R.B. 19/JAN/15 "Acostumada a desrespeitar a lei"


R.B.

"Acostumada a desrespeitar a lei"

 

São Paulo, 19 de janeiro de 2015 (SEGUNDA-FEIRA).


Mercados e Economia:

 

Hoje (1) a BOVESPA deve subir, para fechar em território positivo pelo terceiro pregão seguido, ainda tentando zerar as perdas acumuladas no ano (-1,9%), impulsionada pela recuperação dos preços das commodities e acompanhando a valorização das principais bolsas mundiais e (2) o DÓLAR pode cair, rumo aos R$ 2,60, influenciado pelos leilões de venda do BC e seguindo a trajetória internacional da moeda norte-americana, porem deve-se ressaltar que o patamar atual é interessante para compras, principalmente diante da enorme possibilidade de aumento dos juros nos EUA ainda em 2015.

 

Sexta-feira, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 2,1%, ajudada pelo exterior e, principalmente, pelo avanço dos papéis da Vale (3,7%) e das siderúrgicas, como CSN (6,4%) e Gerdau (5,2%), para reconquistar o patamar de 49 mil pontos, registrado pela última vez no dia 8/JAN/15 e (2) o DÓLAR caiu –0,5% à R$ 2,62, novamente influenciada pela percepção de que, com a Selic alta e a possibilidade de aumento dos recursos disponíveis no mercado global, a serem injetados pelo BC Europeu, o País tende a se tornar mais atrativo ao capital especulativo internacional.

 

Também sexta-feira, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, sem uma tendência única, Japão –1,4%, a terceira baixa nas últimas 4 sessões, com as exportadoras, como Kyocera (-3,1%), Sony (-4,6%) e Yamaha (-5,1%), prejudicas pela desvalorização do dólar frente a moeda local (o iene) e China 1,2%, sustentada pelo bom desempenho das ações das produtoras de ouro e das empresas do setor bancário, (2) da EUROPA, recuperando as perdas da abertura, Inglaterra 0,8%, França 1,3% e Alemanha 1,3%, com os investidores cada vez mais confiantes quanto à perspectiva de anúncio do programa de compra de bônus soberanos pelo BC Europeu, que se reúne na quinta-feira desta semana e (3) dos EUA, em um movimento de recuperação, após 5 pregões seguidos de queda, S&P 1,3%, DJ 1,1% e NASDAQ 1,4%, com destaques de alta para as ações do setor de energia, como Chevron (2,4%) e ExxonMobil (2,4%), que acompanharam a valorização do petróleo.

 

Em 2014 o CDI ficou em 10,80% e, principalmente por conta da instabilidade causada pelas eleições presidenciais no Brasil e pelas discussões em torno do futuro da política monetária norte-americana, pouquíssimos fundos multimercados brasileiros, que mesclam investimentos em renda fixa, câmbio e ações, bateram sua rentabilidade, o que fez o segmento sofrer resgates líquidos de R$ -29,8bi.

 

Como fruto do agravamento da crise no setor sucroenergético, causado agora pelo recuo do preço do petróleo, e da escassez de cana para moagem devido à estiagem, a Raízen, maior produtora de açúcar e etanol do país, suspendeu as atividades da usina Bom Retiro, em Capivari, no interior do Estado, o que causou a demissão de 250 funcionários.

 

Reduzindo a concorrência e aumentando a concentração de monopólios na economia brasileira, em 2014 o brasil registrou 879 operações de fusão e aquisição, número que é 8,25% superior ao de 2013 e que também foi o maior registrado nos últimos 12 anos.

 

Indicando que o desemprego deve aumentar no Brasil em 2015, em NOV/14 a utilização da capacidade instalada das industrias brasileiras ficou em 80,9%, o que representa um aumento de apenas 0,1% na comparação com OU/14, porem o faturamento real do setor caiu -4,9% na mesma base de comparação, interrompendo 4 meses seguidos de alta.

 

Pressionando a inflação e aumentando a poluição, Eduardo Braga, novo ministro de Minas e Energia, reconheceu que será necessário manter as usinas térmicas ligadas neste ano, mas descartou a necessidade de racionamento de energia, apesar de 2015 apontar para um regime de chuvas similar ao de 2014, que já foi um dos piores da história.

 

Nove dos 10 maiores edifícios da América Latina estão na Cidade do Panamá, capital do país que teve o maior crescimento de PIB das Américas no ano passado (6,5%) e onde foi inaugurado em 2014 o primeiro metrô da América Central, com isto as pessoas que moram e visitam esta pujante capital adoram chama-la de mini-Dubai.


Política:
 
Indicando que concorda com boa parte das criticas feitas por Marta à presidenta Dilma, a cúpula do PT decidiu sinalizar à referida senadora petista que deseja negociar sua permanência no partido, com aval e atuação direta do ex-presidente Lula, que quer vê-la disputando o governo de SP em 2018.

 

Sem humildade para reconhecer suas falhas, a Petrobras responsabilizou seu ex-diretor de Abastecimento, Paulo Roberto Costa, pela explosão de custos na refinaria de Abreu e Lima, cujos investimentos previstos saíram de US$ 2,4bi em 2005 para os atuais US$ 18,5bi.

 

Aumentando seu campo de atuação, a Polícia Federal ampliou a investigação sobre corrupção na Petrobras para apurar se atuais executivos e funcionários de segundo escalão cometeram crimes em conluio com os ex-diretores já acusados na Operação Lava Jato.

 

As 8 empresas citadas na Operação Lava Jato contra as quais a Controladoria-Geral da União abriu investigação já procuraram informações sobre os termos do acordo de leniência proposto pelo governo federal e que que prevê ressarcimento de recursos e a adoção de práticas anticorrupção.

 

Com toda a razão, o núcleo político do Planalto teme que um segundo turno entre o peemedebista Eduardo Cunha e o petista Arlindo Chinaglia na eleição para a presidência da Câmara provoque uma divisão permanente na base aliada, o que no curto prazo já ameaça a votação de propostas como a volta da Cide e a votação da DRU.


Crítica:
 
Provavelmente por estar "acostumada a desrespeitar a lei" em seu próprio país, a presidenta Dilma afirmou que ficou indignada com a execução de um traficante brasileiro na Indonésia, que aliás assim como o Brasil continua insistindo em fazer uma guerra ao trafico de drogas, o que é o oposto do que fazem países mais desenvolvidos, como EUA e Uruguai, que acabam com o trafico simplesmente liberando o consumo, assim como já acontece com o cigarro e com as bebidas alcoólicas.

PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com


Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com

Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil



 

 

 

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário