R.B. 31/JUL/15 "Jogando a toalha"


R.B.

"Jogando a toalha"

 

São Paulo, 31 de julho de 2015 (SEXTA-FEIRA).


Mercados e Economia:

 

Hoje (1) a BOVESPA deve subir, tentando recuperar uma parte das perdas acumuladas no mês (-6,0%), beneficiada pela divulgação de bons resultados corporativos e acompanhando o desempenho positivo das principais bolsas mundiais e (2) o DÓLAR pode cair, também em um "ajuste técnico" após as fortes altas recentes e seguindo a esperada melhora do "humor" na bolsa brasileira.

 

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA caiu -0,7%, revertendo uma abertura positiva, na qual chegou a avançar 0,8%, pressionada principalmente pela queda da Vale (-4,6%) e da Petrobrás (-2,3%) e também influenciada pelo aumento dos ''temores'' de alta dos juros nos EUA após a divulgação de dados fortes da economia norte-americana e (2) o DÓLAR subiu 1,5% à R$ 3,38, para fechar na máxima do dia, já que, mesmo diante do aumento da taxa básica de juros, que em tese atrai recursos externos, é cada vez menor a confiança na economia brasileira e cada dia maiores as ''apostas'' de alta dos juros nos EUA.

 

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, sem uma tendência única, Japão 1,1%, rompendo uma sequência de 4 pregões seguidos de queda, já que foi beneficiada pela divulgação de resultados corporativos positivos, como Nomura Holdings (3,6%) e Nintendo (8,3%) e China -2,2%, um dia depois do Fed (''Copom'' dos EUA) não deixar claro se pretende começar a elevar os juros básicos nos próximos meses, (2) da EUROPA, Inglaterra 0,6%, França 0,6% e Alemanha 0,4%, em uma sessão fortemente influenciada por noticiário corporativo com várias empresas reportando lucros sólidos, como as gigantes Fiat (5,7%) e Royal Dutch Shell (4,7%) e (3) dos EUA, próximas da estabilidade, após um pregão com alguma volatilidade, S&P 0,1%, DJ -0,1% e NASDAQ 0,3%, divididas entre o aumento dos ''temores'' de elevação dos juros no país, após a divulgação de que o PIB do segundo trimestre ficou acima do esperado, e o anuncio de bons resultados corporativos, como T-Mobile (4,9%), Western Digital (9,8%) e Avon (2,4%).

 

Confirmando mais uma vez que o governo Dilma é incompetente também em cuidar das contas públicas, diante da queda na arrecadação de tributos federais e do aumento nas despesas, nos 6 primeiros meses deste ano as contas do Governo Central brasileiro, que reúnem Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central, registraram um déficit de R$ 8,2bi, o que representa o pior resultado desde o início da série histórica, em 1997.

 

Prejudicando ainda mais o desempenho da economia brasileira, o novo bloqueio orçamentário de R$ 8,6bi anunciado pela equipe econômica terá como principais "vitimas", nesta ordem, o Ministério das Cidades, responsável por obras do PAC, o ministério da Saúde e o ministério da Educação, que perderão respectivamente R$ -1,3bi, R$ -1,2bi e R$ –1,0bi.

 

Praticamente "jogando a toalha", segundo Paulo Correa, secretário de Acompanhamento Econômico do ministério da Fazenda, já está na conta dos investidores do programa de concessões o risco de perda do grau de investimento pelo Brasil e por conta disto o governo decidiu se antecipar e elevar as taxas de retorno previstas para os projetos, de 7,2% ao ano para 9,2% nas concessões de rodovias, de 8% para 10% nos portos e de 6,6% para 8,5% nos aeroportos.

 

Dando novos sinais negativos da economia brasileira, (1) o estoque de créditos contratados para aquisição de veículos caiu -7,3% no acumulado em 12 meses até JUN/15 e (2) acumulando uma alta de 5,05% nos 7 primeiros meses do ano, em JUL/15 o IGP-M subiu 0,69%, patamar levemente acima do avanço de 0,67% registrado no mês.

-    "Turbinados" pela alta da Selic e pela disparada na inadimplência, os Juros do cheque especial chegam a 241,3% ao ano, o que representa o maior patamar desde 1995.

 

-    O LinkedIn subiu 10%, após divulgar um aumento maior do que o esperado de 33% em sua receita trimestral, com destaque positivo para o forte crescimento em seu negócio de serviço para recrutadores.

-    A Vale caiu –4,6%, mesmo após anunciar que, beneficiada pela valorização do dólar frente ao real, por preços melhores do minério de ferro e por reduções de custos, registrou lucro líquido de R$ 5,1bi no segundo trimestre deste ano, revertendo 3 trimestres consecutivos de perdas.

-    O Bradesco recuou –2,0%, mesmo depois de divulgar que acumulou um lucro líquido de R$ 4,5bi no segundo trimestre deste ano, o que representa um aumento de 18,4% em relação ao mesmo período de 2014 e teve como destaques positivos as receitas com cartões e com consórcios, que cresceram respectivamente 17,4% e 20,8% na mesma base de comparação anual.


Política:
 
Principal governador de oposição presente ao encontro de ontem com Dilma, o tucano Alckmin, de SP, afirmou que a possibilidade de um impeachment da presidenta não foi tema do encontro, porem ressaltou que não se comprometeu em evitar pautas no Congresso Nacional que afetem o ajuste fiscal e que preferiu cobrar a redução do "custo Brasil".
 
Dando mais uma prova de que o Brasil é o país onde as raposas tomam conta do galinheiro, a ONG Instituto de Desenvolvimento da Região do Sisal, que é ligada a Aroldo Cedraz, presidente do Tribunal de Contas da União, recebeu R$ 3,5mi do governo federal por meio de convênios entre 2005 e 2011.
 
Confirmando o clima de faroeste que se instalou no Brasil, a advogada Beatriz Catta Preta, responsável por firmar 9 acordos de delação premiada de réus da Operação Lava Jato, que atingiram diretamente o governo e os partidos da base aliada, afirmou ontem que deixou o caso, que vai se mudar para os EUA e que decidiu abandonar a advocacia porque se sentiu ameaçada.

 

Em uma guerra aberta e declarada, cujos principais perdedores são a população brasileira, a presidenta Dilma e Eduardo Cunha, presidente da Câmara dos Deputados, distribuíram a aliados comuns convites para um jantar na mesma noite, a próxima segunda-feira, quando os congressistas começam a chegar a Brasília de volta das férias de JUL/15.

 

O plano do peemedebista Eduardo Cunha, presidente da Câmara, para complicar a vida de Dilma inclui instalar ao menos 3 novas CPIs (1) a do BNDES, que será presidida pelo PMDB, (2) a dos fundos de pensão, considerada a mais explosiva, que será ofertada ao DEM e (3) a dos crimes cibernéticos, que será comandada pelo PSDB.


Crítica:

 

Mostrando como funciona a lógica do funcionalismo publico, ao invés de ser processado e demitido por justa causa, o juiz Flávio Roberto de Souza, que foi flagrado dirigindo um carro apreendido do empresário Eike Batista, pode ter como punição máxima apenas a aposentadoria compulsória e com vencimentos proporcionais ao tempo de serviço, o que certamente dará mais de R$ 25mil mensais até sua morte.

 

Desrespeitando cada dia mais o livre mercado, o que obviamente afasta investidores do país, as tropas venezuelanas ocuparam um complexo de armazéns em Caracas utilizado pela gigante local de alimentos Empresas Polar, a Nestlé e a Pepsi para distribuir comidas e bebidas.


PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com


Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com

Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil



Nenhum comentário:

Postar um comentário