R.B. 10/AGO/15 "Cobrando a fatura"


R.B.

"Cobrando a fatura"

 

São Paulo, 10 de agosto de 2015 (SEGUNDA-FEIRA).


Mercados e Economia:

 

Hoje (1) a BOVESPA deve subir, tentando iniciar um movimento de recuperação das perdas acumuladas na semana passada (-4,5%) e ano ano (-2,9%), acompanhando o desempenho positivo das principais bolsas mundiais e beneficiada pela valorização das commodities e (2) o DÓLAR pode voltar a cair, ainda em um "ajuste técnico" após avançar 2,7% na semana passada em 32,6% no ano, acompanhando a trajetória internacional da moeda norte-americana e também influenciado pela esperada melhora do "humor" na bolsa brasileira.

 

Sexta-feira, no BRASIL, (1) a BOVESPA caiu –2,9%, acompanhando as perdas das bolsas de NY e pressionada principalmente pela forte queda das ações da Petrobras (-6,1%), que divulgou resultados bem abaixo do esperado e (2) o DÓLAR caiu –0,6% à R$ 3,51, quebrando uma sequência de 6 altas seguidas, após o BC anunciar que aumentará suas intervenções na ponta vendedora para tentar conter uma valorização maior da moeda americana.

 

Também sexta-feira, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão 0,3% e China 2,3%, diante das especulações de que o governo chinês adotará mais medidas para estimular o mercado de ações e da decisão do BC japonês de manter a política monetária frouxa, (2) da EUROPA,devolvendo os ganhos da abertura, para fecharem em queda pelo segundo pregão seguido, Inglaterra –0,4%, França –0,7% e Alemanha –0,8%, com destaques de queda para ações das principais empresas de mídia, diante das preocupações que a publicidade vai diminuir com os espectadores mudando para programação on-line e (3) dos EUA, S&P –0,3%, DJ –0,3% e NASDAQ –0,3%, prejudicadas pelo recuo do petróleo e principalmente pelo anuncio de dados melhores do que o esperado das folhas de pagamento, que por sua vez elevam as apostas de que o Fed ("BC" local) vai aumentar as taxas de juros do país já em SET/15.

 

Dando novos sinais negativos da economia brasileira, (1) a Mercedes-Benz, fabricante de ônibus e caminhões, anunciou na sexta-feira passada que vai começar a demitir, a partir de 1º/SET/15, na fábrica de São Bernardo do Campo, (2) diretamente afetada pela crise na indústria e na construção, o mercado de refeições coletivas, de marmitas aos bandejões, projeta para este ano de 2015 uma queda de ate -10% nas vendas na comparação com 2014, o que representará o primeiro recuo do setor em 7 anos e (3) segundo projeções do setor varejista, as vendas do Dia dos Pais deste ano foi –3% menor que em 2014.

 

Como as demissões dispararam, em JUL/15 a procura dos sindicados pelos trabalhadores para dar baixa na carteira cresceu até 700% ante o mesmo mês do ano passado, com isto já existe uma espera de até 3 meses para fazer a homologação da rescisão do contrato de trabalho e assim conseguir receber os direitos, como seguro-desemprego e FGTS.

 

Pressionada pela alta do dólar e pelos reajustes de energia, o IPCA acumulou alta de 6,83% apenas nos 7 primeiros meses deste ano, patamar que (1) é maior do que o registrado no mesmo período de 2014 (6,41%), (2) supera o topo da meta para todo ano (6,5%) e (3) é o maior para o período desde 2003 (6,85%).

 

Enquanto no Brasil o governo segue gastando bilhões para fazer guerra ao trafico de drogas nas favelas, apesar da certeza de que os chefões estão em Brasília, nos EUA, onde a maconha já é liberada na maioria dos Estados, as expectativas e projeções de investimentos do setor já apontam para US$ 10,8bi em 2019.

 

Mesmo com a decisão do governo Dilma de suspender os repasses de recursos do Tesouro ao BNDES, o Ministério da Fazenda estima que a União ainda vá arcar com um custo de R$ 184bi nas próximas décadas com os empréstimos subsidiados concedidos ao banco, e repassados à juros baixos para empresas "amigas", a partir de 2009.

 

Como o carteiro que reclama do e-mail, o executivo Amos Genish, presidente da Vivo, declarou guerra contra o WhatsApp, aplicativo de troca de mensagens que também permite chamadas telefônicas via internet, ao afirmar em um evento do setor de TV paga que o aplicativo é "pirataria pura" e que só funciona dessa forma no país devido à falta de regras regulatórias, fiscais e jurídicas.

 

-    A Petrobrás caiu –6,1%, diante da divulgação de um resultado bem abaixo do esperado, porem neste final de semana Aldemir Bendine, presidente da empresa , afirmou que a recuperação da petroleira "é um projeto de 5 anos" e que sua gestão dará prioridade à sua rentabilidade em detrimento da produção de maiores volumes de petróleo, principalmente por conta do cenário de queda no preço do barril.


Política:
 
"Cobrando a fatura" dos bilhões que, de forma no mínimo suspeita, repassou para as referidas entidades, a presidenta Dilma, se preparando para as manifestações contra seu governo marcadas para o próximo domingo (16/AGO/15), se reunirá durante esta semana com o grupo terrorista MST e com os vendidos da UNE, tentando sinalizar que não está isolada.
 
Apesar dele seguir negando, o chamamento do vice-presidente da República, Michel Temer, pela reunificação das forças políticas brasileiras diante da grave crise no Congresso e sua habilidade de negociar com seus colegas o credenciam para assumir o país num eventual impedimento da presidenta Dilma.
 
Líder petista, amigo da presidenta Dilma e assessor especial do ex-presidente Lula no início do seu primeiro mandato, Carlos Alberto Libânio Christo, mais conhecido como frei Betto, admitiu neste final de semana, em entrevista para o Jornal Folha de SP, que teme pela renúncia da mandatária e que seu partido "trocou um projeto de Brasil por um projeto de poder".

 

Como um técnico que escala todo o seu time na zaga, o núcleo palaciano do governo e do PT, convencidos de que Eduardo Cunha vai instalar um processo de impeachment contra Dilma, quer construir, a partir desta semana, uma "retaguarda mínima" de 200 deputados fiéis, que impeçam o avanço da tentativa de derrubar a presidenta.

 

Mesmo sabendo que precisa de apoio político, a presidenta Dilma continua mandona, prepotente e arrogante, já que os ministros convocados por ela para a reunião noturna ontem, domingo do Dia dos Pais, provavelmente se queixavam da presidenta enquanto deixavam as famílias para embarcar para Brasília.

 

Com medo de serem vaiados, a presidenta Dilma e o ex-presidente Lula não irão à homenagem que o PSB promove hoje a Eduardo Campos no Recife, que reunirá o tucano Aécio Neves e Marina Silva, ainda no PSB.


Crítica:

 

Com o objetivo de reduzir os custos e assim ampliar as margens operacionais das empresas do setor, as corretoras de seguros pela internet chegaram ao mercado há 5 anos prometendo levar seus clientes a escolher e comprar seguros sozinhos, principalmente os de carros, porem, por conta da falta de educação financeira dos brasileiros e do excesso de termos específicos do setor (prêmio, franquia ou bônus, por exemplo), menos da metade dos negócios é fechado sem a intervenção de um atendente da corretora para ajudar a escolher a melhor opção ou esclarecer dúvidas.


PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com


Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com

Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil



Nenhum comentário:

Postar um comentário