negativo da economia brasileira, o índice que mede a confiança do pequeno e médio empresário brasileiro na economia para o último trimestre do ano atingiu 55,1pts, o que representa uma queda de 3,9% em relação ao período anterior e também o pior patamar já registrado deste indicador, que começou a ser divulgado em 2008.

 

Mostrando que o Brasil segue ampliando cada dia mais sua produção de petróleo, infelizmente em um momento no qual a cotação do referido "ouro negro" está no menor patamar dos últimos 15 anos, ontem foi anunciado que o campo de Lula, primeira grande descoberta do pré-sal, tornou-se o maior produtor brasileiro de petróleo em AGO/15.

 

Com as importações despencando por conta da crise econômica no país e as exportações caindo menos por conta da disparada do dólar, que torna os produtos brasileiros mais baratos no exterior, em SET/15 a balança comercial tupiniquim registrou um superávit comercial de US$ 2,9bi, elevando o saldo positivo acumulado no ano para US$ 10,2bi.

 

-    A BRF caiu –0,8% e ontem após o pregão, provavelmente arrumando problemas e jogando dinheiro na lata do lixo, a empresa anunciou que comprou, por US$ 43,5mi, marcas de alimentos na Argentina, entre elas Vieníssima (salsichas), GoodMark (hambúrguer), Manty e Delícia (margarinas).


Política:
 
Confirmando que Dilma se reelegeu com dinheiro de corrupção, segundo mensagens enviadas por celular pelo de Ricardo Pessoa, dono da UTC Engenharia, as doações da empreiteira para a campanha da presidenta em 2014 estavam diretamente relacionadas ao recebimento de valores dos contratos que ele detém na Petrobrás.
 
Segundo uma matéria publicada ontem no jornal O Estado de S. Paulo, uma medida provisória editada em NOV/09, durante a gestão do então presidente Lula, que beneficiou montadoras em R$ 1,3bi por ano com a redução do IPI, teria sido "comprada" por R$ 36mi meio de lobistas.

 

Cedendo às pressões de Eduardo Cunha, que aliás foi denunciado na Suíça por tentar esconder lá dinheiro de corrupção, a presidenta Dilma deve confirmar hoje que o nome deputado peemedebista Marcelo Castro, que 3 meses atrás defendeu o seu impeachment, como o novo ministro da Saúde.

 

Entregando aos poucos seu governo para o PMDB, por indicação do deputado peemedebista Leonardo Picciani, que é líder do partido na Câmara, a presidenta Dilma deve confirmar hoje o nome do deputado Celso Pansera, do PMDB do RJ, para o Ministério da Ciência e Tecnologia.

 

Ontem, 1 dia antes de Dilma praticamente entregar seu governo para o PMDB, que passará a ter 7 ministérios, um terço dos 66 deputados federais da legenda colocaram suas assinaturas em um manifesto que condena a "barganha por cargos" e aponta a presidenta como responsável por conduzir o país de forma "errática" e "desacreditada".

 

Além de tentar comprar o PMDB com cargos e verbas de ministérios, outra característica da reforma ministerial que Dilma deve anunciar hoje é a presença de 3 nomes de confiança do ex-presidente Lula no núcleo central do governo, são eles (1) Jaques Wagner, que vai para a Casa Civil, (2) Ricardo Berzoini, que vai assumir a nova Secretaria de Governo que ficará responsável pela articulação política do Planalto e (3) Edinho Silva, da Comunicação Social.

 

Ontem a Procuradoria da República no Distrito Federal propôs uma ação contra o presidente do Senado, Renan Calheiros, por improbidade administrativa, ressaltando que ele se recusou a fornecer informações para embasar uma investigação sobre suposta ocupação irregular de cargos comissionados no Senado.

 

Ressaltando que a Constituição prevê liberdade para criação de novas legendas, ontem, por 6 votos a 5, o Supremo Tribunal Federal derrubou as restrições para que novos partidos tenham acesso ao dinheiro do fundo partidário e ao tempo de televisão.

Crítica:

 

Criando uma geração de consumistas irresponsáveis e com total falta de educação financeira, segundo uma pesquisa divulgada ontem pelo SPC Brasil, (1) 6 em cada 10 mães cedem às vontades dos filhos na hora de fazer compras, (2) somente 15% das mães entrevistadas disseram dar presentes aos filhos apenas em datas especiais, como aniversário, Dia das Crianças e Natal e (3) 40% das mães disseram já ter se endividado em algum momento da vida em razão das compras para os filhos.


PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com


Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com

Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil



Nenhum comentário:

Postar um comentário