R.B. 5/FEV/15 "99 entre 100"


R.B.

"99 entre 100"

 

São Paulo, 5 de fevereiro de 2015 (QUINTA-FEIRA).


Mercados e Economia:

 

Hoje (1) a BOVESPA deve subir, mesmo após BC Europeu anunciar que não aceitará bônus gregos como garantias, ainda tentando recuperar as perdas acumuladas no ano (-1,4%) e também o patamar dos 50.000pts e (2) o DÓLAR pode seguir em alta, acompanhando a trajetória internacional da moeda norte-americana e ainda influenciado pelos "rumores" de que o governo Dilma estuda vir a cobrar IOF nas operações de renda fixa.

 

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 0,7%, para fechar em alta pela terceira sessão seguida, novamente com bom volume de negócios (R$ 8,0bi) e desta vez com destaque positivo para as ações dos bancos, como Banco do Brasil (6,9%), Bradesco (2,5%) e Itaú (3,7%), diante da leitura é de que a renúncia no comando da Petrobras afasta a possibilidade de calote pela petrolífera e (2) o DÓLAR subiu 2,0% à R$ 2,75, para fechar próximo da máxima do dia e no maior patamar desde MAR/05, já que a divulgação de dados melhores do que o esperado sobre a economia dos EUA elevou as "apostas" de que a taxa de juros norte-americana pode subir antes do esperado.

 

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, sem uma tendência única, Japão 2,0%, influenciada positivamente pela recuperação dos preços do petróleo, pela fraqueza das moedas locais frente ao dólar e por balanços trimestrais positivos e CHINA –1,0%, prejudicada pela divulgação de dados fracos do setor de serviços do país, (2) da EUROPA, sem uma tendência única, Inglaterra –0,2%, França 0,4% e Alemanha 0,2%, externando a preocupação dos investidores com a Grécia, diante da constatação de que um acordo entre o governo grego e os credores do país pode não sair tão rápido e (3) dos EUA, também sem uma tendência única, S&P –0,4%, DJ 0,1% e NASDAQ –0,2%, divididas entre a noticia, divulgada minutos antes do fechamento do pregão, de que o BC Europeu suspendeu a permissão para que os bancos gregos usem dívida do governo como colateral e a divulgação de bons resultados corporativos, como o da General Motors (5,4%) e o da Disney (7,6%).

 

Indicando que a mudança da equipe econômica brasileira já trouxe um pouco mais de confiança para o capital externo ingressar no Brasil, ontem o BC divulgou os dados do fluxo cambial, com o registro da entrada líquida de dólares de US$ 3,2bi na semana passada.

 

Segundo a 15ª edição do "Trust Barometer", que é um levantamento sobre a confiança dos cidadãos nas instituições e que é feito em 27 países pela multinacional de relações públicas Edelman, diante do escândalo de corrupção envolvendo políticos, empresas e a Petrobras, da crise hídrica e da deterioração do cenário econômico, atualmente apenas 37% dos brasileiros afirmam que confiam no governo federal, contra 85% da mesma pesquisa feita em 2011.

 

Coberto de razão, Chris Anderson, empresário e ex-editor da revista tecnológica "Wired", afirmou que a tributação sobre equipamentos tecnológicos importados fará com que o Brasil fique para trás na atual fase da revolução digital, o chamado movimento "maker", que tem como expoente a impressão 3D.

 

Ajudando os bancos, que no final do ano sempre patrocinam viagens e mimos aos magistrados, ontem o Supremo Tribunal Federal aceitou um recurso do Banco Fiat S/A e manteve em pé artigo de uma medida provisória de 2001 que permite a chamada capitalização de juros em empréstimos com periodicidade inferior a um ano.

 

Após o governo Dilma finalmente admitir que o risco de haver um desabastecimento de energia elétrica no Brasil ultrapassou, pela primeira vez nos últimos anos, o limite prudencial de 5%, foi também divulgado que o volume de água que desceu os rios e atingiu os reservatórios das hidrelétricas da região Sudeste do país em JAN/15 foi o menor em 84 anos.

 

-    Ontem foi divulgado que, pela primeira vez em 5 anos, o consumo mundial de algodão vai superar a produção, o que seria uma boa notícia para o setor, não fosse o grande estoque mundial, que atinge 87% da demanda.

 

-    A Vale caiu –1,3%, porem após o fechamento do pregão a referida mineradora anunciou que, depois de atingir um volume recorde em 2014, suas vendas de minério de ferro para a China devem aumentar 12,5% neste ano.


Política:
 
Mostrando que o governo Dilma também é pressionado pela sua base aliada, durante um jantar realizado na segunda-feira passada na na casa do senador Jorge Viana, em Brasília, Mercadante, ministro-chefe da Casa Civil, ouviu de diversos membros da bancada petista no Senado, composta por 14 integrantes, que o governo deveria voltar atrás já na decisão de mudar as regras de concessão dos direitos trabalhistas, como o seguro-desemprego, o abono salarial e a pensão por morte, ressaltando que o anúncio das medidas pegou muito mal para o partido.
 
Fechando o cerco em torno da presidenta Dilma, ontem o pedido de criação de uma CPI na Câmara dos Deputados para investigar irregularidades na Petrobrás teve o apoio de 182 deputados, sendo que 52 deles são da base de apoio do Palácio do Planalto.

 

Finalmente mostrando um pouco de profissionalismo e hombridade, apesar de Graça Foster ter combinado com Dilma que ficaria na presidência da empresa até o final de FEV/15, os diretores da Petrobras, incluindo sua presidente, decidiram pedir demissão e sair da empresa já nesta sexta-feira.

 

Para proteger Dilma e a si próprio de um eventual, e cada vez mais certo, processo de cassação de mandato, Renan Calheiros, que apesar da enorme falta de caráter foi reeleito por seus comparsas pela quarta vez para ser presidente do Senado, decidiu passar um trator sobre PSDB e PSB, partidos que ousaram votar contra ele, ao decidir de forma ditatorial que as duas legendas serão excluídas dos assentos a que teriam direito na Mesa, privilegiando os aliados, o que causou revolta de Aécio.

 

Acostumado inclusive a ordenar escoltas policiais quando faz suas corridas matinais, Vicentinho, deputado federal, ex-líder do PT na Câmara, ex-metalúrgico e um dos principais nomes do sindicalismo do ABC paulista, decidiu reduzir o salário dos mais de 100 assessores contratados para auxiliar a liderança da sigla.

 

Poderia parecer brincadeira se o Brasil fosse um país sério, porem Dilma decidiu que Graça Foster participará da transição do comando na Petrobrás apontando, na empresa, quais os gerentes e funcionários que não têm digitais na Operação Lava Jato e podem assumir as diretorias mais técnicas, uma vez que seu sucessor será "forasteiro" e não sabe quem é quem na estatal.

 

-    Rasgando mais dinheiro públicos, ontem foi decidido que os ministros, ministros-substitutos e integrantes do Ministério Público junto à corte terão direito ao benefício, mesmo que já morem em casas próprias em Brasília.

-    Curiosamente a primeira senadora a assinar o apoio ao projeto do tucano José Serra que impõe limite de endividamento para a União foi a petista Marta Suplicy.

-    Para acalmar o PMDB, Gilberto Kassab, ministro das Cidades, tem dito que topa assinar o projeto de lei que a sigla pretende apresentar para dificultar a fusão de partidos e consequentemente frear a criação do PL, idealizado pelo referido ministro.


Crítica:
 
Como se todos os problemas sérios da maior cidade do Brasil já estivessem resolvidos, após sofrer pressões do varejo, a Prefeitura de SP recuou e resolveu dar mais 60 dias para que o comércio se adapte às novas regras para a distribuição de sacolas plásticas na cidade.
 
Certamente "9 entre 10" analistas do mercado financeiro concordam que uma decisão rápida sobre os novos diretores e um nome forte para a presidência da empresa são fundamentais para a Petrobras começar uma nova fase, porem "99 entre 100" brasileiros já perceberam que a presidenta Dilma tem uma enorme dificuldade de tomar decisões, principalmente quando é pressionada pelo "mercado", o que obviamente levará as ações da empresa a fortes oscilações ao sabor de boatos, sendo que alguns são plantados.


PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com


Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com

Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil



Nenhum comentário:

Postar um comentário