R.B. 22/OUT/15 "O melhor bandido"


R.B.

"O melhor bandido"

 

São Paulo, 22 de outubro de 2015 (QUINTA-FEIRA).


Mercados e Economia:

 

Hoje (1) a BOVESPA deve cair, influenciada pela manutenção das tensões políticas, prejudicada pelos constantes sinais negativos da economia brasileira e pressionada pelo resultado ruim divulgado pela Vale e (2) o DÓLAR pode cair, realizando lucros após 4 pregões consecutivos de alta, acompanhando a desvalorização internacional da moeda norte-americana e também influenciado pelos leilões de venda do BC.

 

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA caiu –0,1%, acompanhando as perdas das bolsas de NY, prejudicada pelo recuo das commodities e com destaque negativo para as ações da Petrobrás (-3,7%) e (2) o DÓLAR subiu 1,0% à R$ 3,95 para fechar o dia no maior patamar do mês, seguindo a trajetória internacional da moeda norte-americana e influenciado pelas discussões em torno da meta fiscal.

 

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, sem uma tendência única, Japão 1,9%, em alta pelo 2º pregão seguido, impulsionada pela avaliação de que os lucros das empresas japonesas serão maiores do que se previa e China -3,1%, realizando lucros recentes, em meio a uma onda de vendas de ações de pequenas empresas na segunda metade do pregão, (2) da EUROPA, em um dia de baixo volume de negócios, Inglaterra 0,1%, França 0,5% e Alemanha 0,9%, com pouca volatilidade diante da ausência de divulgação de indicadores importantes e antes da reunião desta quinta-feira do BC Europeu e (3) dos EUA, S&P –0,6%, DJ –0,3% e NASDAQ –0,8%, com destaque de queda para as ações da farmacêutica Valeant (-40,0%), depois de um comentário em um site por um vendedor questionando as práticas de vendas, e também pressionadas pelas ações das montadoras.

 

Enquanto no Brasil, onde a economia gira em torno do consumo, se discute o que ainda é possível fazer para conter a alta de preços, em países da Europa e também nos EUA, onde a economia é baseada no investimento, o que assusta os governos é a deflação, que é um dos reflexos da crise de 2008 e que é combatida com juros próximos de zero.

 

Ciente de que uma eventual elevação da Selic prejudicaria ainda mais a economia, sem reduzir a inflação, e que uma eventual queda da referida taxa básica de juros traria desconfiança ainda maior para a economia tupiniquim, fazendo o dólar disparar, ontem o Copom brasileiro manteve a Selic em 14,25%, conforme já esperava mais de 90% do "mercado", e deixou claro que desistiu de tentar reduzir a inflação para 4,5% até o fim de 2016, ressaltando que esse objetivo deverá ser atingido até OUT/17.

 

Revelando com números o impacto econômico do maior caso de corrupção da história mundial, segundo um estudo divulgado ontem pelo Ministério da Fazenda, a redução dos investimentos da Petrobras, que está sem dinheiro pois foi rapinada pelos petistas e pelos demais partidos aliados do governo, será responsável por causar uma queda de até –2,0% no PIB do Brasil neste ano de 2015.

 

Bem pago, obviamente com dinheiro do contribuinte brasileiro, Bill Clinton, ex-presidente dos EUA, foi contratado pelo governo para fazer um discurso, no encerramento do Encontro Nacional da Indústria, em que vai sugerir confiança para superar a crise econômica e política brasileira, que aliás perderá 2 posições este ano e encerrará 2015 como nona maior economia do mundo e no 56° lugar no ranking mundial de competitividade, à frente apenas de Mongólia, Croácia, Argentina, Ucrânia e Venezuela.

 

Obviamente contribuindo para a elevação das taxas de juros do crédito e dos empréstimos pessoais e principalmente prejudicando os bons pagadores, o Tribunal de Justiça de São Paulo adiou para o dia 11/NOV/15 a decisão sobre a lei estúpida que obriga o envio de carta com aviso de recebimento (AR) para o consumidor com dívida em atraso, antes de incluir seu nome em órgãos de proteção ao crédito.

 

Dando novos sinais negativos da economia brasileira, (1) os investimentos do setor de shoppings devem atingir R$ 13bi neste ano, contra R$ 14,5 bilhões em 2014 e (2) pressionado pelo aumento dos preços do gás de botijão e da gasolina, o IPCA-15 de OUT/15 registrou alta de 9,77% no acumulado em 12 meses, o que representa o maior patamar para este indicador desde DEZ/03 (9,86%).

 

Como o neurônio Tico da presidenta Dilma ainda não conseguiu se entender com o seu neurônio Teco, Nelson Barbosa, ministro do Planejamento, "avisou" que o governo ainda não decidiu se vai rever a meta fiscal para este ano que, mesmo com a arrecadação bem abaixo do inicialmente esperado, atualmente está em 0,15% do PIB .

 

-    A Ferrari subiu 15,1%, na sua estreia na bolsa de NY, mostrando que em mercados desenvolvidos sempre existem boas opções de empresas para IPO.


Política:
 
Certamente "o melhor bandido" da história do Brasil, já que rapinou praticamente ileso recursos públicos no governo Sarney, no governo Collor, no governo Itamar, no governo FHC, no governo Lula e agora no governo Dilma, o peemedebista Renan Calheiros, presidente do Senado, criticou ontem a proposta de corte de R$ -10bi no orçamento do ano que vem do programa Bolsa Família, ressaltando, como se fosse um bom samaritano, que não se pode cobrar a conta de quem não pode pagá-la.

 

Tentando se aproximar cada dia mais do "maior bandido" da história do Brasil, o deputado democrata Efraim Filho, que é presidente da CPI dos Fundos de Pensão, incluiu na pauta desta quinta-feira o pedido de convocação de José Carlos Bumlai, acusado de agir em nome do ex-presidente Lula.

 

Mostrando que bandido sempre vai acobertar bandido, na madrugada de hoje a CPI da Petrobras aprovou, por 17 a 9, o parecer do relator, que é o deputado petista Luiz Sérgio, que propõe o indiciamento de apenas um político envolvido no esquema de corrupção na estatal, o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto.

 

Como bandido sempre se acerta com bandido, o Palácio do Planalto e a cúpula do PMDB decidiram interromper as negociações sobre a possível sucessão do presidente da Câmara, Eduardo Cunha, após avaliarem que ele deve permanecer no cargo pelo menos até o fim deste ano, já que ele ainda tem apoio na Casa e poderá recorrer a manobras regimentais para adiar o processo contra ele na Comissão de Ética da Câmara.

 

Convidado para receber os títulos de cidadão piauiense e teresinense concedidos por petistas do referido Estado, o ex-presidente Lula foi recebido no Piauí em meio a um bate-boca entre militantes do PT e o movimento Vem pra Rua e afirmou que o país vive um "momento de ódio", ressaltando que ele dorme com a "consciência tranquila".


Crítica:

 

Sem se preocupar em aumentar os gastos públicos, o governo Dilma, que aliás descumpriu a recente promessa de cortar 300 cargos comissionados, está arrumando mais uma forma de empregar "companheiros", já que estuda a criação de mais uma estatal, desta vez com o objetivo de cuidar da elaboração de projetos de infraestrutura, como rodovias, portos e aeroportos que, para facilitar a corrupção, teria um regime especial para contratação e não precisaria seguir as atuais regras da Lei de Licitações.


PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com


Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com

Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil



Nenhum comentário:

Postar um comentário