R.B. 25/NOV/14 "A oposição come mosca"


R.B.

"A oposição come mosca"

 

São Paulo, 25 de novembro de 2014 (TERÇA-FEIRA).


Mercados e Economia:

 

Hoje (1) a BOVESPA deve subir, acompanhando o desempenho ascendente das principais bolsas mundiais, beneficiada pela valorização das commodities e esperando a presidenta Dilma divulgar sua equipe econômica e (2) o DÓLAR pode cair, seguindo a trajetória internacional da moeda norte-americana e influenciado pelos leilões de venda do BC.

 

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA caiu –1,2%, revertendo uma abertura positiva, na qual chegou a subir 2,0%, já que, mesmo diante da alta das principais bolsas mundiais, foi prejudicada pela falta de definição sobre a equipe e econômica de Dilma e (2) o DÓLAR subiu 1,1% à R$ 2,54, também revertendo o movimento da abertura, quando na mínima atingiu R$ 2,50, acompanhando a piora do "humor" na Bovespa e também influenciado pelo anúncio de balanço negativo nas contas externas brasileiras.

 

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão não operou por conta de feriado nacional e China 1,9%, impulsionada pelo anúncio de novas medidas de relaxamento monetário, já que o BC local decidiu reduzir a taxa de juros de empréstimo de um ano de 6,0% para 5,6% ao ano e cortou a taxa de juros de depósito de um ano de 3% para 2,75%, (2) da EUROPA, Inglaterra 0,3%, França 0,5% e Alemanha 0,5%, beneficiadas pela divulgação de um dado positivo de confiança empresarial da Alemanha e por expectativas de novos estímulos do BC Europeu e (3) dos EUA, com o S&P e o DJ batendo novos recordes de alta, S&P 0,3%, DJ 0,1% e NASDAQ 0,9%, animadas por esperanças de que a China adotará novos estímulos monetários caso necessário, enquanto acordos de fusões mantiveram os investidores  focados num dia de volume abaixo da média.

 

Cada dia mais pessimista, agora principalmente devido a indefinição do governo com relação a sua equipe econômica, o "mercado" reduziu, de 0,21% para 0,20%, suas projeções para o PIB deste ano e elevou, desta vez de 6,40% para 6,43%, suas "apostas" para a alta do IPCA, índice oficial da inflação, em 2014.

 

Dando 3 novos sinais negativos da economia brasileira, (1) em OUT/14 a arrecadação de tributos e outras contribuições federais registrou um queda de -1,3% em relação a OUT/13, (2) atingindo o menor patamar desde DEZ/08, em NOV/14 o índice de Confiança do Consumidor recuou -6,1% na comparação com OUT/14 e (3) segundo uma pesquisa feita pelo Sindicato da Micro e Pequena Indústria de SP, 87% das empresas do setor descartam fazer contratações nos próximos meses, sendo que 17% já iniciaram demissões em OUT/14 para tentar equilibrar as contas.

 

-    Prejudicado pela forte piora na balança comercial brasileira, em OUT/14 o Brasil a registrou um déficit recorde de US$ -8,1bi nas suas transações de bens e serviços com o exterior, o que superou as projeções já pessimistas do BC  (US$ -6,6bi).

 

Ressaltando que acredita que o dólar ainda está longe de atingir o que chama de um "valor justo" que represente as perspectivas da economia brasileira e a deterioração das contas externas do país, o banco americano Goldman Sachs afirmou que R$ 1,00 deveria valer entre R$ 3,10 e R$ 3,20.

 

Como Wesley Batista, presidente da JBS, fez declarações à mídia relativas à oferta, o que é vedado pela regulação, a CVM informou ontem que sua superintendência de registro suspendeu por até 30 dias a oferta pública primária de ações da JBS Foods.

 

-    A Petrobrás caiu –0,6% e, após o fechamento do pregão, a empresa confirmou pela primeira vez que está sendo investigada pela SEC, que é o regulador do mercado de capitais nos EUA, indicando que a apuração é relacionada às denúncias de corrupção reveladas nos desdobramentos da Operação Lava Jato.


Política:

 

Apesar das reclamações da oposição, ontem, pela segunda vez e sem mudanças, a Comissão Mista de Orçamento do Congresso aprovou o projeto de lei que autoriza o governo a descumprir a meta de economia para pagamento de juros da dívida pública em 2014, o chamado superávit primário.

 

Supostamente escolhido por Dilma para ocupar o Ministério da Fazenda, Joaquim Levy é considerado um pupilo de Armínio Fraga e colaborou informalmente com a campanha do tucano Aécio, principal adversário da presidente na disputa eleitoral de 2014, e é também por este motivo que alguns petistas ainda trabalham para evitar sua nomeação.

 

Aumentando as suspeitas de fraude, está em tramitação no Senado uma proposta de lei que visa proibir a divulgação de pesquisas eleitorais nos 15 dias que antecedem a eleição, o que obviamente representaria um retrocesso político e uma negação do direito constitucional de acesso à informação.

 

-    Como sabem que para governar Dilma precisa dar mais espaço para os partidos de sua base aliada, principalmente o PMDB, dirigentes petistas já admitem que terão menos espaço na Esplanada dos Ministérios a partir de 2015.

-    A direção do PT prefere Ricardo Berzoini a Jaques Wagner no Ministério das Comunicações, por achar que ele teria mais pulso para tocar a regulação da mídia.

 

Enquanto "a oposição come mosca", pois já teve mais de 12 anos para tentar entender porque o partido não decola no Nordeste, ontem o PT, assustando com seus altos índices de rejeição (principalmente em SP) e já se preparando para 2018, anunciou que está contratando uma pesquisa para tentar entender a onda antipetista que tomou metade da população.


Crítica:

 

Diante do salto na concessão de bolsas de estudo e da disseminação do financiamento estudantil, o número de ingressantes em faculdades e universidades brasileiras saltou de 1,37 milhão em 2010 para 1,73 milhão em 2013, porem a qualidade do ensino não acompanhou o aumento da demanda.


PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com


Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com

Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil



Nenhum comentário:

Postar um comentário