R.B. 11/MAI/15 "O que já era grave ficou ainda pior"


R.B.

"O que já era grave ficou ainda pior

 

São Paulo, 11 de maio de 2015 (SEGUNDA-FEIRA).


Mercados e Economia:

 

Hoje (1) a BOVESPA deve seguir em alta, rumo aos 60.000pts, acompanhando o desempenho positivo das principais bolsas mundiais, beneficiada pelo anúncio de medidas de estímulos na China e impulsionada pelos "rumores" de que o governo pode perder o controle da Petrobrás e (2) o DÓLAR pode subir, retornando para à trajetória de alta após fechar o pregão anterior no menor patamar desde 19/ABR/15 e acompanhando o movimento internacional da moeda norte-americana.

 

Sexta-feira, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 0,4%, acompanhando o movimento ascendente das bolsas de NY, para se recuperar de 2 dias seguidos de perdas, com bom volume de negócios (R$ 7,1bi) e destaques de alta para as ações da Petrobrás (1,3%) e (2) o DÓLAR caiu –1,4% à R$ 2,99 para fechar em território negativo pela 4ª sessão seguida, acompanhando a melhora do "humor" na Bovespa e influenciado pela redução das expectativas de alta dos juros nos EUA.

 

Também sexta-feira, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão 0,4%, influenciada positivamente pela divulgação de bons balanços trimestrais das empresas japonesas, como Nintendo (7,2%) e Fuji Heavy Industries (3,4%) e China 2,3%, recuperando parte das perdas registradas nas 3 últimas sessões, diante das expectativas por mais medidas de estímulo à economia, (2) da EUROPA, Inglaterra 2,3%, França 2,5% e Alemanha 2,6%, acompanhando o desempenho positivo das bolsas de NY e também beneficiadas pelo resultado das eleições gerais do Reino Unido, que deram a maioria do Parlamento para o Partido Conservador, do primeiro-ministro para David Cameron, que não precisará sequer do apoio de outros partidos para garantir a sua reeleição e (3) dos EUA, S&P 1,3%, DJ 1,5% e NASDAQ 1,2%, impulsionadas pela perspectiva de que os juros do pais continuarão baixos por mais algum tempo, após a divulgação de que a geração de empregos ficou abaixo do esperado em ABR/15.

 

Confirmando mais uma vez que a economia brasileira está em recessão, as vendas dos shoppings brasileiros destinadas ao dia das mães de 2015, prejudicadas pelo crescimento do desemprego e pela redução da renda, apresentaram o pior desempenho dos últimos 7 anos e o valor médio do presente caiu de R$ 65 em 2014 para R$ 57 neste ano, isto sem descontar a inflação.

 

Podendo prejudicar ainda mais o desempenho da economia brasileira, como o período chuvoso, terminado em ABR/15, foi encerrado com nível médio de abastecimento dos reservatórios nas regiões Sudeste/Centro-Oeste em 33%, as hidroelétricas do país devem fechar o ano próximas do limite mínimo para o racionamento.

 

Manchada por problemas políticos e administrativos e prejudicada pela queda nos preços do petróleo, a Petrobras despencou da 30ª posição, com valor de mercado de US$ 86,8bi, para a 416ª posição, agora avaliada em US$ 44,4bi, no ranking das maiores empresas do mundo, divulgado a semana passada pela revista norte-americana "Forbes".

 

Diante do esforço de reduzir os gastos públicos e cumprir a meta fiscal do ano, o governo federal tem congelado repasses a programas prioritários, como o FIES, e suspendido o pagamento de obras e subsídios, como o programa Minha Casa, Minha Vida, porem as despesas obrigatórias, que reúnem gastos com pessoal, Previdência e benefícios sociais e respondem pela maior fatia do orçamento, continuam a crescer de forma descontrolada.

 

Após anunciar um acordo com a estatal argentina YPF para desenvolver a produção de petróleo, gás natural e xisto na região de Vaca Muerta, na Patagônia argentina e uma injeção de US$ 3,5bi na Petrobras, a China confirma que tem aumentado seu interesse, e consequentemente seus investimentos, em ativos de energia na América Latina.

 

Ciente da importância do setor para a economia brasileira, Rubens Menin, presidente da Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias e presidente do conselho da MRV Engenharia, defendeu que o governo libere ao menos metade do compulsório da poupança para o crédito imobiliário.

 

Com potencial de prejudicar ainda mais o setor, as empreiteiras investigadas pela Operação Lava Jato e impedidas de participar de novas licitações da Petrobras esperam receber R$ 24,3bi da estatal nos próximos anos, graças a contratos antigos que continuam em execução.

 

Certamente animando todo o Mundo, a China, que já tem a segunda economia do planeta, anunciou ontem o terceiro corte da sua taxa de juros em 6 meses, desta vez de 5,35% para 5,10% ao ano, ressaltando que esta é mais uma tentativa de reduzir os custos de empréstimo das empresas e alimentar uma economia que deve crescer 7,0% em 2015 e assim ter seu pior ano em 25 anos.

 

Podendo fazer as ações da estatal dispararem, a decisão da Petrobras de não declarar dividendos sobre o exercício de 2014 aos acionistas detentores de ações preferenciais pode colocar em risco o controle de voto da União na empresa, já que a Lei das Sociedades por Ações diz, em seu parágrafo 1º do artigo 111, que "as ações preferenciais sem direito de voto adquirirão o exercício desse direito se a companhia, pelo prazo previsto no estatuto, não superior a três exercícios consecutivos, deixar de pagar os dividendos fixos ou mínimos a que fizerem jus".

 

Nos 4 primeiros meses deste ano, a inflação oficial brasileira, medida pelo IPCA, acumulou uma alta de 4,56%, avanço que já supera o centro da meta de inflação perseguida pelo governo para o ano inteiro, de 4,5%, e é o mais alto para o período desde 2003 (6,15%), quando a economia ainda refletia as incertezas sobre o primeiro governo Lula.


Política:
 
Executor das chamadas "pedaladas fiscais", prática que pode render a reprovação das contas da presidenta Dilma no Tribunal de Contas da União, o ex-secretário do Tesouro, Arno Augustin, defende hoje, nos bastidores, o rompimento com Joaquim Levy e com sua política econômica.
 
Confirmando que Dilma está sem condições de governar o Brasil, durante o final de semana a presidenta foi hostilizada por manifestantes ao participar, como madrinha, do casamento de seu medico particular em SP.
 
Enquanto Dilma se esconde da população, os tucanos, finalmente começando a aprender a ser oposição, veicularam em cadeia nacional de televisão um anúncio acusando o governo Federal de transferir para a população o custo das perdas sofridas com a corrupção na Petrobras e de esconder a verdadeira situação do Brasil, ressaltando que "o que já era grave ficou ainda pior".
 
Como Dilma nunca foi uma "petista de raiz", o PT, comandado por Lula, já culpa diretamente e abertamente a presidenta pelo desgaste e pelas acusações que o partido sofre frente a opinião publica e segundo "rumores" sua ausência na propaganda eleitoral petista na semana passada ocorreu porque ninguém a convidou.

 

Com grandes chances de ser o primeiro ministro indicado para o Supremo Tribunal Federal a ter seu nome barrado pelo Senado, o jurista Luiz Fachin, que aliás já defendeu o MST, começou uma campanha nas redes sociais para diminuir a rejeição que seu nome tem enfrentado, inclusive lançando um site e um canal no YouTube, por meio de parentes e amigos, para rebater acusações que tem recebido.

 

Após uma ampla distribuição de cargos comandada pelo vice-presidente Michel Temer, o Planalto começa a semana em negociação para que a Câmara vote amanha a segunda medida do pacote de ajuste fiscal, que restringe benefícios previdenciários, e o Senado aprecie a medida que endurece o acesso ao seguro-desemprego.

 

Em mais uma medida para tirar poder da presidenta Dilma, os deputados pretendem apresentar nesta semana uma emenda que proíbe a recondução ao cargo do procurador-geral da República, incluindo o atual ocupante do posto, Rodrigo Janot, responsável por inquéritos contra políticos na Operação Lava Jato.

 

Legislando em causa própria, o peemedebista Eduardo Cunha, que é presidente da Câmara dos Deputados, patrocinou mudança nas normas internas da Casa com o objetivo de reforçar sua defesa nas investigações do esquema de corrupção descoberto na Petrobras pela Operação Lava Jato, já que ele é acusado de ser o autor de requerimentos usados em 2011 para achacar fornecedores da estatal.


Crítica:
 
Jogando no lixo seus ideais comunistas, ontem, após uma visita ao Vaticano, o presidente Raúl Castro disse que o Papa Francisco é tão impressionante que ele mesmo poderia voltar à Igreja, ressaltando que é grato ao Pontífice por ajudar a intermediar o degelo histórico entre os EUA e Cuba, anunciado em DEZ/14, meio século após o rompimento das relações entre os dois países.
 
Para boicotar o juiz federal Sergio Moro, que será o principal convidado do evento, os escritórios de advocacia que defendem empresários investigados pela Operação Lava Jato decidiram que não apoiarão a nova edição do seminário anual do Instituto Brasileiro de Ciências Criminais, considerado um dos eventos de maior prestígio do mundo jurídico.

PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com


Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com

Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil



Nenhum comentário:

Postar um comentário