R.B. 17/AGO/15 "Oportunista e sorrateira"


R.B.

"Oportunista e sorrateira"

 

São Paulo, 17 de agosto de 2015 (SEGUNDA-FEIRA).


Mercados e Economia:

 

Hoje (1) a BOVESPA deve subir, beneficiada pela alta das commodities e tentando uma recuperação após fechar o pregão anterior no menor patamar desde 30/JAN/15 (aos 47.508pts), porem deve-se ressaltar que a tendência ainda é de queda, diante da provável intensificação dos problemas políticos e da crise econômica e (2) o DÓLAR pode cair, dando sequencia ao movimento de realização de lucros iniciado na semana passada e acompanhando a esperada melhora do "humor" na bolsa brasileira.

 

Sexta-feira, no BRASIL, (1) a BOVESPA caiu –1,0%, para fechar em baixa pelo quarto pregão consecutivo, com os investidores, principalmente os estrangeiros, temendo o aumento das crises política e econômica no país, e com destaque de queda para as ações da Petrobrás (-2,2%), que acompanhou o recuo do petróleo e (2) o DÓLAR caiu –0,7% à R$ 3,48, devolvendo boa parte do avanço visto no pregão anterior, diante de comentários de Tombini, presidente do BC brasileiro, sobre as reservas cambiais e as operações de swap, que indicaram que a autoridade monetária pode atuar com mais força na ponta vendedora para conter a volatilidade.

 

Também sexta-feira, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, sem uma tendência única, Japão –0,4%, realizando lucros recentes antes da divulgação do PIB do país e China 0,3%, diante dos sinais de que o BC do país está disposto a permitir que as forças de mercado tenham um papel mais relevante na determinação da taxa de câmbio, (2) da EUROPA, mesmo diante da aprovação do pacote de resgate à Grécia pelo Parlamento do referido país, Inglaterra –0,3%, França –0,6% e Alemanha –0,3%, já que os dados do PIB da zona do euro, que cresceu 0,3% entre o primeiro e o segundo trimestres, ficaram abaixo do esperado (0,4%) e (3) dos EUA, fechando uma semana marcada pela volatilidade, S&P 0,4%, DJ 0,4% e NASDAQ 0,3%, com os investidores (a) aliviados com a estabilização da moeda chinesa (o yuan), (b) animados com a divulgação da produção industrial de JUL/15 e (c) otimistas diante do anuncio de bons resultados corporativos, como a Nordstrom (4,3%).

 

Em JUL/15 a inflação oficial do país, medida pelo IPCA, atingiu 9,56% no acumulado dos últimos 12 meses, o que representa o maior patamar desde NOV/03 e, tentando mostrar otimismo, Tombini, presidente do BC brasileiro, afirmou que este o pico de alta dos preços será neste trimestre.

 

Com sua caixa de pandora ainda quase que totalmente fechada, o que deve mudar com a CPI criada recentemente para investiga-lo, o BNDES, afetado "apenas" pela crise na Petrobrás, registrou no primeiro semestre deste ano um lucro líquido -36% menor do que no mesmo período de 2014.

 

Prejudicadas pela forte alta do dólar, pelo elevado patamar da taxa básica de juros e pela expressiva desaceleração da economia brasileira, as empresas importadoras de máquinas registram neste ano uma queda média de –30% em suas receitas e já consideram até 2016 como um "ano perdido".

 

Como sempre é importante falar e no mínimo ter uma boa relação com quem manda, as grandes empresas nacionais, principalmente do setor industrial, têm se aproximado do vice-presidente Michel Temer nas últimas semanas, confirmando que ele se tornou o interlocutor dos empresários para apresentar suas demandas e discutir maneiras de destravar a crise política.

 

Dando mais um péssimo sinal da economia brasileira, nesta semana cerca de 20 mil trabalhadores ficarão em casa por conta da paralisação da produção em 3 montadoras de São Bernardo de Campo (Ford, Volkswagen e Mercedes-Benz), o que representa mais da metade dos 30,7 mil que trabalham nas 5 montadoras da cidade.

 

Aproveitando-se da falta de educação financeira do brasileiro, as redes de microfranquia, que na grande maioria das vezes são uma enorme roubada, buscam agora convencer os funcionários recém-demitidos, que na maioria das vezes são os mais desqualificados, a investir em projetos mirabolantes, como o picolé mexicano, o dinheiro que receberam da rescisão.

 

-    A Eletrobrás caiu –1,3% e, após o fechamento do pregão a empresa anunciou que, por conta da péssima gestão, registrou prejuízo de R$ -1,4bi no segundo trimestre de 2015, revertendo o lucro de R$ 1,2bi registrado no primeiro trimestre.


Política:
 
Com foco especial em Dilma e em Lula, as manifestações de ontem, que ocorreram em mais de 30 cidades brasileiras, numericamente foram menores do que as de MAR/15, porem a clareza dos protestos, pedindo a renuncia da presidenta e a prisão do ex-presidente, pautará os caminhos da oposição nos próximos dias.
 
O que mais chamou a atenção da oposição nos protestos de ontem foi a unanimidade do apoio ao juiz federal Sergio Moro, que ofuscou todos os líderes partidários, inclusive o oportunista Aécio Neves, que inclusive subiu em um trio-elétrico para criticar o governo Dilma.

 

Se tem uma pessoa que pode ser culpada pelo fato dos protestos de ontem terem atraído menos gente do que em MAR/15 esta pessoa é Aécio Neves, pois o referido tucano tentou, de forma "oportunista e sorrateira", ser o protagonista de um evento cuja força se ancorava justamente na ausência de lideranças de políticos profissionais.

 

Atraindo seus companheiros com samba, churrasquinho, refrigerante, cerveja e até uísque grátis, Lula organizou, em conjunto com o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC e com a CUT, uma manifestação para apoiar o governo Dilma e protestar contra a bomba caseira lançada no seu Instituto há 2 semanas.

 

Diante do crescente desgaste da polarização entre PT e PSDB, que na verdade tem a mesma raiz ideológica por serem de esquerda, o senador Ronaldo Caiado, do DEM de Goiás, foi tratado como candidato à presidência nas três horas e meia que ficou ontem na avenida Paulista.

 

Um dia depois de Marta Suplicy trair o PSB e selar sua filiação ao PMDB, Gilberto Kassab reuniu as principais lideranças do PSD na capital em um almoço em seu apartamento, no sábado, para lançar a pré-candidatura do sindicalista Ricardo Patah.


Crítica:

 

Por conta de uma sociedade que consome o que não precisa, no dia 13/AGO/15 a humanidade superou o orçamento do meio ambiente para todo o ano, passando a operar no cheque especial, o que significa que em cerca de 8 meses esgotamos todos os recursos que a Terra é capaz de oferecer de forma sustentável no período de um ano, desde a filtragem de gás carbônico da atmosfera até a produção de matérias-primas para a alimentação.


PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com


Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com

Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil



Nenhum comentário:

Postar um comentário