R.B. 23/JAN/15 "Um homem de pouca fé"


R.B.

"Um homem de pouca fé"

 

São Paulo, 23 de janeiro de 2015 (SEXTA-FEIRA)


Mercados e Economia:

 

Hoje (1) a BOVESPA deve subir, para fechar em território positivo pelo quarto pregão seguido e provavelmente acima dos 50.000pts, diante da avaliação de que o pacote de estímulos monetários divulgado ontem pelo BC Europeu reduzirá a necessidade de elevação dos juros no Brasil e (2) o DÓLAR pode voltar a cair, ainda pressionado pelos leilões de venda do BC, que segue preocupado em conter a inflação sem precisar elevar ainda mais a Selic, e também influenciado pela expectativa de aumento do fluxo positivo de recursos externos.

 

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 0,4%, acompanhando o desempenho positivo das principais bolsas mundiais, beneficiada pela recuperação dos preços das commodities, impulsionada pela alta de 4,4% das ações da Petrobrás e com ótimo volume de negócios (R$ 8,1bi) e (2) o DÓLAR caiu –1,3% à R$ 2,57, diante da expectativa de entrada de novos recursos externos após o anuncio dos estímulos monetários do BC Europeu e após a elevação da taxa básica de juros no Brasil.

 

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão 0,3% e China 0,6%, acompanhando o fechamento positivo das demais bolsas mundiais no dia anterior e beneficiadas pelo anuncio de uma injeção de recursos no sistema financeiro pelo Banco Popular da China, (2) da EUROPA, Inglaterra 1,0%, França 1,5% e Alemanha 1,3%, beneficiadas pelo anúncio, por parte do BC Europeu, do esperado programa de relaxamento quantitativo, que incluirá compras mensais de 60 bilhões de euros em bônus governamentais e privados e (3) dos EUA, com o S&P e o NASDAQ entrando em território positivo no ano, S&P 1,5%, DJ 1,5% e NASDAQ 1,8%, com destaques de alta para as ações dos bancos, como Wells Fargo (3,2%) e Bank of America (4,4%), que se beneficiam de uma economia europeia mais forte.

 

Segundo Trabuco, presidente do Bradesco que recentemente negou o convite para ser ministro da Fazenda de Dilma, o pacote de estímulos de 60bi de euros mensais lançado ontem pelo BC Europeu ajudará o Brasil a ganhar tempo para fazer seu ajuste, pois causará uma forte entrada de recursos estrangeiros em busca dos juros altos do Brasil.

 

Joaquim Levy, o novo ministro da Fazenda do governo Dilma, está em lua-de-mel com o "mercado" e o motivo principal é que seus discursos são recheados de críticas à administração anterior, apesar da presidenta ser a mesma, pois ele já disse, diretamente ou indiretamente, que não vai pagar a conta dos erros no setor de energia, que a Petrobras deveria ser livre para definir o preço da gasolina, e que acabou a farra dos bancos públicos se financiando no Tesouro.

 

Mostrando que, além de despreparado como seu antecessor, é "um homem de pouca fé", ontem, na mesma semana que afirmou que contava com a ajuda de Deus, Eduardo Braga, ministro de Minas e Energia, disse que um racionamento de energia elétrica será decretado quando o nível dos reservatórios chegar ao limite chamado de "prudencial", estabelecido em 10%.

 

De acordo com uma pesquisa feita pela Confederação Nacional da Indústria, diante das incertezas da economia, da alta do dólar, do aumento do custo dos financiamentos e a diminuição da demanda, 69,3% das indústrias brasileiras pretendem investir em 2015 na compra de equipamentos e outros recursos que aumentem sua capacidade e produtividade, contra 78,1% no mesmo período de 2014.

 

-    Apesar das expectativas pouco animadoras para a economia brasileira neste ano,  as indústrias de tecnologia da informação e de telecomunicações projetam um crescimento de 5% neste ano, movimentando US$ 165,6bi no país.

 

No ano passado o setor de serviços, que aliás é o que tem o maior peso na economia, registrou um desempenho mais fraco em 2014, com crescimento de 6,4% no acumulado em 12 meses até NOV/14, patamar inferior ao registrado no mesmo período de 2013 (8,5%).

 

Para ajudar o setor sucroalcooleiro brasileiro, Katia Abriu, ministra da Agricultura, afirmou ontem que o aumento na mistura de etanol à gasolina deverá ser anunciado pelo governo federal na primeira semana de FEV/15 e entrará em vigor 90 dias depois, dando fim a um longo debate entre poder público e diferentes setores industriais sobre o assunto.

 

-    A Petrobras subiu 4,4%, após a companhia afirmou em nota que está "realizando as análises necessárias para o fechamento e divulgação das demonstrações contábeis do terceiro trimestre de 2014" em função dos desdobramentos da Operação Lava Jato da Polícia Federal.

-    A Oi disparou 19,8%, após a aprovação da venda dos ativos portugueses da companhia à francesa Altice em assembleia geral de acionistas da Portugal Telecom SGPS.

-    A Estácio despencou -15,1% e a Kroton desabou -6,9%, diante das preocupações dos investidores com as mudanças nas regras de programas voltados ao financiamento do ensino superior, importante fonte de receita de companhias, que agora são a "bola da vez" para sofrerem com as constantes mudanças nas "regras do jogo" pelo governo Dilma.


Política:
 
Diante da crescente tensão do seu partido com o PMDB, o deputado federal petista Arlindo Chinaglia, candidato a presidente da Câmara pelo PT, está tentando amarrar o apoio do PSDB para um eventual 2º turno na disputa, porem recebeu como resposta que tucanos estão fechados com a candidatura de Julio Delgado, do PSB, no primeiro turno e "inclinados" a apoiar o peemedebista Eduardo Cunha no segundo.
 
Mostrando como são "inocentes" os petistas que fizeram uma vaquinha para pagar a multa que Zé Dirceu recebeu por conta do mensalão, a Justiça Federal determinou a quebra do sigilo bancário do ex-ministro petista que, segundo uma reportagem de ontem do Jornal Nacional, recebeu R$ 4mi de empresas investigadas à Operação Lava Jato, que investiga esquema de desvio de recursos da Petrobras.
 
Partindo para o ataque, que aliás é sua função como senador de oposição, ontem Serra ressaltou, durante uma palestra a empresários, a falta de capacidade do governo federal de alavancar investimentos e disse que a presidenta Dilma e o prefeito paulistano Haddad, ambos do PT, competem pelo título de gestor mais "inepto" do país.
 
Alijados do centro do poder do Palácio do Planalto e incentivados por Zé Dirceu, integrantes da cúpula do PT criticaram publicamente Dilma, como Alberto Cantalice, vice-presidente petista, que ontem classificou como "erro" no Twitter o veto da presidenta à correção da tabela do Imposto de Renda.
 
Confirmando mais uma "maracutaia petista", segundo peritos consultados, a gravação que o deputado Eduardo Cunha, líder do PMDB e candidato à presidência da Câmara, apresentou como suspeita de que ele é vítima da máquina do governo tem fortes indícios de "armação".
 
Mostrando que a política de empregar derrotados, que o PT adota seguidamente, também é utilizada pelos tucanos, João Caramez, único deputado estadual do PSDB que não se reelegeu, será chamado para integrar o governo Alckmin a partir de MAR/15.

Crítica:
 
Segundo um estudo coordenado por cientistas norte-americanos, o açúcar é um veneno e deveria ter sua venda controlada assim como o cigarro e o álcool, cujo consumo excessivo em alimentos e bebidas está diretamente relacionado ao crescimento de doenças como obesidade, câncer, problemas no coração e no fígado, causando cerca de 35 milhões de pessoas por ano em todo o mundo.

PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com


Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com

Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil



Nenhum comentário:

Postar um comentário