R.B. 12/MAI/15 "Sem nenhum respeito à vida"


R.B.

"Sem nenhum respeito à vida"

 

São Paulo, 12 de maio de 2015 (TERÇA-FEIRA).


Mercados e Economia:

 

Hoje (1) a BOVESPA deve cair, acompanhando as perdas das principais bolsas mundiais e realizando lucros após acumular uma valorização de 1,7% no mês e de 14,4% no ano, porem deve-se ressaltar que uma baixa pode ser uma boa oportunidade para compra, já que a tendência ainda é de alta, rumo aos 60.000pts e (2) o DÓLAR pode seguir em alta, influenciado pela esperada piora do "humor" na Bovespa e pelas expectativas negativas para a economia brasileira.

 

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 0,1%, mesmo diante do recuo das ações dos bancos e da queda das bolsas de NY, sustentada pela valorização dos papéis da Vale (2,9%), da CSN (5,7%) e da Usiminas (2,2%), que foram beneficiadas pela notícia de que de que a China cortou os juros para estimular a economia e pela alta dos preços do minério de ferro (3,3%) e (2) o DÓLAR subiu 2,2% à R$ 3,05, devolvendo boa parte da queda de -3,4% apurada nas quatro últimas sessões e acompanhando a trajetória internacional da moeda norte-americana diante da divulgação de dados ligeiramente melhores do que o esperado da economia dos EUA.

 

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão 1,2% e China 3,0%, influenciadas por dados positivos do mercado de trabalho nos EUA e pelo corte da taxa básica de juros chinesa, (2) da EUROPA, Inglaterra –0,2%, França –1,2% e Alemanha –0,3%, prejudicadas pelo aumento das preocupações dos investidores com o impasse entre a Grécia e seus credores internacionais e com destaques de queda para as ações da fabricante de aeronaves Airbus (-2,1%), após o acidente de um de seus aviões de transporte militar na Espanha e (3) dos EUA, após um dia marcado pela volatilidade, S&P –0,5%, DJ –0,5% e NASDAQ –0,2%, devolvendo os ganhos registrados na sexta-feira, após John Williams, presidente do Fed de San Francisco, dizer que a discussão sobre uma eventual alta nos juros ocorre em todas as reuniões da referida autoridade monetária norte-americana.

 

Mantendo um pessimismo crescente, o "mercado" elevou pela quarta semana seguida, desta vez de 8,26% para 8,29%, suas "apostas" para a inflação medida pelo IPCA em 2015, patamar bem acima do todo do meta (6,5%), e reduziu, desta vez de –1,18% para –1,20%, suas expectativas para o desempenho do PIB brasileiro neste ano.

 

Com as despesas obrigatórias, que reúnem gastos com pessoal, Previdência e benefícios sociais, respondendo pela maior fatia do orçamento e continuando a crescer, o governo Federal, no esforço de reduzir os gastos públicos e cumprir a meta fiscal do ano, tem congelado repasses a programas prioritários, como o Fies e o Pronatec, e suspendido o pagamento de obras e subsídios, como o Minha Casa, Minha Vida.

 

Apresentando mais um de seus sonhos megalomaníacos, como o trem-bala ligando RJ à SP que nunca saiu do papel, ontem o governo Dilma anunciou que China, Brasil e Peru preparam acordo preliminar para construir uma megaferrovia que ligaria os 2 países sul-americanos, criando um corredor de trilhos entre o Atlântico e o Pacífico ao custo de R$ 30bi.

 

Simplesmente por falta de interessados, já que atualmente as principais construtoras do país estão no banco dos réus das CPIs, ontem o Palácio do Planalto anunciou que adiou, desta semana para a primeira semana de JUN/15, o lançamento do novo plano de concessões de serviços ao setor privado, que seria mais uma "aposta" da presidenta Dilma para recuperar a economia brasileira.

 

Colocando em risco os recursos dos trabalhadores, o governo Dilma, com o objetivo de estimular a economia e ao mesmo tempo ajudar as construtoras, estuda a possibilidade de permitir que recursos do FGTS sejam usados para conceder crédito na compra de imóveis de até R$ 300 mil.

 

Como fruto da disparada dos juros, do aumento do desemprego, da queda da renda e da restrição ao credito, no primeiro trimestre de 2015 ocorreu uma redução de -50,4% frente ao mesmo período de 2014 no número de unidades residenciais lançadas no município de SP.

 

Em busca de menores custos e maior eficiência operacional, a Embraer, coberta de razão, vai transferir sua produção do jato executivo Phenom do Brasil para sua fábrica nos EUA a partir de 2016, o que deve prejudicar cerca de 1.500 trabalhadores  que são envolvidos direta e indiretamente no processo.


Política:
 
Coberto de razão, o senador do DEM Ronaldo Caiado, que aliás é líder o seu partido, subiu ontem na tribuna do Senado para afirmar "de forma categórica" que a presidenta Dilma perdeu o controle político, econômico e social do pais e que por estes motivos deveria renunciar para permitir que o Brasil volte a crescer.
 
Mesmo após Michel Temer, seu vice, distribuir cargos para toda a base aliada, a presidenta Dilma, para tentar evitar uma derrota no Senado da indicação de Luiz Edson Fachin ao Supremo Tribunal Federal, pediu que ministros buscassem convencer senadores a aprovar o nome do advogado e chamou para uma conversa o presidente da Casa, Renan Calheiros, que por sua vez está irritado com o Planalto desde que seu nome foi incluído entre os políticos investigados pela Operação Lava Jato, por suspeita de envolvimento com a corrupção na Petrobras.
 
No esforço de aprovar, com urgência, o pacote de ajuste fiscal para equilibrar as contas de seu governo, a presidenta Dilma pediu para adiar a votação de um projeto que reajusta os salários do Judiciário e terá impacto de R$ 16bi no orçamento da União até 2017, sendo que R$ 2bi só neste ano.

 

Representando um país que prefere esmola a trabalho, 0 PT pedirá ao presidente da Assembleia Legislativa de SP, que é comandada pelo tucano Fernando Capez, que intervenha na indicação do deputado estadual tucano Coronel Telhada para integrar a Comissão de Direitos Humanos da Casa, pois ele é favorável à redução da maioridade penal.

 

Enjaulado por conta da Operação Lava Jato, João Vaccari Neto, o ex-tesoureiro do PT que foi denunciado sob acusação de corrupção e lavagem de dinheiro, quer que o deputado petista Luiz Sergio, que é o relator da CPI da Petrobras na Câmara, seja sua testemunha de defesa.

 

Colocando mais uma vez Lula e Dilma na berlinda, ontem, em depoimento na CPI da Petrobrás, o doleiro Alberto Youssef voltou a afirmar que o Palácio do Planalto sabia do esquema de desvios de recursos em obras da estatal, investigado pela Operação Lava Jato, ressaltando entretanto que não tem como provar isto.

 

O Pros, partido dos irmãos Cid e Ciro Gomes, foi ao Supremo Tribunal Federal contra a lei, aprovada recentemente pela presidenta Dilma, que dificulta a fusão entre duas ou mais siglas para a criação de uma nova agremiação ao determinar que isto só poderá acontecer 5 anos após a criação delas.

 

Diante do ambiente extremamente hostil criado para a sabatina de Luiz Edson Fachin, o grupo de Renan Calheiros alerta que não terá como trabalhar por sua aprovação ao Supremo caso ele cometa algum deslize, principalmente em suas posições favoráveis ao MST, na sabatina desta terça-feira no Senado.

 

A candidatura da ex-petista Marta Suplicy à Prefeitura de SP pelo PSB foi dos principais assuntos da reunião de senadores da sigla com o vice-governador paulista, Márcio França, e parte da sigla defende que a filiação da senadora aconteça junto com a formalização da fusão entre o PSB e o PPS, prevista para o fim de JUN/15.


Crítica:
 
Abrindo mais uma fronteira de exploração, que pode turbinar o já irreversível aumento do nível dos oceanos, ontem o governo Barack Obama concedeu um licença condicional à Shell para perfurar novos poços de petróleo e gás natural no oceano Ártico a partir de JUL/15, região que se estima haver grandes reservas  e que é estratégica em termos ambientais, econômicos e geopolíticos.
 
"Sem nenhum respeito à vida", a Indonésia, que mata traficantes para manter o "lucrativo negócio" nas mãos das autoridades locais, determinou que um barco que transportava centenas de emigrantes de Myanmar e Bangladesh fosse abastecido de combustível e rebocado para fora das águas territoriais do país um dia após a chegada da embarcação.

PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com


Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com

Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil



Nenhum comentário:

Postar um comentário