R.B. 23/ABR/15 "Balanço é farol voltado para trás"


R.B.

"Balanço é farol voltado para trás"

 

São Paulo, 23 de abril de 2015 (QUINTA-FEIRA).


Mercados e Economia:

 

Hoje (1) a BOVESPA deve cair, acompanhando as perdas das demais bolsas mundiais e com o "mercado" absorvendo o resultado divulgado pela Petrobrás, porem deve-se ressaltar o patamar pode voltar a ficar atraente para compras, já que "balanço é farol voltado para trás" e as bolsas operam olhando para o futuro e (2) o DÓLAR pode subir, respeitando o "suporte" dos R$ 3,00 e seguindo a esperada piora do "humor" na bolsa brasileira.

 

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 1,6%, acompanhando o desempenho positivo das bolsas de NY, com bom volume de negócios (R$ 6,9bi), beneficiada pela valorização das commodities e com destaque de alta para as ações da Vale (9,7%) e (2) o DÓLAR caiu –1,0% à R$ 3,01, para fechar o dia no menor patamar desde 4/MAR/15, acompanhando a trajetória internacional da moeda norte-americana e influenciado pelo otimismo dos investidores com dados como o fluxo cambial, que ficou positivo em US$ 3,4bi na semana passada.

 

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão 1,1% (no maior patamar desde ABR/00) e China 2,5%, impulsionadas pelo anúncio de medidas do governo chinês para impulsionar os empréstimos e combater a desaceleração na economia, (2) da EUROPA, realizando lucros recentes, Inglaterra –0,5%, França –0,4% e Alemanha –0,6%, prejudicadas pela divulgação de resultados corporativos ruins, como o da Kering (-3,9%) e o da Tesco (-5,2%), e de dados econômicos negativos, como a queda de –0,2% das vendas no varejo da Itália e a redução de –5 pontos da confiança do consumidor da zona do euro e (3) dos EUA, recuperando as perdas da abertura, S&P 0,5%, DJ 0,5% e NASDAQ 0,4%, com os investidores analisando positivamente os resultados fiscais das empresas e os números do setor de trabalho e de vendas de imóveis.

 

"Apostando" no mercado financeiro brasileiro e ressaltando que acredita que os investidores tupiniquins são mal atendidos pelos grandes bancos, após comprar a butique de investimentos Legan e a Futurainvest, a gestora italiana Azimut anunciou ontem que comprou 60% da Quest Investimentos, administradora de recursos fundada pelo ex-ministro das Comunicações Luiz Carlos Mendonça de Barros, por R$ 70mi.

 

Prejudicando o desempenho da economia para garantir o cumprimento da meta de superávit primário e assim recuperar a credibilidade da política fiscal brasileira, o governo Dilma já discute ter que fazer um contingenciamento do Orçamento da União deste ano superior a R$ 80bi.

 

Considerando-se a mais nova metodologia que passou a ser adotada pelo BC a partir de ontem, o déficit do Brasil nas transações de bens, serviços e rendas com outros países ficou em US$ -103,98bi em 2014, patamar superior ao auferido pela regra anterior (US$ -90,95bi).

 

Por conta da alta do dólar, da desaceleração da economia e do aumento do desemprego, nos 3 primeiros meses deste ano os gastos dos turistas brasileiros em viagens internacionais caíram -13% na comparação com os 3 últimos meses de 2014, atingindo US$ 5,2bi, o que ficou bem abaixo do esperado pelo BC (US$ 17,5bi) e é o menor valor para esse período do ano desde 2011 (US$ 4,8bi).

 

-    A Petrobrás subiu 0,2% e, após o fechamento do pregão, a empresa anunciou que (1) teve um prejuízo de -21,6bi no ano passado, o que representa seu primeiro resultado negativo desde 1991, (2) as perdas com a corrupção chegaram a -6,2bi, (3) não pagará dividendos este ano, (4) atrasos de obras faraônicas, mal projetadas e mal planejadas provocaram prejuízos de R$ –31bi e (5) pode voltar a emitir títulos de dívida no mercado brasileiro este ano, o que se efetivamente ocorrer será a primeira operação desse tipo em 15 anos.

-    A Ambev subiu 0,2%, beneficiada pela decisão do Supremo Tribunal Federal que rejeitou, por unanimidade, uma ação que tentava restringir a propaganda de bebidas de médio e baixo teor alcoólico, como cerveja e vinho, na televisão e no rádio.

-    A Vale subiu 9,7%, acompanhando a valorização internacional do minério de ferro, beneficiada pela divulgação de novas medidas de estímulo na China e impulsionada pelo anuncio de que sua produção própria de minério de ferro da Vale, excluindo o minério de ferro adquirido de terceiros e  a produção atribuível à Samarco, atingiu o recorde para um primeiro trimestre deste ano.


Política:
 
"Comprando briga" com o Senado, que já se mostrou contra o projeto, e contrariando a posição do governo e o entendimento da Justiça do Trabalho, na noite de ontem a Câmara dos Deputados aprovou o projeto que regulamenta a terceirização no país, mantendo a ampliação da contratação de prestadores de serviços para todas as atividades das empresas privadas.
 
"Cumprindo ordens" do chefe Lula, que aliás segundo rumores está na mira da Polícia Federal, a CUT já programa novos protestos e paralisações no país, além de discutir uma greve geral, em reação à aprovação na noite de ontem do projeto de lei que amplia a terceirização nas empresas brasileiras.
 
Obviamente deixando os petistas ainda mais preocupados, o publicitário Ricardo Hoffmann, preso sob suspeita de ter pago propina ao ex-deputado André Vargas para conseguir contratos com órgãos do governo como o Ministério da Saúde e a Caixa Econômica Federal, decidiu fazer acordo de delação premiada para ter pena menor.
 
Mesmo sabendo que, no entendimento o Supremo Tribunal Federal a PEC não tem validade jurídica, ontem foi aprovada na na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara uma Proposta de Emenda Constitucional que limita em 20 o número de ministérios, o que obviamente é uma provocação à presidenta Dilma, que governa o país com 38 ministérios.
 
Depois da polêmica criada em torno da proposta que triplicou a verba do fundo partidário, que é o dinheiro público destinado aos cofres dos partidos políticos, o comando do PMDB anunciou que está disposto a devolver parte do aumento da verba em nome de dar uma contribuição ao ajuste fiscal.
 
-    Contrariando a opinião de FHC, ontem a cúpula do PSDB pediu ao prestigiado jurista Miguel Reale Júnior que prossiga na elaboração de um parecer sobre o impeachment da presidenta Dilma, ressaltando que há elementos suficientes para isto.
-    Para mostrar que Dilma também cometeu crime de responsabilidade no segundo mandato, o PSDB vai acionar sua assessoria técnica no Congresso e buscar análises preliminares do TCU para tentar mostrar que o governo realizou pedaladas no começo de 2015.
-    Diante do acúmulo de poder do vice-presidente Michel Temer, parlamentares passaram a chamar o Palácio do Jaburu, que é onde ele mora, de posto Ipiranga, já que atualmente o peemedebista que promete resolver qualquer problema.

Crítica:
 
Indicando novamente que no Brasil "muitas vezes o crime compensa", ontem o ex-diretor de Abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa, foi condenado a 7 anos de prisão e a devolver R$ 18mi desviados das obras na Refinaria de Abreu e Lima, em Pernambuco, por corrupção e formação de organização criminosa, porem como ele é réu primário e contribuiu com a delação premiada, ficará em prisão domiciliar até OUT/16, quando passará ao regime aberto.

PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com


Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com

Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil



Nenhum comentário:

Postar um comentário