R.B. 27/MAI/15 "Tucanos são muito bons em fazer oposição a eles mesmos"


R.B.

"Tucanos são muito bons em fazer oposição a eles mesmos"

 

São Paulo, 27 de maio de 2015 (QUARTA-FEIRA).


Mercados e Economia:

 

Hoje (1) a BOVESPA deve subir, tentando recuperar perdas recentes, seguindo a melhora do "humor" nas principais bolsas mundiais e também impulsionada pela aprovação da medida provisória 665, que restringe o acesso a benefícios trabalhistas e que faz parte do pacote de ajuste fiscal do ministro Joaquim Levy e (2) o DÓLAR pode cair em um "ajuste técnico" após 4 pregões seguidos de alta e influenciado por uma declaração de Alexandre Tombini, presidente do BC brasileiro, que alertou que a valorização da moeda norte-americana tem repasse para inflação doméstica e que o BC tem que conter isso.

 

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA caiu –1,8%, para fechar o dia no menor patamar em 1 mês (aos 53.629pts), acompanhando as perdas das principais bolsas mundiais e pressionada principalmente pela forte baixa das ações da Petrobrás (-3,2%), que foi prejudicada pelo recuo do petróleo e pelo anúncio, instantes do inicio do pregão, de que foram abertos mais dois processos contra a empresa nos EUA e (2) o DÓLAR subiu 1,7% à R$ 3,15, acompanhando a trajetória internacional da moeda norte-americana, influenciado pela piora do "humor" na Bovespa e também pelas questões políticas que ameaçam, mais uma vez, a aprovação das medidas de ajuste fiscal no Congresso.

 

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão 0,1%, em alta pela oitava vez seguida, ainda com destaques de alta para as exportadoras, como Tokyo Electron (1,9%) e Yamaha (2,4%), beneficiadas pela valorização do dólar frente à moeda local (o iene) e China 2,0%, mais uma vez beneficiada pela expectativa positiva com o início de um novo acordo entre China e Hong Kong, que permitirá, a partir de JUL/15, que fundos mútuos das duas regiões vendam produtos financeiros a investidores do varejo de qualquer um dos dois lados, (2) da EUROPA, realizando lucros recentes, Inglaterra –1,2%, França –0,7% e Alemanha –1,6%, com os investidores cada vez mais preocupados com o impasse na Grécia e com o aumento da expectativa de que o Fed ("BC" dos EUA) deve mesmo subir os juros em 2015 e (3) dos EUA, também realizando lucros recentes, S&P –1,0%, DJ –1,0% e NASDAQ –1,1%, já que a divulgação de dados positivos da economia do país, como o aumento maior que o esperado das vendas de imóveis residenciais novos em ABR/15 (6,8%), elevou as "apostas" de que a taxa de juros norte-americana pode subir em breve.

 

Corroborando com as opiniões de Joaquim Levy, ministro da Fazenda, e criticando indiretamente seu colega Nelson Barbosa, ministro do Planejamento, ontem Alexandre Tombini, presidente do BC, afirmou durante uma audiência pública na Câmara dos Deputados que a política econômica do primeiro mandato de Dilma, baseada no consumo, afetou os fundamentos econômicos do Brasil, não produziu crescimento nos últimos 2 anos e acabou por gerar perdas de receitas que precisam agora ser recuperadas com aumento de juros, tributos e tarifas e corte de gastos para recuperar a confiança dos consumidores e dos empresários.

 

Finalmente dando uma notícia positiva para o Brasil, segundo Stanley Fischer, vice-presidente do Fed ("BC" dos EUA), os países emergentes devem lidar bem com os efeitos da eminente elevação da taxa de juros norte-americana, já que nas últimas duas décadas estes países reduziram as vulnerabilidade externas, devido a medidas como inflação menor, reservas maiores em moeda estrangeira e melhor regulação do sistema bancário.

 

Metendo a mão no bolso do trabalhador brasileiro, provavelmente para emprestar mais dinheiro para as empresas "queridinhas" do governo e "amigas" do PT, ontem o Conselho Curador do FGTS aprovou a liberação de R$ 10bi para reforçar o caixa do BNDES, o que foi a saída encontrada para socorrer o referido banco de fomento, que por conta da crise este ano não terá neste ano recursos vindos do Tesouro.

 

Revelando mais uma vez a enorme incapacidade administrativa da presidenta Dilma, ontem a CVM condenou a União por conflito de interesses na administração da Eletrobrás, empresa estatal de capital misto com ações na bolsa de valores, por conta da irresponsável redução das tarifas de energia ocorrida em 2012.

 

Por conta da forte alta do dólar, do aumento do desemprego e do crescimento das incertezas com o futuro da economia brasileira, em ABR/15 o gasto dos brasileiros com viagens no exterior caiu -30% na comparação com ABR/15, atingindo o menor patamar para o mês nos últimos 5 anos.

 

Representando uma ótima opção para quem quer investir à longo prazo e com sustentabilidade, a BYD, montadora chinesa de carros elétricos da qual Warren Buffett é sócio, está se preparando para levantar US$ 1,9bi em capital por meio da emissão de novas ações em Hong Kong.


Política:
 
Mostrando como os "tucanos são muito bons em fazer oposição a eles mesmos", ontem Alberto Goldman, vice-presidente do PSDB, afirmou que a falta de debate interno no partido se agravou durante a presidência de Aécio Neves, que assumiu o comando da sigla em 2013, ressaltando que atualmente os tucanos não tem um projeto de país.
 
Ontem, representando uma vitória pessoal de Joaquim Levy e mesmo com a oposição de 3 senadores petistas, o Senado aprovou, por 39 votos a favor e 32 votos contra, a medida provisória 665, que restringe o acesso a benefícios trabalhistas com o objetivo de cortar gastos públicos obrigatórios.

 

Além da medida acima aprovada ontem, o governo agora tem 2 outras "batalhas" dentro do pacote de ajuste fiscal encaminhado ao Congresso, (1) a que altera as regras para concessão da pensão por morte e auxílio doença  e (2) a eleva a tributação de produtos importados.

 

Em uma vitória do PT, que fará de tudo para aprovar o perigoso e oneroso financiamento 100% publico de campanha, o plenário da Câmara rejeitou na madrugada desta quarta-feira incluir na Constituição a permissão de que as empresas financiem as campanhas políticas, proposta que era capitaneada pelo presidente da Casa, o peemedebista Eduardo Cunha, e pela oposição.

 

Começando a puxar o fio de uma meada que se chegar até o fim provavelmente encontrará um homem de 9 dedos, ontem a Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal decidiu que o BNDES é obrigado a fornecer ao Tribunal de Contas da União as informações sobre empréstimos, que ultrapassam os R$ 8bi, concedidos ao Grupo JBS/Friboi, que (1) foi o maior doador de campanha do país nas eleições de 2014 e (2) só no segundo trimestre de 2014 faturou R$ 6,4bi e contabilizou lucro líquido de R$ 254mi.

 

Miguel Reale Jr, que é um dos mais importantes juristas do país, voltou ontem aos holofotes como redator de uma petição, que será entregue ao procurador-geral da República, na qual acusa a presidenta Dilma de crimes contra as finanças públicas e de falsidade ideológica.


Crítica:
 
Provando, pela enésima vez, que no Brasil o crime compensa, principalmente se você tiver muito dinheiro e bons advogados, ontem, 8 anos após ter sido condenado a 21 anos de prisão, o banqueiro Edemar Cid Ferreira teve a sentença de sua condenação anulada pelo Tribunal Regional Federal da 3ª Região, que julga os recursos da Justiça federal em São Paulo, que alegou irregularidades processuais.
 
Mostrando que em país sério o crime não compensa, ontem, a 2 dias da eleição para a presidência da FIFA, uma operação especial das autoridades suíças, sob liderança do FBI, prendeu sete executivos importantes da entidade sob a acusação de corrupção, fraude e lavagem de dinheiro, entre eles José Maria Marin, ex-presidente da CBF.

PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com


Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com

Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil



Nenhum comentário:

Postar um comentário