R.B. 5/AGO/15 "Cada dia mais consumista e fútil"


R.B.

"Cada dia mais consumista e fútil"

 

São Paulo, 5 de agosto de 2015 (QUARTA-FEIRA).


Mercados e Economia:

 

Hoje (1) a BOVESPA deve subir, tentando recuperar perdas recentes e acompanhando a melhora do "humor" nas principais bolsas mundiais, mesmo diante da piora do cenário político e econômico no Brasil e (2) o DÓLAR pode cair, seguindo a trajetória internacional da moeda norte-americana e finalmente em um "ajuste técnico" após 4 pregões seguidos de alta e após fechar o pregão anterior no maior patamar em 12 anos.

 

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA caiu -0,2%, devolvendo os ganhos da abertura, quando beneficiada pelo avanço das commodities chegou a subir 0,9%, já que acompanhou a piora do ''humor'' nas bolsas de NY e foi pressionada pelo recuo das ações dos bancos, como Itaú (-2,5%), Bando do Brasil (-3,5%) e Bradesco (-1,4%) e (2) o DÓLAR subiu 0,3% à R$ 3,46, revertendo uma abertura negativa, na qual chegou a recuar -0,5%, já que foi afetada pela valorização internacional da moeda norte-americana frente às demais moedas.

 

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, sem uma tendência única, Japão -0,1%, em queda pelo 2º pregão seguido, desta vez com destaques de queda para as ações das empresas de tecnologia, como TDK (-5,9%) e Kyocera (-2,5%) e China 3,7%, após Pequim anunciar novas medidas de incentivo para conter a forte onda de volatilidade que tomou conta dos mercados locais nos últimos meses, (2) da EUROPA, devolvendo os ganhos da abertura, Inglaterra -0,1%, França -0,2% e Alemanha -0,1%, desta vez pressionadas por balanços corporativos ruins, como o do banco Crédit Agricole (-10,2%) e da empresa de energia renovável Abengoa (-25,6%) e (3) dos EUA, também revertendo os ganhos da abertura, S&P -0,2%, DJ -0,3% e NASDAQ -0,2%, prejudicadas por declarações de Dennis Lockhart, presidente do Fed (''BC'' local) de Atlanta, que afirmou que economia norte-americana está pronta para uma elevação nas taxas de juros já em SET/15, e com destaque de queda para as ações da Apple (-3,2%), que rebaixou sua expectativa de crescimento por causa da desaceleração da demanda por seus produtos na China.

 

Segundo cálculos feitos pelo Comitê de Ciclos Econômicos, o Codace, que é um grupo criado em 2008 pela FGV para determinar os períodos de expansão e contração da economia do país, (1) o Brasil enfrenta uma recessão desde o segundo trimestre do ano passado, (2) a atividade econômica está em queda há pelo menos 4 trimestres e (3) não há previsão sobre quanto tempo a recessão atual deve durar.

 

Dando novos sinais negativos da economia brasileira, (1) nos 6 primeiros meses deste ano a produção industrial do país recuou -6,31% na comparação com o semestre anterior, o que representa o pior resultado para o período desde 2009, (2) em JUL/15 o preço médio do metro quadrado de imóveis residenciais prontos anunciados em 20 cidades brasileiras ficou 4,03% maior do que JUL/14, patamar abaixo da inflação de 9,25% acumulada no mesmo período e (3) o percentual dos consumidores que acreditam que a economia do país vai piorar subiu de 47% em MAR/15 para 56% em JUL/15.

 

Apresentando o primeiro resultado negativo do ano, em JUL/15, por conta da piora do cenário político, da redução da meta fiscal, da queda das commodities e do rebaixamento da perspectiva da "nota" do Brasil pela S&P, o saldo dos investidores estrangeiros na Bovespa, que aliás não movimenta nem 2% do volume das bolsas mundiais, ficou negativo em R$ –567,9mi.

 

Apesar da queda internacional dos preços do petróleo e do crescente aumento da tensão política no Brasil, a 13ª rodada de licitações da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis, que vai ofertar 266 blocos em 10 bacias em mar e terra, tem 24 empresas interessadas e, desse total, 23 já pagaram a taxa necessária para se inscrever no processo.

 

-    O Itaú caiu -2,5%, mesmo após anunciar que que teve lucro líquido de R$ 6,0bi no segundo trimestre deste ano, o que representa uma alta de 22,1% na comparação com um ano antes, pois o ''mercado'' se preocupou com um repique da inadimplência após 11 trimestres seguidos em queda.


Política:
 
Com o objetivo de pautar o quanto antes o pedido de impeachment da presidenta Dilma, Eduardo Cunha, presidente da Câmara, discutiu com seus aliados uma manobra regimentar para acelerar este processo sem se comprometer diretamente, o que aumenta ainda mais a turbulência política e mantém o clima de incerteza quanto à capacidade do governo de aprovar no Congresso as medidas necessárias para o ajuste fiscal.
 
Mostrando como "será cada dia mais difícil a vida de Dilma" após o peemedebista Eduardo Cunha, presidente da Câmara, se declarar oficialmente na oposição, ontem, no primeiro dia de trabalho após as férias de JUL/15 no Congresso Nacional, o governo sofreu uma nova derrota, já que a PEC 443, que é considerada o primeiro item da chamada "pauta-bomba" por equiparar salários da Advocacia-Geral da União e de delegados aos do Judiciário, criando custos extras para a União e também para Estados e municípios, foi colocada na pauta e deverá ser votado hoje.

 

Após ser paquerado pelo Planalto, que enviou emissários para ensaiar uma aproximação, Renan Calheiros, presidente do Senado, sinalizou que não irá se alinhar ao governo ao afirmar que não é "governista" nem "anti-governista", ressaltando que seguirá independente.

 

Preparando "uma tática que pode dar certo", o PSDB vai exibir imagens de Dilma falando sobre temas como a redução na conta de luz e a inflação, para evidenciar que as promessas feitas durante a última eleição não foram cumpridas pela petista, nas propagandas partidárias em que vai estimular a adesão aos protestos contra o governo, marcados em diversas cidades do país para o dia 16/AGO/15.

 

-    Tentando defender a falta de habilidade política da presidenta Dilma, o deputado petista José Guimarães, líder do PT na Câmara, afirmou que o problema não é a falta de articulação do governo e sim a "falta de fidelidade" dos deputados da base aliada.

-    Complicando cada dia mais a vida de Dilma, além de presidir a CPI dos crimes cibernéticos, o PSDB ocupará a primeira vice-presidência das comissões que investigarão o BNDES e os fundos de pensão e já têm o mesmo posto na CPI da Petrobras.

-    Tentando se afastar cada dia mais do PT, a Executiva Estadual do PMDB encaminhou na segunda-feira ao vice-presidente Michel Temer pedido para que o partido tenha candidato próprio na disputa pela prefeitura de SP em 2016.


Crítica:

 

Na vanguarda da sustentabilidade, a cidade de Roterdã, na Holanda, será a primeira a utilizar na construção de suas ruas uma tecnologia batizada de Plastic Road, que usa garrafas plásticas recicladas como matéria-prima, substituindo inteiramente os compostos à base de petróleo que fazem parte da pavimentação tradicional, isto com um custo menor e uma durabilidade 3 vezes maior do que o asfalto comum.

 

Mostrando que a sociedade tupiniquim está se tornando "cada dia mais consumista e fútil", (1) atualmente as famílias brasileiras gastam R$ 20,3 bilhões com serviços de cabeleireiros, manicure e pedicure, valor 18% superior aos investimentos com cursos regulares de educação (da pré-escola ao segundo grau), que são de R$ 17,2bi e (2) o governo Federal brasileiro gasta por ano R$ 40 mil por cada preso em um presídio federal e no mesmo período investe apenas R$ 15 mil com cada aluno do ensino superior.


PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com


Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com

Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil



Nenhum comentário:

Postar um comentário