R.B. 17/JUL/15 "Se aproximando do chefão da quadrilha"


R.B.

"Se aproximando do chefão da quadrilha"

 

São Paulo, 17 de julho de 2015 (SEXTA-FEIRA).


Mercados e Economia:

 

Hoje (1) a BOVESPA deve cair, ampliando a baixa acumulada no mês (-0,1%) e reduzindo a valorização registrada no ano (6,1%), diante do aumento das "apostas" de que a agencia de classificação de risco Moody's vai reduzir sua "nota" para o Brasil e (2) o DÓLAR pode seguir em alta, rumo aos R$ 3,20, influenciado pela provável piora do "humor" na Bovespa e ainda seguindo a trajetória internacional da moeda norte-americana.

 

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 0,3%, revertendo uma abertura instável, na qual chegou a recuar –0,4%, para fechar em território positivo, com baixo volume de negócios (R$ 3,9bi) e acompanhando o desempenho ascendente as principais bolsas mundiais e (2) o DÓLAR subiu 0,6% à R$ 3,15, acompanhando a trajetória internacional da moeda norte-americana e influenciado pela aumento das preocupações com a economia brasileira e pelo conturbado cenário político.

 

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão 0,7%, no maior patamar em 3 semanas e com destaques de alta para as exportadoras, beneficiadas pela valorização do dólar frente a moeda local (o iene) e China 0,5%, em meio a editoriais otimistas de jornais locais e a retomada dos negócios com as ações de centenas de empresas, (2) da EUROPA, em alta pela sétima semana seguida, Inglaterra 0,6%, França 1,5% e Alemanha 1,5%, com destaques positivos para as ações dos bancos, como Sanpaolo (2,2%), Popolare di Milano (2,8%), Santander (2,0%), Bankia (1,7%), desta vez impulsionados pela aprovação do pacote de austeridade no Parlamento da Grécia e pelo anúncio da extensão da ajuda às instituições financeiras do país pelo BC Europeu e (3) dos EUA, com o NASDAQ fechando no maior patamar da história, S&P 0,8%, DJ 0,4% e NASDAQ 1,3%, acompanhando a valorização das bolsas da Europa e beneficiadas pela divulgação de resultados corporativos positivos, como Citigroup (3,8%), Netflix (18,0%), Philip Morris (3,2%) e eBay (3,4%).

 

Ontem, logo após o parlamento da Grécia aprovar as medidas de austeridade propostas pelo primeiro ministro do país, o Eurogrupo, que reúne ministros de Economia e Finanças da zona do euro, aprovou o desembolso de 7bi de euros para o governo grego honrar suas obrigações financeiras urgentes enquanto negocia o resgate de até 86bi de euros costurado por chefes de Estado europeus.

 

Buscando fontes de recursos para financiar a ineficiente e cara maquina publica, o governo Dilma, diante da frustração na arrecadação e da demora do Congresso em aprovar medidas que gerem recursos para a União, decidiu vender ações do Banco do Brasil para dar liquidez ao Fundo Soberano tupiniquim, o que não pega bem justamente na semana da visita da equipe da Moody's ao Brasil para colher informações para sua reavaliação da nota brasileira.

 

Dando novos sinais negativos da economia brasileira, (1) no primeiro semestre deste ano a fabricação nacional de motos teve queda de -9,5% na comparação com o mesmo período de 2014 e (2) em MAI/15 as vendas de papelão ondulado recuaram -5,69% na comparação com o mesmo mês do ano passado.

 

Tentando atrair investidores, o Ministério da Fazenda elevou, de 6,63% para 8,5%, a taxa de retorno para as empresas que estiverem dispostas a participar dos leilões de aeroportos, o que é muito pouco em um país que paga taxa de juros de quase 14% ao ano em aplicações de renda fixa.

 

-    Mostrando que, mesmo diante da retração da economia brasileira, a inflação segue "firme e forte", o IPC de SP avançou 0,57% na segunda quadrissemana de JUL/15, patamar superior ao auferido na primeira quadrissemana do mês (0,43%).

-    Considerado uma vitrine do governo Dilma, a terceira fase do programa Minha Casa, Minha Vida, que será lançada até SET/15, terá um reajuste de 10% a 11% nos valores dos imóveis, disse em entrevista o ministro das Cidades, Gilberto Kassab.

 

-    A Petrobrás subiu 1,1%, porem, após o fechamento do pregão, a empresa informou que pagou ontem R$ 1,6bi à Receita Federal após derrota em processo administrativo sobre a incidência de IOF em transações no exterior.


Política:
 
"Se aproximando do chefão da quadrilha", ontem foi divulgado que a Procuradoria do Distrito Federal está investigando Lula e a Odebrecht e a suspeita é de que a construtora teria obtido vantagens com agentes públicos de outros países por meio de influência do referido ex-presidente.
 
-    Atacando para se defender das denuncias de envolvimento na corrupção da Petrobrás, Renan Calheiros, presidente do Senado, planeja agora criar duas CPIs caras ao governo, a primeira dos fundos de pensão e a segunda do BNDES.

-    Impondo mais uma derrota ao governo, ontem o Senado adiou, mesmo diante dos apelos do ministro Joaquim Levy, para AGO/15, após o recesso parlamentar, a votação do pacote de propostas que promovem mudanças na legislação do ICMS.

-    Atribuindo ao Palácio do Planalto uma articulação para envolve-lo na Lava Jato, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, avisou que anunciará hoje o seu rompimento com o governo.

-    O governo Dilma teme que a ira do presidente da Câmara, Eduardo Cunha, paralise o país politicamente e abra caminho para um pedido de impeachment.

-    Carlos Lupi, presidente do PDT, afirmou que seu partido segue na base por enquanto, mas ressaltou que o rompimento com o governo é inevitável.

-    Acusados de infringir a lei eleitoral por causa da contratação pela prefeitura de 1.166 funcionários temporários em 2012, a prefeita de Campos dos Goytacazes, Rosinha Garotinho, teve seu mandato cassado pela Justiça Eleitoral do RJ.


Crítica:

 

A Operação Lava Jato descobriu o ralo de corrupção instalado na Petrobrás, que permitia drenar bilhões e bilhões para abastecer políticos e partidos, porem a faxina da má gestão, que vai realmente tirar a sujeira debaixo do tapete, mal começou, pois a empresa ainda emprega 446 mil pessoas, 80% delas sem concurso, contra 94 mil da sua concorrente Shell.


PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com


Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com

Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil



Nenhum comentário:

Postar um comentário